SC Braga 2-1 FC Porto | Tri sobre o campeão garante pódio “guerreiro”

O Sporting de Braga bateu o campeão nacional, pela terceira vez nesta época, e termina por mérito próprio no terceiro lugar da Liga NOS 19/20. 

No entanto, o feito não foi isento de sofrimento, ou não tivesse o Porto dominado a Pedreira nos primeiros 45 minutos, para na segunda parte ser surpreendido por um conjunto que fez jus à alcunha que gosta de carregar. Os pupilos de Artur Jorge foram “conquistadores” e saíram da Liga em festa.

O jogo explicado em números

  • Os “dragões” entraram fortes na Pedreira, tão fortes que aos seis minutos já tinham marcado, por intermédio de Uribe, emendando um cruzamento de Corona já dentro da área arsenalista. O Porto chegava aos 10 minutos com os únicos dois remates e 76% da posse mas pagava um preço alto pela ousadia: Uribe, lesionado no lance do golo, dava lugar a Sérgio Oliveira aos 12 minutos.
  • Apesar do contratempo e das duas primeiras tentativas de remate caseiras, pouco mudou nas principais características do jogo. Os “dragões” chegavam aos 25 minutos com 80% da posse e com uma eficácia de passe acima dos 90%, isto apesar de não mais terem rematado à baliza de Matheus.
  • O FC Porto chegava ao intervalo na frente e com naturalidade, fruto de um claro domínio dos acontecimentos, começando pelo controlo da bola e da sua circulação. Não admirava por isso que os ratings fossem dominados pelos “dragões”, com cinco campeões no top-5. À cabeça surgia Alex Telles 6.5, que apesar de não ter tido intervenção directa no golo, ia personificando a qualidade de passe que os “azuis-e-brancos” demonstraram na primeira metade: 31 passes entregues em 33 (94%), 6 deles longos noutras tantas tentativas, e dois para duas das cinco finalizações com que os comandados de Sérgio Conceição foram para o descanso.
  • Artur Jorge demonstrava o seu descontentamento no regresso do intervalo, retirando André Horta e Pedro Amador e lançando Samuel Costa e Fabiano. Conceição trocava também Tiquinho por Zé Luís.
  • O Futebol é mesmo assim e o Braga regressou do intervalo capaz de não só somar o seu primeiro remate enquadrado como também convertê-lo no golo do empate. Ricardo Horta apanhou um alívio incompleto à entrada da área e bateu Diogo Costa para o empate, aos 54 minutos. Aos 58 Paulinho disparava o segundo enquadrado, também perigoso e aos 60 Diogo Costa impedia a reviravolta numa mancha a remate de Fransergio. Em poucos minutos os “guerreiros” igualavam os campeões em remates enquadrados e assinalavam a vontade de discutir o resultado.
  • Acabávamos de escrever as linhas anteriores e Fransergio rematava para a reviravolta aos 66′, a passe de Trincão. O Braga havia virado o resultado, o pendor ofensivo do jogo (4-3 em disparos enquadrados, todos na segunda parte) e 55% de posse. A segunda parte só dava Braga.
  • O jogo foi caminhando para o final sem momentos nucleares a mexer com a sua História, com os “guerreiros” a colherem os frutos da sua ambição após o apito final: o Braga assegurava o terceiro lugar e podia gabar-se de ter batido o novo campeão nacional em três ocasiões na época 2019/20.

O melhor em campo GoalPoint

Ricardo Horta ainda lhe robou a “pole” a meio da segunda parte mas no final seria mesmo o inevitável Alex Telles a fechar com o melhor rating da partida, com 6.9 . O brasileiro fechou o encontro liderando nos passes para finalização (4), nos dribles eficazes (2) e ainda nos desarmes (4) ou seja, essencial nas nas duas dimensões do jogo. Qualquer portista sabe que, caso Telles diga adeus ao Dragão, será muito difícil de substituir. O brasileiro esclareceu hoje, mais uma vez, os que ainda não tenham noção dessa realidade.

Jogadores em foco

  • Ricardo Horta 6.9 – A saída do irmão ao intervalo não o fez esmorecer: abriu caminho à reviravolta com um golo de fora da área e até podia ter bisado, ao desperdiçar uma ocasião ainda mais flagrante que essa. Terminou na liderança do jogo em passes para finalização (4) e intercepções (4).
  • Matheus 6.4 – O guardião bracarense fez a sua parte na hora de manter os colegas em jogo até estes serem capazes de o virar. Terminou com quadro defesas, duas delas a remates já dentro da sua área.
  • Otávio 6.5 – Merecedor de destaque recorrente nas nossas análises, pelo trabalho que oferece à equipa, Otavinho voltou a merecer menção, ao entregar 53 passes (90%), somar 2 dribles eficazes (ambos no último terço ofensivo) e ainda três desarmes.
  • Diogo Leite 6.4 – Imperial sobretudo na primeira parte, ao nível do passe, o central terminou com 94% de passes entregues (em 70) e liderando (com larga vantagem) o ranking de jogadores com mais passes progressivos: somou 19. Pelo ar também não esteve mal: ganhou “apenas” cinco dos cinco duelos aéreos defensivos que travou.
  • Diogo Costa 6.3 – É certo que foi batido duas vezes mas o jovem guardião foi até onde pôde para evitar uma reviravolta bracarense ainda mais rápida, terminando com apenas menos uma defesa que as somadas por Matheus (3).

Resumo

PARTILHAR

RESPONDER

O Bosão de Higgs foi apanhado a fazer algo inesperado

Uma equipa de cientistas do Laboratório Europeu de Física de Partículas (CERN) observou o Bosão de Higgs, a fazer algo inesperado: à medida que caía, esta parecia decompor-se numa combinação inesperada de partículas. De acordo com …

Feitos de estrelas. Os nossos ossos são compostos por estrelas que explodiram

Uma nova investigação concluiu que metade do cálcio do nosso Universo é oriundo de uma supernova rica em cálcio, que explodiu há milhões de anos. O novo estudo, cujos resultados foram esta semana publicados na revista …

"Monarquia criminosa". Parlamento declara Catalunha republicana e não reconhece o rei

O Parlamento catalão aprovou esta sexta-feira uma resolução na qual declara que “a Catalunha é republicana e, portanto, não reconhece nem quer ter um rei”, rotulando a monarquia de “criminosa”. A resolução foi aprovada em sessão …

Novo método deteta metais tóxicos em alimentos e água em apenas algumas horas

Uma equipa de cientistas da Universidade de Joanesburgo, na África do Sul, desenvolveu um método sensível para detetar níveis perigosos de metais pesados em alguns alimentos e água. Os vestígios de metais como chumbo (Pb), arsénico …

Meghan Markle vence primeira batalha judicial contra jornal britânico

A Duquesa de Sussex conseguiu que o Tribunal Superior de Londres optasse por manter anónima a identidade das suas cinco amigas, como parte da ação legal que está a ser levada a cabo. O 39º aniversário …

Cientistas obrigados a rebatizar dezenas de genes humanos. A culpa é do Excel

Só no ano passado, os cientistas viram-se obrigados a mudar os nomes de 27 genes humanos por causa de um erro de leitura do Microsoft Excel. Tal como explica o portal The Verge, que avança …

"Vai continuar a queimar". Covid-19 é mais parecida com um fogo florestal do que com ondas e picos

Com o surgimento do novo coronavírus no mundo, vários especialistas previam que este iria surgir em ondas e picos. Agora a visão de futuro é outra e os especialistas dizem que a pandemia se compara …

Mudanças climáticas podem vir a causar mais mortes do que a covid-19, alerta Bill Gates

  As mudanças climáticas podem custar muito mais vidas nas próximas décadas do que a pandemia do novo coronavírus (covid-19). O alerta é do co-fundador da Microsoft, Bill Gates, que, através de uma reflexão no seu …

Descoberta a primeira disrupção gigante nas nuvens de Vénus

Uma equipa internacional de cientistas, que incluiu um investigador do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA), descobriu a "primeira disrupção gigante" nas nuvens de Vénus que tem fustigado as zonas profundas da atmosfera …

TVI aposta em estúdio a Norte. Nuno Santos quer Informação mais ao estilo da SIC Notícias do que da CMTV

O diretor-geral da TVI, Nuno Santos, afirmou, em entrevista ao jornal Público, que a estação de Queluz de Baixo vai apostar num estúdio no Norte, revelando ainda que pretende mudar a Informação do canal mais …