Rio Ave vs Benfica | “Águia” a um voo do tetra

goalpoint-rio-ave-benfica-liga-nos-201617-1068x522

O Benfica deu um passo de gigante rumo à conquista do tetracampeonato. A formação “encarnada” foi a Vila do Conde vencer por 1-0, golo de Raúl Jímenez, fruto de uma segunda parte de intenso domínio e pressão atacante – apesar da sorte que teve nos instantes finais.

Um desfecho que lhe permitiu aumentar para cinco os pontos de vantagem sobre o FC Porto e ficar a apenas uma vitória de garantir matematicamente o título. Pode ser já no próximo fim-de-semana, em casa, com o V. Guimarães.

O Jogo explicado em Números

  • Arranque relativamente equilibrado, com o Benfica a registar 56% de posse de bola nos dez minutos iniciais e com Jonas a dar mostra de querer decidir o jogo, com os dois primeiros disparos das “águias”, um deles enquadrado, para defesa de Cássio.
  • Tendência de equilíbrio manteve-se e, aos 20 minutos, ambas as equipas tinham 50% de posse, embora os “encarnados” somassem já quatro remates, apenas um enquadrado: Jonas foi o responsável pelos três primeiros, Rafa pelo quarto; Gil Dias fez o disparo dos da casa.
  • Aos poucos o Benfica tomou conta do jogo e, por volta dos 35 minutos, registava já 55% de posse, oito remates, quatro deles enquadrados (quatro de dentro da área) e 86% de passes certos. Cássio tinha já quatro defesas com o seu nome.
  • Benfica com mais faltas cometidas antes do descanso (11 contra sete), facto certamente relacionado com a menor capacidade nos duelos individuais, com os homens da casa a registarem 64% de eficácia neste capítulo.

Jogo complicado para o Benfica, como se previa, apesar do domínio “encarnado”, com 54% de posse, oito remates contra três, quatro deles enquadrados. Com quatro defesas, Cássio era, nesta altura, o melhor em campo, com um GoalPoint Rating de 6.4.

Duas dessas defesas foram a remates de dentro da área, sendo a primeira, a disparo de Jonas, a mais complicada. Destaque também para Pizzi, o melhor dos visitantes, também com um rating de 6.4, mas umas centésimas abaixo.

  • Recomeço praticamente com uma grande oportunidade para Raúl Jiménez, e com mais uma bela defesa de Cássio. Nos primeiros dez minutos do segundo tempo o Benfica registou 77% de posse, fruto de uma grande pressão, um remate (enquadrado) e 61% de duelos ganhos, estando aqui a diferença para os números do primeiro tempo.
  • Aos 59 minutos, Heldon fugiu pela esquerda e rematou pouco ao lado, na melhor ocasião para o Rio Ave. A entrada de Rúben Ribeiro, aos 58 minutos, deu um ímpeto maior aos vila-condenses, mas o Benfica estava afoito e, por volta dos 65 minutos, já registava sete remates no segundo tempo, num total de 15, sete enquadrados.
  • Apesar da maior ambição do Rio Ave nesta fase, os remates não saíam, e registava apenas dois no segundo tempo até ao golo do Benfica, que surgiu aos 75 minutos. Num rápido contra-ataque, Salvio assistiu Raúl Jiménez, que não falhou isolado perante Salvio. Foi ao 16º remate dos visitantes, o oitavo enquadrado. Foi o segundo remate do mexicano, o segundo enquadrado – Jonas, por exemplo, tinha seis nesta altura, apenas dois com boa direcção.
  • O Rio Ave partiu para o ataque à procura do empate, mas o Benfica conseguiu conter o avanço contrário, com excepção para um lance, aos 87 minutos, em que Heldon acertou no ferro, num remate à entrada da pequena área. Benfica acabava o jogo com “estrelinha”.

O Homem do Jogo

Enorme jogo de Pizzi. Quando foi preciso, o médio benfiquista voltou a ser decisivo, pelo grande jogo táctico que fez. Terminou com um GoalPoint Rating de 8.0, por ter dominado em vários detalhes importantes do jogo.

Fez três remates, dois enquadrados (só Jonas e Jiménez acertaram tanto com a baliza contrária), todos eles de fora da área; acertou 55 passes, o máximo do jogo; foi, à excepção dos guarda-redes, quem mais passes longos tentou, 15, tendo acertado dez; tocou 93 vezes na bola, novamente o máximo da partida; e fez sete desarmes, apenas batido pelos oito de Grimaldo.

https://twitter.com/_Goalpoint/status/861324254138294272

Jogadores em foco

  • Cássio 7.6 – A última barreira para o ataque do Benfica, e foi, de facto um muro. Fez quatro defesas na primeira parte, três na segunda, num total de sete, quatro delas a remates dentro da grande área. Evitou números maiores para os visitantes.
  • Raúl Jiménez 7.3 – Decidiu a partida, com o único golo da noite. Enquadrou os dois remates que realizou e foi importante pela mobilidade que emprestou ao ataque da equipa lisboeta. Fez ainda um passe para finalização e dois desarmes.
  • Franco Cervi 5.9 – O seu rating talvez não faça justiça ao bom jogo do argentino mas nem tudo o que é bom é estatistico. Foi tacticamente muito importante, com dois dribles eficazes em seis, um deles dentro da área, recuperou seis vezes a bola, fez dois desarmes e duas intercepções. E ainda dois passes para finalização.
  • Grimaldo 6.6 – Mais um bom jogo do espanhol. Fez três passes para ocasião e tocou 83 vezes na bola, só abaixo de Pizzi neste pormenor. Perdeu 23 vezes a bola, é certo, mas foi quem mais desarmes realizou no jogo, oito, e fez ainda cinco intercepções.
  • Gil Dias 6.0 – Estava a ser um dos melhores do Rio Ave quando saiu para dar lugar a Rúben Ribeiro, aos 58 minutos. É um jogador eminentemente ofensivo, mas terminou a partida com seis desarmes sem sequer completar uma hora em campo. Registou ainda três intercepções, teve sucesso nas duas tentativas de drible e ganhou nove de 15 duelos.

Resumo

goalpoint-rio-ave-benfica-liga-nos-201617-ratings

PARTILHAR

RESPONDER

Acordo para o Brexit está "prestes a ficar fechado"

A chanceler alemã, Angela Merkel, e o Presidente francês, Emmanuel Macron, disseram esta quarta-feira que um acordo para o Brexit está em finalização e poderá ser apresentado quinta-feira para aprovação no Conselho Europeu. "Quero acreditar que …

Em Chernobyl, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram para trás"

Chernobyl é, atualmente, a maior atração internacional da Ucrânia e o novo presidente, Volodymyr Zelenski, já apresentou um projeto para trazer ainda mais turistas. No entanto, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram …

Huawei afirma que a tecnologia 6G vai estar disponível daqui a 10 anos

O CEO da Huawei, Ren Zhengfei, assinalou, durante uma entrevista à CNBC, que a sua empresa está a trabalhar em redes móveis 6G, que estarão completamente desenvolvidas daqui a 10 anos.   "Trabalhámos em 5G e 6G …

Nazismo e comunismo classificados em pé de igualdade pelo Parlamento Europeu

No passado dia 19 de setembro, a União Europeia colocou comunismo e nazismo em pé de igualdade, depois de aprovar no Parlamento Europeu uma resolução condenando ambos os regimes por terem cometido "genocídios e deportações …

Conselho da Europa teme que polícia de Malta tenha “recusado provas” no caso da jornalista assassinada

Daphne Galizia era jornalista, acompanhava casos de corrupção no país e foi assassinada há dois anos. Pieter Omtzigt, relator do Conselho da Europa responsável pelo caso, diz que a abordagem da polícia e dos …

Itália quer mudar sede da final da Liga dos Campeões

A Itália quer que a final da Liga dos Campeões deste ano, marcada para o Estádio Olímpico Atatürk Olympic, mude de sede. Os últimos dias não têm sido fáceis para a UEFA. Depois dos incidentes racistas …

CNN coloca broa portuguesa entre os 50 melhores pães do mundo

A propósito das celebrações do Dia Mundial do Pão, que se celebra esta quarta-feira, a CNN fez uma lista com os 50 melhores pães do mundo e um deles é a broa portuguesa. A broa conhecida …

CP lança nova campanha: Lisboa-Porto por cinco euros e mais descontos até 80%

Há 10.300 bilhetes a custos muito reduzidos, anunciou a CP – Comboios de Portugal esta terça-feira. A nova campanha garante viagens nos comboios de longo curso Alfa Pendular e Intercidades “com 80% de desconto”, abrangendo …

"Níveis recorde". Glaciares suíços perderam 10% do seu volume nos últimos cinco anos

Os glaciares suíços perderam 10% do volume nos últimos cinco anos, a maior redução em cem anos, alertou esta terça-feira a Academia Suíça das Ciências. A Academia baseia-se nas medições feitas pelos peritos do painel intergovernamental …

Caso BPN. Relação condena dois dos absolvidos e agrava penas a outros dois

O Tribunal da Relação de Lisboa condenou esta quarta-feira dois dos três arguidos absolvidos no processo principal da falência do BPN, Ricardo Oliveira e Filipe Nascimento, e agravou as penas a dois dos 12 arguidos …