Restos mortais perdidos do “Homem Elefante” podem ter sido finalmente encontrados

Após quase 130 anos, os restos mortais de Joseph Merrick – conhecido como o Homem Elefante – terão sido encontrados.

O esqueleto de Merrick foi armazenado no Royal London Hospital desde a sua morte em 1890. No entanto, a localização do seu tecido mole nunca foi registada oficialmente. Agora, a autora Jo Vigor-Mungovin diz que o mistério foi finalmente resolvido.

Enquanto fazia pesquisas para a sua biografia sobre Merrick, a autora afirma ter descoberto que os restos dos tecidos moles de Merrick foram enterrados num túmulo sem identificação no Cemitério e Crematório da Cidade de Londres, no bairro londrino de Newham, perto de Epping Forest.

A descoberta está ligada a outra famosa figura de Londres: Jack, o Estripador. Vigor-Mungovin observou que muitas das vítimas de Jack, o Estripador, foram mortas em Whitechapel em 1888, o mesmo distrito de Londres, onde Merrick morreu apenas dois anos depois. Isto levou-a aos registos do Cemitério e Crematório da Cidade de Londres, onde duas das vítimas do Estripador, Catherine Eddowes e Mary Ann Nichols, foram enterradas.

Um túmulo sem identificação, em particular, parecia encaixar-se perfeitamente na conta. “O enterro é datado de 24 de abril de 1890 e Joseph morreu a 11 de abril”, disse Vigor-Mungovin à BBC. “A residência é o Hospital de Londres, a idade 28 anos – Joseph tinha 27 anos, mas a sua data de nascimento estava errada – e o legista Wynne Baxter. Tudo se encaixa, é demais para ser uma coincidência.”

Merrick nasceu em Leicester em 1862. Após alguns primeiros anos de vida saudáveis, começou a desenvolver sintomas incomuns. O resto da sua vida foi definido pela sua condição, caraterizada por grandes crescimentos anormais em grande parte de sua pele e ossos, especialmente na cabeça e no braço direito.

Merrick ficou confinado a uma casa aos 17 anos, antes de se juntar a um “show de horrores” que viajava pela Europa como parte de um circo.

Foi finalmente descoberto por um médico de Londres, Frederick Treves, que o trouxe de volta ao Hospital de Londres. Aqui, foi minuciosamente examinado por Treves e tornou-se uma curiosidade médica. Morreu em 11 de abril de 1890, aos 27 anos, depois de ter asfixiado sob o peso da sua própria cabeça, aparentemente depois de se tentar deitar.

A história de Merrick continua a fascinar as pessoas até hoje. Tem sido o assunto de inúmeros livros, peças de teatro e filmes, mais notavelmente a peça interpretada em 1980 por David Bowie e o filme homónimo protagonizado por John Hurt no mesmo ano.

Mesmo após um século de progresso biomédico, ainda não se sabe o que causou sua condição. Em 1986, dois cientistas argumentaram que era a síndrome de Proteus, um distúrbio genético raro identificado em 1979. Outros sugeriram que sofria de uma combinação de síndrome de Proteus e neurofibromatose, uma condição genética que faz com que os tumores cresçam no tecido nervoso. No entanto, todos os testes genéticos nos restos de Merrick eram inconclusivos.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Cara equipa do ZAP: Queiram por favor explicar o que significa “depois de se tornar asfixiado” porque não entendo o conceito de uma pessoa se “tornar” asfixiada.

    E por amor de Deus, o Homem Elephante foi protagonizado no filme de 1980 pelo fantástico actor JOHN HURT. Nunca por David Bowie que nem sequer entra no filme. O nome nem é parecido… Não compreendo este erro.

  2. Cara equipa do ZAP: Queiram por favor explicar o que significa “depois de se tornar asfixiado” porque não entendo o conceito de uma pessoa se “tornar” asfixiada.

    E por amor de Deus, o Homem Elefante foi protagonizado no filme de 1980 pelo fantástico actor JOHN HURT. Nunca por David Bowie que nem sequer entra no filme. O nome nem é parecido… Não compreendo este erro.

    • Caro Miguel,
      Era “ter” e não “tornar” asfixiado.
      David Bowie interpretou John Merrick, em 1980, na aclamada peça de teatro “O Homem Elefante”; John Hurt protagonizou o filme homónimo, no mesmo ano.
      Obrigado pelos reparos, está corrigido.

  3. O protagonista é John Hurt, e não David Bowie que nem é parecido, nem entra no filme.

    Já fiz várias tentativas de correcção mas nunca são publicadas e o erro continua lá.

RESPONDER

Matrículas poderão ser renovadas automaticamente nos anos de continuidade de ciclo

As matrículas para o próximo ano letivo dos alunos do ensino obrigatório poderão ser renovadas automaticamente nos anos de continuidade de ciclo, se não houver alterações substantivas, de acordo com um despacho publicado na quarta-feira. O …

NOS avança com providência cautelar contra alteração das regras do leilão 5G

A NOS vai avançar com uma providência cautelar contra a alteração das regras do leilão propostas pela ANACOM, no dia em que termina o prazo para as operadores responderem. Na última quinta-feira, no 60.º dia de …

França aprova lei que alarga poder da polícia apesar de críticas e manifestações

O parlamento francês aprovou hoje um projeto de lei sobre segurança que visa alargar os poderes da polícia, apesar das críticas de ativistas dos direitos civis, que temem que a legislação ameace os esforços para …

Bancos dos Emirados estão a congelar contas da família dos Santos

Os bancos dos Emirados Árabes Unidos estão a congelar os bens da família dos Santos e de pessoas a ela relacionadas, respondendo a um pedido da justiça angolana efetuado a 13 de abril, avançou a …

A pedido da Comissão Europeia, EMA volta a rever dados da vacina da AstraZeneca

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) anunciou esta quarta-feira que está a rever os dados sobre a vacina Vaxzevria a pedido da Comissão Europeia. Segundo um comunicado citado pelo Observador, a Agência Europeia do Medicamento (EMA) …

João Leão prevê para este ano défice de 4,5%. Ministro afasta aumento de impostos e austeridade

A terceira vaga da pandemia forçou o Governo a rever em baixa a previsão de crescimento da economia portuguesa para este ano. Assim, o ministro das Finanças antecipa um défice de 4,5% e crescimento de …

Já não é preciso isolamento para idosos que saiam dos lares por mais de 24 horas

Os idosos que vivem nos lares e que saiam por períodos superiores a 24 horas já não precisam de fazer o isolamento de 14 dias, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Na orientação atualizada nesta quinta-feira, …

Mais duas mortes e 501 casos nas últimas 24 horas em Portugal

O boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) indica que Portugal registou, nas últimas 24 horas, 501 novos casos de covid-19. O relatório desta quinta-feira (15 de abril) dá também conta de mais duas mortes …

PCP quer criar crime de enriquecimento injustificado com pena agravada para políticos

O PCP propôs esta quinta-feira, no Parlamento, a criação do crime de enriquecimento injustificado, com penas até três anos, mas que é agravado para titulares de cargos políticos e públicos, até aos cinco. O projeto dos …

Câmara de Lisboa estende testagem gratuita a todos os moradores

A Câmara de Lisboa decidiu alargar, a partir de quinta-feira, a testagem gratuita nas farmácias à covid-19 a todos os moradores, deixando o programa de estar limitado às freguesias com maior incidência da doença, foi …