Falta de exercício mata mais do que obesidade

lintmachine / Flickr

A falta de exercício pode estar a matar o dobro de pessoas se comparada à obesidade, sugere um estudo feito ao longo 12 anos que incluiu mais de 300 mil pessoas na Europa.

Investigadores da Universidade de Cambridge registaram cerca de 676 mil mortes por ano por sedentarismo, contra 337 mil por conta de excesso de peso.

Eles concluíram que pelo menos 20 minutos diários de caminhada rápida poderiam gerar benefícios substanciais.

Os especialistas afirmam que o exercício físico é benéfico para pessoas de qualquer peso.

Obesidade e sedentarismo andam muitas vezes de mãos dadas. No entanto, sabe-se que as pessoas mais magras têm um maior risco de problemas de saúde se forem inativas. E as pessoas obesas que se exercitam têm melhores condições de saúde do que pessoas inativas.

O estudo, publicado no American Journal of Clinical Nutrition, tenta trazer à tona os perigos do sedentarismo e da obesidade.

Sedentarismo (também) mata

Os investigadores acompanharam 334.161 europeus por 12 anos, avaliando os níveis de exercício e o diâmetro das cinturas a cada morte.

“O maior risco de morte precoce está associado aos classificados como inativos, seja com peso normal, excesso de peso ou obesidade”, disse às BBC Ulf Ekelund, um dos investigadores envolvidos no estudo.

Ekelund afirma que eliminar o sedentarismo na Europa cortaria as taxas de mortalidade em cerca de 7,5%, ou 676 mil mortes, mas eliminar a obesidade reduziria a mortalidade em apenas 3,6%.

“Mas não acho que seja caso para ter que escolher um ou outro. Nós também devemos esforçar-nos para reduzir a obesidade, e a atividade física deve ser reconhecida como uma estratégia muito importante de saúde pública”, acrescentou o investigador.

Ekelund, que pratica pelo menos cinco horas de exercício vigoroso toda semana, afirma que uma caminahada rápida todos os dias é suficiente para transformar a saúde.

“Vinte minutos de atividade física – o equivalente a uma caminhada rápida – é algo possível de incluir em qualquer trajeto para o trabalho, ou em intervalos do almoço, ou à noite, em vez de ficar a ver TV”, sugere.

Os males causados pelo sedentarismo e a obesidade são, em grande parte, os mesmos, como as doenças cardiovasculares. No entanto, a diabetes tipo 2 é mais comum entre os obesos.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Demitiu-se o diretor do serviço de cirurgia e transplantação do Curry Cabral

Américo Martins demitiu-se esta quarta-feira por ter visto impedida a proposta de reorganização com circuitos independentes no hospital. O diretor do Serviço de Cirurgia Geral e Transplantação do Hospital Curry Cabral, Américo Martins, demitiu-se esta quarta-feira …

Bancos impedidos de cobrar comissões por operações digitais. Acesso a jogos online limitados

Os bancos vão ficar impedidos de cobrar comissões por operações de pagamento através de plataformas digitais dos prestadores de serviços, segundo uma proposta do PEV com alterações do PS aprovada no Parlamento. O projeto de lei …

Pessoas assintomáticas devem usar máscara, diz Centro Europeu de Controlo de Doenças

Num relatório divulgado na quarta-feira, o Centro Europeu de Controlo de Doenças (ECDC) referiu que as máscaras podem reduzir a propagação do novo coronavírus de pessoas assintomáticas, recomendando a sua utilização. De acordo com o Público, …

Portugal ultrapassa as 400 vítimas mortais. Cordão sanitário em Castro Daire equacionado

Portugal regista esta quinta-feira 409 mortos associados à covid-19, mais 29 do que na quarta-feira, e 13.956 infetados (mais 815), segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Trata-se de um aumento de 6% …

"Em segundo plano". OM alerta para falta de resposta para doentes prioritários não covid-19

A Ordem dos Médicos (OM) alertou esta quinta-feira para a falta de resposta aos doentes prioritários não covid-19, que diz estarem a ser relegados para segundo plano, em áreas que “não podem esperar” como a …

Lagarde contraria Draghi. Perdão de dívida às empresas é “impensável”

A presidente do Banco Central Europeu considera "impensável" conceder um perdão de dívida generalizado das dívidas contraídas pelas empresas, ao contrário do que sugeriu o antigo presidente do BCE, Mario Draghi. “Parece-me totalmente impensável. Não é …

No Norte, espera-se duas semanas para fazer testes à covid-19

Na Área Metropolitana do Porto, muitos esperam duas semanas para realizar o teste à covid-19, denunciam vários autarcas. Em causa está a falta de material e equipamentos. Mais de metade dos casos confirmados de covid-19 em …

António Costa adia decisão sobre reabertura das escolas para o fim do mês

O Governo anuncia, esta quinta-feira, a decisão em relação às atividades letivas no terceiro período, depois de ter ouvido durante dois dias especialistas, representantes da comunidade escolar, partidos, sindicatos e os órgãos consultivos do Ministério …

Sánchez insta a oposição a seguir o exemplo de Portugal (e exige solidariedade europeia sem fissuras)

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, pediu esta quinta-feira à oposição de direita para seguir o exemplo de Portugal, onde o presidente do PSD, Rui Rio, fez um “discurso emotivo” a desejar “boa sorte” e a oferecer …

Clube alemão vendeu 100 mil bilhetes para um jogo contra um "adversário invisível"

O Lokomotive Leipzig, da quarta divisão alemã, vendeu mais de 100 mil bilhetes virtuais a um euro cada para um jogo contra um "adversário invisível", a realizar no próximo dia 8 de Maio. A venda de …