Após cinco anos de conflito, Rússia e Ucrânia trocam 70 prisioneiros

Gabinete Presidencial de Imprensa e Informação da Rússia

O presidente da Rússia, Vladimir Putin

A Rússia e a Ucrânia têm em marcha a troca de 70 prisioneiros, sendo esta a primeira operação do género desde o início da crise entre os dois países, em 2014.

Citada pela AFP, fonte do Governo ucraniano indicou que 35 pessoas de cada uma das partes integram esta troca de prisioneiros que era aguardada pela Ucrânia. Estes números incluem os 24 marines ucranianos capturados no ano passado pela Rússia, segundo indicou o advogado que representa os militares.

Na quinta-feira, o Presidente russo, Vladimir Putin, anunciou a conclusão para breve de uma troca “em grande massa” de prisioneiros com a Ucrânia, uma medida que assinala um declínio nas tensões entre os dois países.

“Estamos a aproximar-nos da finalização das negociações”, indicou Putin no Fórum Económico do Oriente. “Será uma normalização completa das nossas relações. É inevitável. Somos duas partes da mesma pessoa“, referiu o Presidente russo.

Dois autocarros foram vistos a sair hoje da prisão de alta segurança de Lefortovo, em Moscovo, marcando o início desta troca de prisioneiros entre os dois países. As imagens foram transmitidas em direto pela televisão estatal russa.

Em julho, o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, propôs à Rússia trocar o cineasta ucraniano Oleg Sentsov, condenado a 20 anos de prisão por Moscovo, pelo jornalista Kirill Vyshinskiy julgado por “alta traição” em Kiev.

No entanto, no passado dia 28 de agosto, um tribunal ucraniano libertou o jornalista, que estava detido há mais de um ano. Vyshinskiy, de dupla nacionalidade ucraniana e russa, coordenador da redação de Kiev da agência estatal russa RIA-Novosti, estava detido desde que tinha sido julgado e condenado por acusações de traição, em maio de 2018, tendo agora saído em liberdade condicional.

União Europeia e Estados Unidos saúdam decisão

A alta representante para a Política Externa da União Europeia, Federica Mogherini, saudou a troca de prisioneiros e pediu aos dois países que continuem a avançar neste caminho.

“Esta libertação revela a determinação daqueles que trabalharam incansavelmente para este resultado, incluindo a sociedade civil, ativistas e especialistas legais”, afirmou Mogherini num comunicado.

A chefe da diplomacia europeia acrescentou que “a União Europeia espera que todas as partes aproveitem este impulso” para continuar a avançar no caminho do diálogo.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, também saudou esta decisão da Rússia e da Ucrânia, considerando que pode ser o primeiro “passo de gigante” para a paz entre os dois países.

Na sua conta do Twitter, Trump adiantou que a troca de prisioneiros “pode ser o primeiro passo de gigante para a paz”, felicitando os dois países em conflito há cinco anos. “É uma notícia muito boa“, acrescentou.

Também o enviado norte-americano para as negociações ucranianas, Kurt Volker, se mostrou “muito satisfeito por ver os soldados ucranianos de regresso a casa e a troca de prisioneiros Ucrânia – Rússia”.

Na sua conta na mesma rede social, Volker disse ainda esperar que esta medida “contribua para uma nova dinâmica para outras trocas de prisioneiros, um renovado cessar-fogo e progressos na implementação completa dos acordos de Minsk”, assinados em 2015.

O conflito entre os dois países intensificou-se em 2014, quando a Rússia anexou a península da Crimeia. Desde então, dezenas de ucranianos e de russos foram detidos por acusações de traição ou de incitamento ao separatismo.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Parasitas" vai ter uma série na HBO. E já são conhecidos dois nomes do elenco

A produção sul-coreana de Bong Joon Ho, especialmente condecorada pela Academia, merece agora uma adaptação para a televisão pelas mãos da HBO. A série televisiva de "Parasitas" foi anunciada em janeiro e a produção está encarregue …

O carregador do seu smartphone é mais potente do que o computador da Apollo 11

Não restam dúvidas de que a informática deu um passo gigante em termos de evolução nos últimos 50 anos. Agora, um engenheiro de software descobriu que até mesmo o carregador do seu smartphone é mais …

Tribunal suspende construção da Gigafactory na Alemanha

Um tribunal alemão ordenou à Tesla, este domingo, a suspensão das obras da sua fábrica "Gigafactory" por questões ambientais. Em novembro do ano passado, Elon Musk, presidente executivo da Tesla, anunciou que a Alemanha tinha sido …

Novos semáforos da Índia ficam vermelhos quando os condutores buzinam

A Polícia de Mumbai, na Índia, instalou detetores de ruído em vários semáforos de cruzamentos importantes da cidade, visando reduzir a poluição sonora. Agora, quanto mais os condutores buzinam, mais tempo a luz se mantém …

Polícia de Hong Kong procura autores de roubo de papel higiénico

Um camião que transportava papel higiénico foi, esta segunda-feira, alvo de um assalto à mão armada em Hong Kong, onde a escassez do produto motivou uma corrida ao comércio local. As autoridades informaram que um motorista …

Centeno considera gravações de Varoufakis "politicamente lamentáveis"

O presidente do Eurogrupo considerou, esta segunda-feira, a atitude do antigo ministro das Finanças grego, que gravou reuniões do fórum de ministros das Finanças da zona euro, "politicamente lamentável". "Honestamente, não tenho comentários a fazer sobre …

Elton John obrigado a interromper concerto devido a crise de pneumonia

O cantor britânico foi obrigado a interromper um concerto, na Nova Zelândia, devido a um diagnóstico de pneumonia atípica. No último domingo, o cantor britânico Elton John interrompeu um concerto no Auckland’s Mount Stadium, na Nova …

Tancos. Coronel da GNR nega pacto de silêncio

O ex-diretor de investigação criminal da GNR disse, esta segunda-feira, desconhecer qualquer pacto de silêncio com a Polícia Judiciária Militar que envolvesse a colaboração na investigação do furto das armas de Tancos. Na sessão desta segunda-feira …

Anel de curso perdido nos EUA encontrado 47 anos depois na Finlândia

Um anel de curso de um liceu nos Estados Unidos, perdido em 1973, foi agora descoberto numa floresta da Finlândia. De acordo com o The Guardian, Debra McKenna perdeu o anel de curso do marido em …

Apresentadas mais de 50 queixas contra post de André Ventura sobre Joacine Katar Moreira

A Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial (CICDR) já recebeu mais de 50 queixas devido à publicação na qual o deputado do Chega sugeria devolver Joacine Katar Moreira ao seu país de origem. Em …