Schmidt encantado com Ricardo Horta e disposto a abrir cordões à bolsa

2

Hugo Delgado / Lusa

O novo treinador do SL Benfica, Roger Schmidt, ficou encantando com Ricardo Horta e estará disposto a abrir cordões à bolsa para o contratar.

Jogadores como Mehdi Taremi e Darwin Núñez têm sido repetidamente referenciados como alguns dos melhores jogadores da temporada em Portugal. No entanto, há um jogador que tem passado a despercebido aos mais desatentos: Ricardo Horta.

Esta temporada, o jogador do Sporting de Braga leva 21 golos marcados e dez assistências. Os números são impressionantes, mas a consistência de boas exibições já dura há um par de anos. Na época passada, o extremo esteve envolvido em 22 golos e, um ano antes, participou num total de 30 golos.

O SL Benfica, assim como outros clubes nacionais e internacionais, tem estado atento ao jogador de 27 anos que fez a sua formação precisamente no Seixal.

Escreve o Record que Roger Schmidt já deu a sua aprovação à contratação de Ricardo Horta. O novo treinador das ‘águias’ para a temporada que se avizinha observou alguns jogos do internacional português e terá ficado impressionado.

Com ainda três anos de contrato com os minhotos, Ricardo Horta tem uma cláusula de rescisão de 30 milhões de euros. Ainda assim, o Benfica espera fechar o negócio por uma verba a rondar os 15 milhões de euros, segundo o jornal desportivo.

Este é precisamente o valor que o Atlanta United, dos Estados Unidos, ofereceu em agosto do ano passado. Contudo, o próprio jogador viria a chumbar a transferência para a Major League Soccer.

Recentemente, em declarações à SIC Notícias, o presidente do Sporting de Braga, António Salvador, garantiu que Ricardo Horta vai continuar no clube na próxima época.

“Sobre o Ricardo Horta não tenho nada a comentar. O Ricardo Horta é um jogador do SC Braga que renovou contrato em outubro até 2026. […] Com certeza que vai continuar no SC Braga na próxima época”, disse o presidente dos minhotos.

“Não queremos negociar o jogador. Se quiséssemos negociar não tínhamos renovado o contrato quando ele tinha mais três anos de contrato e onde as partes concordaram que a continuação era o melhor para as duas partes”, acrescentou.

Miguel Cardoso, antigo colega de formação de Ricardo Horta no Benfica, disse que “é natural que haja interesse dos grandes” no jogador do Braga.

“São números incríveis. Não pode passar-se ao lado da carreira que tem feito. Transformou-se numa figura do clube, ganhou o seu espaço na história. Só posso falar de um trajeto muito bonito e digo, com toda a admiração, que espero que não fique por aqui”, disse Miguel Cardoso, agora ao serviço do Kayserispor

“É natural que haja interesse dos grandes de Portugal, mais ainda do Benfica. O SC Braga foi o passo mais bem dado por ele na carreira. Tem feito muito golos, mas ajuda a equipa muito para lá disso. É referência no balneário, é um capitão e um guerreiro”, acrescentou, citado pelo jornal A BOLA.

  Daniel Costa, ZAP //

2 Comments

  1. É o país que temos, não fora o possível interesse do Benfica e Ricardo Horta continuaria a ser um quase desconhecido. É no que dá uma imprensa desportiva exclusiva de clubes regionais. O moço, também desconhecido do seleccionador nacional. é um dos melhores futebolistas “portugueses” a atuar na Liga nos anos mais recentes. O talento sempre foi evidente, ganhou maturidade, mental e física, aquilo que chamo consistência. Gosto muito dele, as razões são várias, mas lamentarei se continuar neste país de futebol corrupto, para isso o melhor é continuar em Braga ou, mais acertadamente, transferir-se para SCP ou FCP, precisa apenas de adquirir competências como trapaceiro, o modelo de sucesso da Liga nacional, aquilo a que chamo o modelo aprovado “Apaf”.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.