Revelados novos dados (e as fronteiras) da Zelândia, o misterioso continente perdido

(dr) GNS Science

Mapa batimétrico do continente perdido Zelândia

Uma nova expedição de mapeamento oceânico está a traçar as fronteiras da Zelândia, um “continente perdido” submerso que hospeda a Nova Zelândia e o território da Nova Caledónia no Pacífico sul.

Em 2017, a identificação da Zelândia como o sétimo continente valeu manchetes por todo o mundo.

Agora, este continente oculto está a ser parcialmente mapeado graças a uma expedição de mapeamento em águas profundas liderada pela Universidade de Queensland, em colaboração com o Schmidt Ocean Institute.

Derya Gürer, cientista-chefe e investigadora na Universidade de Queensland, passou 28 dias no mar no navio de investigação Falkor do Schmidt Ocean Institute, explorando a borda noroeste do continente localizado no Coral Sea Marine Park de Queensland.

“Estamos apenas a começar a descobrir os segredos da Zelândia, que permaneceu escondida à vista de todos até recentemente e é notoriamente difícil de estudar”, disse Gürer, em comunicado.

“A Zelândia é uma massa quase totalmente submersa de crosta continental que diminuiu depois de se separar de Gondwana há 83 a 79 milhões de anos. Tem 4,9 milhões de quilómetros quadrados e tem cerca de três vezes o tamanho de Queensland”, acrescentou a investigadora.

Segundo a cientista, a expedição colheu dados topográficos e magnéticos do fundo do mar para obter uma melhor compreensão de como a estreita ligação entre os mares Tasman e Coral na região de Cato Trough – o estreito corredor entre a Austrália e a Zelândia – se formou.

“O fundo do mar está cheio de pistas para a compreensão da complexa história geológica das placas continentais da Austrália e da Zelândia. Esses dados também vão melhorar a nossa compreensão da estrutura complexa da crosta entre as placas australiana e zelândia. Pensa-se que inclui vários pequenos fragmentos continentais, ou microcontinentes, que foram separados da Austrália e do supercontinente Gondwana no passado”, explicou.

O projeto de mapeamento ofereceu 37 mil quilómetros quadrados de dados para o projeto Seabed 2030. O projeto visa produzir um mapa batimétrico disponível ao público para medir a profundidade do fundo do oceano do mundo até 2030.

Além dos dados batimétricos do fundo do mar, que medem a profundidade do oceano e características topográficas, foram colhidos aproximadamente 2.500 quilómetros quadrados de dados magnéticos.

Tara Jonell, da Universidade de Queensland, disse que a equipa da Falkor também aproveitou a oportunidade para melhorar a metodologia de amostragem para monitorização de microplásticos e colheita de dados sobre aves marinhas.

“Através do sistema de fluxo de água do mar em andamento do navio, analisámos mais de 100 amostras de microplásticos, além de 40 amostras colhidas numa viagem anterior, e apenas uma amostra não continha nenhum microplástico visível”, disse.

Gürer, que está envolvida num projeto de ciência cidadã para combater a poluição marinha por plástico, disse que a água do mar colhida em profundidades de até 3.500 metros contém uma mensagem clara. “Parece haver uma concentração maior de fibras microplásticas nas profundezas do oceano”, disse.

De acordo com a cientista, uma das maiores recompensas da jornada foi ver o valor da colaboração científica e a importância de treinar a próxima geração de cientistas marinhos.

“Todos nós estivemos a operar no limite da nossa zona de conforto no último mês e tem sido muito gratificante ver nossos cientistas emergentes crescerem. É maravilhoso liderar tantos cientistas promissores da terra e do mar para aprender os segredos do oceano.”

  Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Partidos alertam que demora no leilão do 5G está a atrasar a rede de alta velocidade em Portugal

O leilão para a quinta geração de comunicações móveis (5G) dura há quase 200 dias e está a atrasar a implementação da rede de alta velocidade em Portugal. Neste sentido, os partidos, tanto à esquerda como …

Rainha Isabel II está "bem-disposta" depois de passar noite no hospital e já voltou a Windsor

A visita ao hospital de Isabel II foi preventiva e nada teve a ver com a covid-19, confirmou a família real. A monarca vai continuar a descansar nos próximos dias. Depois de ter passado uma noite …

Caso Gabby Petito. Restos mortais encontrados pertencem ao namorado da jovem

As autoridades norte-americanas confirmaram que os restos mortais encontrados na quarta-feira são de Brian Laundrie. Identificação foi feita através de registos dentários. “No dia 21 de outubro de 2021, uma comparação de registos dentários confirmou que …

Rui Rio, líder do Partido Social Democrata (PSD)

Rui Rio apresenta hoje recandidatura à liderança no Porto

Depois de semanas a manter o tabu sobre a sua recandidatura, Rio decidiu mesmo avançar contra Paulo Rangel. O eurodeputado já saudou a decisão. O presidente do PSD, Rui Rio, apresenta hoje publicamente a sua recandidatura …

Trabalho não declarado passa a ser crime com pena de prisão até 3 anos

O Governo aprovou uma proposta de alteração à legislação laboral que prevê a criminalização do trabalho totalmente não declarado, com pena de prisão até três anos ou multa até 360 dias. Esta medida de combate ao …

"Não é o arguido que decide ter Alzheimer." Advogado de Salgado critica recusa em suspender o processo

Depois de o juiz que está a julgar o ex-presidente do Banco Espírito Santo (BES), no âmbito da Operação Marquês, ter recusado suspender o julgamento, Francisco Proença de Carvalho critica a decisão. O julgamento continua …

Poiares Maduro diz que crise política será “responsabilidade” de Costa - e deixa duras críticas a Rio

Miguel Poiares Maduro considera que geringonça criou uma bipolarização no país. O ex-ministro de Pedro Passos Coelho responsabiliza o primeiro-ministro caso haja uma crise política em Portugal. Numa entrevista ao Diário de Notícias, o jurista refere …

Abdul Fatawu Issahaku, futebolista ganês de 17 anos.

Sporting contrata pérola africana que esteve perto de assinar pelo Liverpool

O Sporting terá assegurado a contratação de Abdul Fatawu Issahaku, jovem promessa de 17 anos que estava a ser seguido pelo Liverpool. No Gana, fala-se que Abdul Fatawu Issahaku, extremo ganês de 17 anos que foi …

Com recados de Merkel sobre a Polónia e as migrações em cima da mesa, líderes da UE encerram Conselho Europeu

Ainda sem uma resolução definitiva sobre o Estado de Direito da Polónia, a chanceler alemã deixou recados no seu 107º e último Conselho Europeu. A questão das migrações é um dos temas na agenda no …

Política do "logo se vê" deixa Lisboa noturna ao deus-dará

Os moradores do Bairro Alto mostram-se descontentes com o estado atual da vida noturna na capital portuguesa, onde consideram haver um desgoverno. A vida noturna regressou quase totalmente no início deste mês, com os bares a …