Putin avisa: Se os Estados Unidos construírem mísseis proibidos, a Rússia fará o mesmo

Konstantin Zavrajin / Kremlin / Sputnik / EPA

O presidente da Rússia, Vladimir Putin

O Presidente russo, Vladimir Putin, avisou esta quinta-feira os Estados Unidos de que, se os norte-americanos começarem a desenvolver mísseis banidos por tratados internacionais, a Rússia fará o mesmo.

As declarações de Putin às agências noticiosas russas acontecem um dia depois de o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, ter anunciado em Washington que as obrigações dos norte-americanos perante o Tratado de Forças Nucleares Intermediárias (INF) ficam suspensas em 60 dias.

O presidente Donald Trump anunciou no início do ano que iria romper o INF, acusando a Rússia e a China – que não é signatária do tratado – de sistemáticas violações.

O Presidente russo sempre negou essa acusação e respondeu esta quinta-feira que a decisão dos EUA de abandonar o INF significa, na realidade, que os norte-americanos pretendem desenvolver os mísseis banidos pelo tratado. E, nesse caso, avisa Vladimir Putin: “Faremos o mesmo”.

Em declarações ao jornalistas nesta quarta-feira, o general Valery Gerasimov, chefe do Estado-Maior das Forças Armadas russas, citado pelo Boston Globe, advertiu sobre uma iminente resposta russa, dizendo que os alvos imediatos da Rússia seriam os países que hospedam os mísseis de alcance intermédio dos Estados Unidos.

Assinado em 1987 entre os Estados Unidos e a União Soviética, o tratado INF foi muito elogiado por representar uma importante salvaguarda para a segurança global, uma vez que foram eliminados os mísseis balístico de menor alcance que levaram apenas alguns minutos para atingir os seus alvos. A remoção destas armas permitiria, em teoria, ter mais tempo para a tomada de decisões num caso de ataque. Além disso, o acordo estabeleceu que os países podiam inspecionar as bases militares do outro Estado.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Acordo para o Brexit está "prestes a ficar fechado"

A chanceler alemã, Angela Merkel, e o Presidente francês, Emmanuel Macron, disseram esta quarta-feira que um acordo para o Brexit está em finalização e poderá ser apresentado quinta-feira para aprovação no Conselho Europeu. "Quero acreditar que …

Em Chernobyl, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram para trás"

Chernobyl é, atualmente, a maior atração internacional da Ucrânia e o novo presidente, Volodymyr Zelenski, já apresentou um projeto para trazer ainda mais turistas. No entanto, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram …

Huawei afirma que a tecnologia 6G vai estar disponível daqui a 10 anos

O CEO da Huawei, Ren Zhengfei, assinalou, durante uma entrevista à CNBC, que a sua empresa está a trabalhar em redes móveis 6G, que estarão completamente desenvolvidas daqui a 10 anos.   "Trabalhámos em 5G e 6G …

Nazismo e comunismo classificados em pé de igualdade pelo Parlamento Europeu

No passado dia 19 de setembro, a União Europeia colocou comunismo e nazismo em pé de igualdade, depois de aprovar no Parlamento Europeu uma resolução condenando ambos os regimes por terem cometido "genocídios e deportações …

Conselho da Europa teme que polícia de Malta tenha “recusado provas” no caso da jornalista assassinada

Daphne Galizia era jornalista, acompanhava casos de corrupção no país e foi assassinada há dois anos. Pieter Omtzigt, relator do Conselho da Europa responsável pelo caso, diz que a abordagem da polícia e dos …

Itália quer mudar sede da final da Liga dos Campeões

A Itália quer que a final da Liga dos Campeões deste ano, marcada para o Estádio Olímpico Atatürk Olympic, mude de sede. Os últimos dias não têm sido fáceis para a UEFA. Depois dos incidentes racistas …

CNN coloca broa portuguesa entre os 50 melhores pães do mundo

A propósito das celebrações do Dia Mundial do Pão, que se celebra esta quarta-feira, a CNN fez uma lista com os 50 melhores pães do mundo e um deles é a broa portuguesa. A broa conhecida …

CP lança nova campanha: Lisboa-Porto por cinco euros e mais descontos até 80%

Há 10.300 bilhetes a custos muito reduzidos, anunciou a CP – Comboios de Portugal esta terça-feira. A nova campanha garante viagens nos comboios de longo curso Alfa Pendular e Intercidades “com 80% de desconto”, abrangendo …

"Níveis recorde". Glaciares suíços perderam 10% do seu volume nos últimos cinco anos

Os glaciares suíços perderam 10% do volume nos últimos cinco anos, a maior redução em cem anos, alertou esta terça-feira a Academia Suíça das Ciências. A Academia baseia-se nas medições feitas pelos peritos do painel intergovernamental …

Caso BPN. Relação condena dois dos absolvidos e agrava penas a outros dois

O Tribunal da Relação de Lisboa condenou esta quarta-feira dois dos três arguidos absolvidos no processo principal da falência do BPN, Ricardo Oliveira e Filipe Nascimento, e agravou as penas a dois dos 12 arguidos …