Os rins protegem-nos da malária

Gates Foundation / Flickr

Cientistas do Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC), em Oeiras, encontraram um mecanismo que nos protege da malária… nos rins de ratinhos.

Através de experiências com ratinhos, cientistas do Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC), em Oeiras, encontraram, pela primeira vez, um mecanismo nos rins que está envolvido na proteção contra a malária. Esta descoberta inesperada, que ajuda a explicar o desenvolvimento de problemas renais em pessoas que sofrem de malária grave, foi publicada na Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS).

Há muitos anos que os cientistas se interessam por um fenómeno chamado “tolerância à doença”, conceito que surgiu há 150 anos no estudo das plantas. É o caso de Miguel Soares, cientista do IGC que coordenou a pesquisa.

Segundo o Público, nos últimos anos os cientistas perceberam que este mecanismo de defesa também existe em animais. A equipa de Miguel Soares tem estudado o mecanismo no choque sético ou na malária.

Apesar de haver todos os anos cerca de 450 mil mortes, mais de 98% das pessoas infetadas com malária sobrevivem, em parte devido à tolerância à doença, revela o estudo.

“Apercebemo-nos de que há mecanismos de defesa contra a malária que não têm nada a ver com a capacidade de eliminar o parasita [Plasmodium], mas estão relacionados com a indução destes mecanismos na tolerância à doença”, explica o investigador. No fundo, há mecanismos que fazem com que diferentes órgãos de um animal consigam funcionar quando já está infetado com malária.

Além deste passo, a equipa de Miguel Soares descobriu que o mecanismo que cria esta proteção contra a malária depende da enzima heme-oxigenase-1 – proteína produzida por um certo gene nos tecidos do organismo quando são expostos a stress oxidativo e que tem a capacidade de degradar os grupos heme (que contém átomos de ferro), que existem na hemoglobina.

De acordo com o diário, estes grupos são, normalmente, inofensivos e transportadores de oxigénio na hemoglobina, mas quando são libertados durante a infeção do Plasmodium são tóxicos e causam sintomas graves de malária.

Na prática, quando o parasita da malária consegue entrar na corrente sanguínea, invade os glóbulos vermelhos e multiplica-se. Ao rebentar com os glóbulos vermelhos, expulsa a hemoglobina para a corrente sanguínea.

Aí, a hemoglobina liberta os grupos heme. Mas a heme-oxigenase-1 vai agarrar nesses grupos e extrair o ferro, criando assim uma proteção contra a toxicidade desses grupos, explica.

“Descobrimos que este é um mecanismo de desintoxicação. Se este mecanismo não existir, qualquer pessoa que tem malária morre”, explica Miguel Soares. Isso acontece “porque se desenvolve uma disfunção renal muito grave, que é um dos parâmetros clínicos principais da malária severa”.

“Não se morre porque o parasita piora ou melhora, mas porque se perde tolerância à doença. Este mecanismo de base não exerce qualquer efeito no parasita, mas é absolutamente crítico para que o indivíduo que esteja infetado com malária possa sobreviver”, remata o cientista.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Portugueses criam nanomateriais feitos de algas para despoluir água

De algas abundantes no litoral de Portugal, investigadores da Universidade de Aveiro extraíram biopolímeros capazes de remover alguns poluentes da água, como antibióticos ou herbicidas. Uma equipa de investigadores da Universidade de Aveiro (UA) demonstrou que …

O novo Oumuamua pode ter sido captado numa fotografia a cores

Os astrónomos do Observatório Gemini no Hawai tiraram a primeira fotografia do GB00234, agora rebatizado para C/2019 Q4 Borisov, um objeto que pode ser o segundo corpo celeste interestelar a entrar no Sistema Solar. A imagem …

Volkswagen revela o novo ID.3, "o carro elétrico do povo"

https://vimeo.com/360579859 No Salão Automóvel da Frankfurt, a Volkswagen revelou o novo ID.3, o seu primeiro carro elétrico. Com um preço "abaixo dos 30 mil euros", é tido como acessível para as massas. A revolução dos automóveis elétricos …

Benfica 1-2 Leipzig | Águias sem asas para o Leipzig

O Benfica arrancou a sua participação na fase de grupos da Liga dos Campeões 2019/20 da pior forma, com uma derrota caseira por 2-1. A formação “encarnada” recebeu o Leipzig e nunca conseguiu dominar o futebol …

A faca, o casaco, a secretária e outros objetos de Anthony Bourdain vão a leilão

Uma faca feita a partir de um meteorito, um casaco personalizado da marinha norte-americana e uma prensa para ossos de pato são três dos 215 objetos de Anthony Bourdain que vão ser colocados à venda …

Já vai poder dormir no castelo de "Downton Abbey" (mas com algumas condições)

O castelo de Highclere, que os fãs da série Downton Abbey conhecem como a casa da família ficional Crawley, está a receber hóspedes. O conde de Carnarvon resolveu abrir as portas a apenas dois convidados, a …

Tinder produz a sua primeira série de televisão (e é “apocalíptica”)

A aplicação de encontros Tinder já terminou as filmagens da sua primeira série de televisão no âmbito da intenção do seu proprietário, o Match Group, de aprofundar a criação de conteúdos originais. Fazer novos programas faz …

Sondagens à boca das urnas mostram empate técnico entre Netanyahu e Gantz

O primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu e Benny Gantz, antigo chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas que lidera a coligação centrista, estão numa situação de empate técnico nas primeiras sondagens à boca das urnas. Esta terça-feira, …

Dois youtubers detidos a tentar invadir a Área 51

Quatro dias antes do evento mundial, dois youtubers adiantaram-se e foram detidos na última terça-feira por tentarem invadir a Área 51, uma base militar secreta dos Estados Unidos. Ties Granzier e Govert Sweep, dois holandeses de …

Onda de bebés nascidos com mãos deformadas abre investigação na Alemanha

As autoridades de saúde lançaram uma investigação depois de três bebés nasceram com deformações raras das mãos nos últimos quatro meses num hospital alemão. "Entre junho de 2019 e o início de setembro de 2019, um …