Rovisco Duarte barrou PJ durante 5 horas após recuperação das armas de Tancos

(dr) presidencia.pt

O ex-Chefe do Estado-Maior do Exército, General Rovisco Duarte.

O ex-Chefe de Estado-Maior do Exército, general Rovisco Duarte, proibiu a entrada da Polícia Judiciária na base de Santa Margarida, no dia em que apareceram as armas roubadas em Tancos. Os inspectores só conseguiram entrar no campo militar após cerca de cinco horas à espera.

Este dado é avançado pelo jornal Expresso que salienta que Rovisco Duarte, que nesta semana se demitiu do cargo de Chefe de Estado-Maior do Exército (CEME), deu ordens para que a Polícia Judiciária (PJ) só entrasse com um mandado judicial no Campo Militar de Santa Margarida (CMSM), onde estavam guardadas as armas roubadas em Tancos, após terem sido encontradas na Chamusca.

A informação consta do documento entregue no Ministério Público (MP) pelo ex-chefe de gabinete de Azeredo Lopes, que se demitiu do cargo de ministro da Defesa. O “memorando” entregue pelo tenente-general Martins Pereira inclui uma “fita de tempo” que “descreve os passos da recuperação das armas”, de acordo com o que apurou também o Diário de Notícias (DN).



Martins Pereira recebeu esse “memorando” do então director da Polícia Judiciária Militar (PJM), o coronel Luís Vieira, e do ex-porta-voz dessa força policial, o major Vasco Brazão, ambos envolvidos na investigação judicial ao processo de recuperação das armas.

O documento divulgará a verdade do que aconteceu, incluindo, nomeadamente, “a condição, alegadamente imposta por um dos presumíveis autores do assalto”, de que a PJ deveria “ser afastada” do processo de entrega das armas, como cita o DN.

Na “fita de tempo” dos acontecimentos, está inscrito que o próprio general Rovisco Duarte proibiu a entrada dos inspectores da PJ no CMSM, quando estes quiseram averiguar as armas que tinham sido recuperadas.

A PJM resgatou o material de guerra roubado em Tancos na madrugada de 18 de Outubro, mas só informou o Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) e a PJ desse facto por volta das 10 da manhã desse dia, como constata o Expresso.

Quando os agentes da Unidade Nacional de Contra-Terrorismo (UNCT) da PJ chegaram a Santa Margarida, para ver as armas recuperadas, foram proibidos de entrar e só o conseguiram fazer cerca de cinco horas depois, quando o comandante do Campo Militar recebeu um despacho judicial.

O gabinete de Rovisco Duarte, quando ainda estava em funções como CEME, negou este dado, garantindo ao Expresso que o general “não teve interferência sobre esta questão”.

O que é certo é que o episódio contribuiu para agravar as suspeitas quanto à actuação dos militares neste processo. Essas suspeitas confirmaram-se depois, com uma chamada anónima apontando para a encenação preparada pela PJM, em conjugação com o suspeito do assalto, para a recuperação das armas.

PSD estranha “dissonância de explicações”

Entretanto, o PSD critica a forma como Rovisco Duarte se demitiu, nomeadamente a “dissonância de explicações” que apresentou.

“O CEME alegou aos órgãos de soberania que saía por razões de natureza pessoal e disse aos seus pares do Exército que saía por razões de natureza política“, frisa o líder parlamentar do PSD, Fernando Negrão, considerando que “este é um facto da maior gravidade”, conforme declarações citadas pelo Correio da Manhã.

O PSD equaciona, assim, chamar ao Parlamento o novo ministro da Defesa, João Gomes Cravinho, para dar explicações, prometendo ir “até às últimas consequências” no caso de Tancos, como nota Negrão.

João Gomes Cravinho designou, entretanto, o tenente-general José Nunes da Fonseca como novo CEME. A escolha deverá agora ser formalmente aprovada e anunciada pelo Presidente da República.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. O exercito português atravessa uma das crises mais profundas de sempre. Se houvesse um conflito (oxalá que não) estes militares de comando sentiriam na pele os efeitos da sua fraqueza dirigente, que é por demais evidente. Que pena e que apreensão, num país que sempre se pautou pela grandeza dos seus militares.

  2. Pois é…
    O caso de Tancos (diria TAMANCOS) tem muito que se lhe diga.
    Não sei quais as responsabilidades do ex- Ministro da Defesa (que, de qualquer modo, andou mal…).
    Sei que a hierarquia está QUASE TODA metida na trapalhada.
    Acusarem o Ministro da Defesa de ser responsável pelos actos dos militares é
    IGNORÂNCIA, DESONESTIDADE OU AS DUAS COISAS.
    Trata – se de crimes que envolvem vários graus da hierarquia…
    Não é de uma compra de feijão ou de cintos…, LOGO, a hierarquia, COMO SE VÊ, JÁ VAI NO CHEFE DO ESTADO MAIOR DO EXÉRCITO.
    NESSA CADEIA HIERÁRQUICA SEGUE – SE O COMANDANTE CHEFE DAS FORÇAS ARMADA E……..O PR (NÃO É ELE O SUPREMO COMANDANTE DAS FORÇAS ARMADAS?) PORQUE É QUE JULGAM QUE, AO CONTRÁRIO DOS INCÊNDIOS EM QUE METEU O BEDELHO EM TUDO E FEZ ATÉ UMA SACANICE AO PM, AGORA ESTÁ CALADO E DEIXA CAIR O MINISTRO QUE NÃO COMANDA NNNNNNAAAAAADDDDDDAAAAA NAS FORÇAS ARMADAS…PORQUE NÃO VAI O PR TIRAR SELFIES PARA TANCOS, CHAMUSCA, LOULÉ, ETC?????!!!!

  3. O país está a ficar nas mãos de gente que de importantes têm os títulos de doutores ou galões de generais mas que na prática grande parte deles são uns analfabetos no conhecimento da vida, arrogam-se em poderosos atrás de tais títulos como se fossem donos disto tudo, meninos mimados em jovens onde nunca lhes foi exigido qualquer esforço e alguns deles sobem na vida há custa de subornos e compadrios, triste ver o país caminhar no caminho da corrupção, mais parece um país sul-americano.

RESPONDER

Stefano Pioli propõe regra de basquetebol que contribui para um "futebol de ataque"

O treinador do Milan, Stefano Pioli, propõe uma alteração nas regras do futebol que promete revolucionar o desporto rei. De forma semelhante ao basquetebol, uma vez dentro do meio campo adversário, as equipas não poderiam voltar …

Um dos maiores sites de dados sobre a covid-19 na Austrália é, afinal, gerido por adolescentes

Aproveitando o momento em que passaram a integrar as estatísticas que os próprios fazem chegar diariamente à população australiana, o grupo de três jovens revelou a sua identidade para surpresa de muitos dos seus seguidores. …

Mais cinco mortes e 713 casos confirmados em Portugal

Portugal registou, este sábado, mais cinco mortes e 713 casos confirmados de covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este sábado registaram-se mais cinco mortes e 713 novos casos …

Dirigente da Huawei detida no Canadá pode voltar à China após acordo com EUA

A justiça dos EUA aceitou hoje o acordo entre o Departamento da Justiça e a Huawei, que vai permitir à filha do fundador e diretora financeira do conglomerado chinês de telecomunicações regressar à China. Uma juíza …

Depois do coro de críticas, brasões da Praça do Império passam do jardim para a calçada

Os brasões florais que representam as capitais de distrito e as ex-colónias portuguesas vão mesmo ser retirados da Praça do Império, em Lisboa, mas passarão a estar representados em pedra da calçada. É a solução …

Vulcão, La Palma

Aeroporto de Las Palmas inoperacional devido à acumulação de cinzas

O aeroporto de La Palma, na Ilha de Tenerife, nas Canárias, está inoperacional por acumulação de cinzas, resultante da erupção do vulcão Cumbre Vieja, informou hoje a empresa gestora dos aeroportos e do tráfego aéreo …

Siza Vieira reforça que é "trabalho" dos Bancos discutir com os clientes o reembolso das moratórias

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, reforça que cabe aos Bancos "discutir com os seus clientes que têm moratórias nos sectores mais afectados" pela pandemia o reembolso das dívidas após o fim destes mecanismos …

Domingos Soares de Oliveira de saída do Benfica

Além de João Varandas Fernandes e José Eduardo Moniz, o administrador Domingos Soares de Oliveira também não vai integrar a lista de Rui Costa para as próximas eleições. Rui Costa confirmou na terça-feira que é candidato …

Depois do Bayern, Barcelona também está atento a Luis Díaz

Luis Díaz continua a somar boas exibições e clubes interessados na sua contratação. Agora fala-se do desejo do Barcelona em contratar o colombiano em janeiro. Luis Díaz atravessa um momento de forma excecional ao serviço do …

Fuse Valley, Matosinhos

Está a nascer em Matosinhos a Silicon Valley portuguesa (e até Siza Vieira está "espantado")

O "Fuse Valley" promete ser a Silicon Valley portuguesa, em Matosinhos, num empreendimento inovador da Farfetch e da Castro Group que até deixa o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, "espantado". A abertura está prevista …