Rio revelou mais 51 candidatos às autárquicas. José Manuel Silva na corrida a Coimbra

Manuel de Almeida / Lusa

O presidente do PSD, Rui Rio, apresentou esta sexta-feira, em Coimbra, novos 51 candidatos do partido às próximas eleições autárquicas.

Na semana passada, o PSD divulgou cerca de 100 candidatos, divididos em duas categorias: 23 novidades, em câmaras onde o partido não é poder, e uma lista de 77 autarcas em exercício de funções que se podem recandidatar, embora alguns já tenham dito ser prematuro o anúncio de que voltarão a estar na corrida autárquica.

A estes, juntam-se os dois nomes mais mediáticos já confirmados como candidatos do PSD no final de fevereiro: o ex-comissário europeu Carlos Moedas, a Lisboa, e o ex-líder parlamentar e vice-presidente da Assembleia da República Fernando Negrão, a Setúbal.



Entre os candidatos homologados a municípios onde o PSD não é poder, contam-se, por exemplo, o ex-líder da distrital de Setúbal Bruno Vitorino ao Barreiro, Nuno Matias para Almada, Nelson Baptista em Loures ou Bruno Fernandes a Guimarães.

Integram a lista de potencias recandidatos a presidentes de Câmara Carlos Carreiras em Cascais, Ricardo Rio em Braga, Salvador Malheiro em Ovar, Ribau Esteves em Aveiro ou Almeida Henriques em Viseu.

“São presidentes de câmara que se podem recandidatar na hora e momento que desejarem porque têm homologação garantida da direção nacional”, anunciou então o secretário-geral e coordenador autárquico nacional do PSD, José Silvano, em conferência de imprensa na sede nacional do partido.

José Silvano assegurou então que todos os candidatos autárquicos do PSD serão conhecidos até 31 de março e afirmou que, dos 308 processos, apenas “em menos de uma dezena” haverá discordância entre as estruturas locais ou regionais e a direção nacional.

Um dos casos assumidos foi precisamente o de Coimbra. O líder do PSD anunciou sem surpresas, como concorrente à Câmara José Manuel Silva, que, em 2017, interrompeu a militância laranja para encabeçar o movimento independente “Somos Coimbra”.

O ex-bastonário da Ordem dos Médicos conseguiu, então, eleger dois vereadores (16,1%), escolha da Comissão Política Nacional feita à revelia da concelhia do PSD/Coimbra, que tinha aprovado o médico e ex-deputado Nuno Freitas, atitude considerada ” errado e desrespeitosa”.

“Procuro o candidato adequado às circunstâncias”, referiu Rio, que salienta estar convicto que José Manuel Silva será capaz de encabeçar uma lista ganhadora.

Entre os 51 nomes divulgados esta sexta-feira, o líder social-democrata destacou o nome do candidato a Évora, Henrique Sim Sim, que profetizou em tom de brincadeira “irá ganhar duas vezes”.

Na Guarda, o candidatura é o atual presidente da Câmara, Carlos Chaves Monteiro, que vai a votos pela primeira vez após ter assumido o cargo em substituição do autarca eleito Álvaro Amaro, que deixou a autarquia para ser eurodeputado.

Em Matosinhos, o candidato será Bruno Pereira, líder da concelhia do PSD local.

Após ter lamentado haver poucas mulheres disponíveis para as próximas autárquicas, Rui Rio anunciou Maria Amélia Ferreira como o trunfo para as eleições no Marco de Canaveses.

Em Portalegre, também vai a votos outra mulher: Fermelinda Carvalho, que é atual presidente da Câmara de Arronches.

Já em Estremoz o escolhido é José Manuel Roquette, diretor clínico do Hospital da Luz, em Lisboa, que regressa à terra natal.

Rui Rio já apresentou 50% dos candidatos às autárquicas de outubro e avalia como o processo de escolha de candidatos como “positiva face ao normal”, mas “não isenta de problemas”, num ou noutro caso.

Em 2017, o PSD teve o seu pior resultado autárquico (e que levou à demissão do então presidente Pedro Passos Coelho). Há quatro anos os sociais-democratas perderam oito câmaras em relação a 2013 e viram o PS reforçar a liderança autárquica, que passou a liderar 161 câmaras por todo o país (mais 11 que em 2013), 159 sozinho e duas em coligação.

Os sociais-democratas conseguiram há quatro anos 98 presidências de câmara (79 sozinhos e 19 em coligação), embora sem grandes variações em termos de votos e percentagens em relação a 2013, tendo somado, sozinho, 16,08% dos votos (em 2013 foram 16,70%).

Plano tem “balizas certas”

Rui Rio afirmou ainda que o plano de desconfinamento do Governo tem “as balizas certas” e segue uma metodologia defendida pelos sociais-democratas, mas admitiu que teria sido mais prudente na reabertura das escolas do 1.º ciclo.

“Relativamente à decisão em concreto para segunda-feira, teria sido um pouco mais prudente na questão das escolas e não teria incluído já o primeiro ciclo. Atrasaria por 15 dias a abertura do primeiro ciclo”, afirmou Rio.

O líder do PSD manifestou a concordância com a metodologia em que assenta o plano apresentado na quinta-feira pelo primeiro-ministro, faseada e com base em indicadores definidos por especialistas.

“É uma metodologia que já deveria ter sido adotada há mais tempo, mas é melhor agora que nunca. O país tem as balizas certas para saber como vai evoluir”, afirmou, acrescentando que os sociais-democratas já defendiam que a reabertura gradual teria de ser baseada em critérios objetivos.

Ana Isabel Moura Ana Isabel Moura, ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Taxa de vacinação completa no distrito de Bragança superior à média nacional

A taxa de vacinação completa contra a covid-19 no distrito de Bragança é superior à média nacional, com 19,3% da população com duas doses, enquanto no país o valor é de 13,5%, segundo dados oficiais. A …

Praias. Regras mais apertadas e multas já a partir de amanhã

A partir desta quarta-feira, entra em vigor o decreto de lei que regula o acesso, a ocupação e a utilização das praias no contexto da pandemia. Quem não cumprir as regras está sujeito a coimas …

Guimarães deixa de pagar a taxa do lixo na fatura da água

Guimarães vai alargar o sistema de recolha de lixo "Pay-as-you-throw", em que o utilizador só paga o lixo que produz. O sistema de recolha de lixo em que o utilizador só paga o que produz vai …

Fundo de Resolução informará Governo nos próximos dias sobre valor da injeção

O presidente do Fundo de Resolução antecipou esta terça-feira que "nos próximos dias" conta informar o Governo sobre o valor que a instituição considera que o Novo Banco deve receber em relação a 2020. Luís Máximo …

Portugal "lutará até ao último minuto" pelo pacto migratório, diz Santos Silva

A presidência portuguesa do Conselho "lutará até ao último minuto do seu mandato" por um acordo sobre o Pacto para as Migrações e Asilo proposto pela Comissão Europeia, garantiu esta terça-feira no Parlamento Europeu o …

"Lei errada" permitiu a municípios travarem "infraestrutura de importância nacional"

O ministro das Infraestruturas reiterou, esta terça-feira, que os municípios que seriam afetados pelo aeroporto do Montijo "travaram novamente uma infraestrutura de importância nacional", devido a uma "lei errada", que já devia ter sido alterada. "Os …

Fuzileiro naval detido por participar na invasão ao Capitólio

Um fuzileiro naval dos Estados Unidos, no ativo, foi detido na semana passada por ter participado na invasão ao Capitólio. É acusado de agredir vários agentes policiais dentro e fora do edifício. Christopher Warnagiris, um oficial …

Rui Moreira vai a julgamento no caso Selminho

O presidente da Câmara do Porto vai a julgamento no processo Selminho, no qual é acusado de favorecer a imobiliária da família, da qual era sócio, em detrimento do município, decidiu o Tribunal de Instrução …

Espanha enviou de volta para Marrocos 2.700 pessoas que entraram em Ceuta

Cerca de 2.700 dos seis mil migrantes que entraram ilegalmente em Ceuta nas últimas horas já foram devolvidos a Marrocos, anunciou esta terça-feira o ministro do Interior espanhol, Fernando Grande-Marlaska. A fronteira de Tarajal, que separa …

Estudo do INSA aponta para redução de anticorpos três meses após infeção

A segunda fase do Inquérito Serológico Nacional (ISN) covid-19 alerta para a redução de anticorpos contra o vírus SARS-CoV-2 três meses após a infeção e defende a vacinação em pessoas anteriormente infetadas, segundo o relatório …