Rússia estuda lei que prevê multas até 3000 euros por “propaganda da homossexualidade”

7

Espera-se que a lei seja discutida no Parlamento russo após a retoma das sessões, suspensas para as férias de verão.

O Parlamento russo está a analisar um projeto de lei que estabelece multas entre os 50.000 e 200.000 rublos (800 e 3000 euros) por “propaganda da homossexualidade” no país, revelou na quarta-feira um dos autores da iniciativa.

O deputado Alexandr Jinshtein divulgou na rede social Telegram que o respetivo projeto de lei, que prevê “punições administrativas para a propaganda de homossexualidade e pedofilia”, foi enviado ao governo para revisão.

“Atualmente esta punição está prevista apenas para a propaganda da homossexualidade entre menores“, referiu, acrescentando que os deputados pretendem “estendê-la a qualquer propaganda de relações sexuais não tradicionais, independentemente da idade”.

Espera-se que a lei seja discutida no Parlamento russo após a retoma das sessões, suspensas para as férias de verão. No caso de o crime ser cometido por uma pessoa jurídica, a multa pode chegar a um milhão de rublos (cerca de 16.000 euros), segundo o texto.

Ao mesmo tempo, caso as violações da lei forem cometidas por estrangeiros, estes podem enfrentar prisão administrativa ou até deportação.

Em 2013, a Rússia aprovou uma lei controversa que proíbe a “propaganda da homossexualidade” junto de menores, que foi criticada por várias organizações de direitos humanos.

  // Lusa

7 Comments

  1. Até um relógio avariado está certo 2 vezes por dia. E neste caso, a Rússia está certa. Que as pessoas homossexuais tenham os mesmos direitos de todos os demais, é óbvio. Mas propagandear a homossexualidade como uma coisa normal, é completamente aberrante.

    • Portanto informar e educar as pessoas que a homossexualidade existe é aberrante? Combater a ignorância é aberrante? Perpetuar a ignorância (aquilo que a Rússia defende) é a melhor maneira de evitar que “pessoas homossexuais tenham os mesmos direitos de todos os demais”. Além de que ninguém decide ser homossexual devido a “propaganda”. Isso é um mito que reina entre os ignorantes, tais como os que defendem esta lei… aberrante!

  2. Artigo 21 da Constituição , responde claramente aos direitos destas classes de Pessoas ! …..Torna-se no entanto , fastidioso de ter que aturar tanto proselitismo Social continuo , do movimento LGTB , quase ser-mos por Natureza Heterossexuais faz de nos os “Anormais” !

  3. Um bom país para a Bia Ferreira, a artista que vai à Festa do Avante “dar voz à comunidade LGBTQIA+, contra o racismo e a xenofobia”. É tão confortável ser-se revolucionário em países democráticos!

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.