Na resposta a uma crise, ligações humanas podem piorar ainda mais as coisas

Um novo estudo sugere que a conexão humana nem sempre é uma coisa boa, sobretudo quando se trata de ultrapassar uma crise com sucesso.

De acordo com o site Science Alert, os investigadores reuniram 2480 voluntários e dividiram-nos em 108 equipas com vários tamanhos. A tarefa era simples: decidir quando evacuar durante um cenário de desastre. Apenas uma pessoa em cada grupo sabia a extensão da situação, e o resto tinha de perceber o que estava a acontecer conversando com os outros.

Embora a comunicação tenha ajudado a reduzir evacuações desnecessárias, no final, também interrompeu as ações mais necessárias. Mesmo quando alguém do grupo sabia que havia um desastre iminente, era menos provável que a equipa evacuasse.

Segundo o mesmo site, parte desta situação pode estar relacionada com as chamadas “fake news“. Às vezes, os factos não chegavam a todos os voluntários e, na falta de informação, os psicólogos descobriram que as pessoas começaram a inventar rumores.

Além disso, se esses rumores trouxessem boas notícias, as pessoas tinham muito mais probabilidade de acreditar neles. Ao longo do estudo, as mensagens ‘seguras’ sobrecarregaram frequentemente a difusão dos avisos, dizem os autores do estudo publicado, no final de maio, na revista científica Proceedings of the Royal Society A: Mathematical, Physical and Engineering Sciences.

Ou seja, mesmo em circunstâncias imaginárias, com custos sociais e financeiros simulados, as pessoas parecem preferir o status quo. Talvez porque estão com muito medo de agir, ou talvez porque os humanos em grupos são mais otimistas.

Durante uma crise, os psicólogos descobriram que as pessoas têm menos tendência para agir durante uma emergência, se houver outras pessoas à sua volta.

Muitas vezes, os membros de uma comunidade sofrem negação ou não acreditam que a ameaça é real para eles, deixando a opção de agir para a última. Enquanto isso, outros podem aceitar que a ameaça é real, mas sentem-se sem esperança para fazer algo.

No presente, temos algumas situações que demonstram precisamente este comportamento. A pandemia de covid-19 e a crise climática são exemplos de como chegar a um consenso em grandes grupos leva muito tempo, especialmente quando há um forte conflito de opiniões.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

FBI prende Ghislaine Maxwell, ex-namorada de Jeffrey Epstein

A ex-namorada de Jeffrey Epstein, Ghislaine Maxwell, foi esta quinta-feira detida pelo FBI. A mulher de 58 anos é acusada de ajudar a montar uma rede de tráfico de mulheres. O FBI deteve, esta quinta-feira, Ghislaine …

Polícia italiana apreendeu 14 toneladas de anfetaminas. Droga foi produzida pelo Estado Islâmico

As autoridades italianas apreenderam na quarta-feira 14 toneladas de anfetaminas produzidas na Síria por membros do Estado Islâmico, cujos lucros serviriam para reativar as suas operações. "É um facto que o Daesh [Estado Islâmico] utiliza a …

Câmara de Lisboa defende fim do financiamento público às touradas

A Câmara de Lisboa defendeu hoje a criação de legislação que impeça o financiamento público de espetáculos que "causem sofrimento animal", salientando que as touradas incluem "atos de violência". Numa moção “pelo fim de espetáculos com …

Acordo entre Neeleman e Governo já só depende da confirmação da Azul

O acordo entre David Neeleman e o Governo está prestes a concretizar-se, escreve o Expresso. Aparentemente já só falta a confirmação da Azul para garantir o acordo. Depois de a nacionalização da companhia ter sido dada …

Medina recua e diz que "há convergência total" com Governo no combate à pandemia

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, disse hoje que “há convergência total” com o Governo no combate à pandemia de covid-19, recusando que as críticas que fez à atuação das autoridades de saúde …

Parlamento vai debater o teletrabalho por iniciativa do PAN

O PAN considera que "o teletrabalho é uma ferramenta que pode ajudar a conciliar a vida profissional e a vida familiar", ainda que apresente fragilidades como a "invasão da vida pessoal". O PAN agendou para sexta-feira …

PSP também queria prémio semelhante ao dos profissionais de saúde

O Sindicato dos Profissionais de Polícia (SPP) manifestou-se esta quinta-feira “desiludido” com “a falta de respeito” que o Governo demonstra em relação à PSP e a outras forças de segurança que estão na “linha da …

Líderes catalães vão poder sair da prisão aos fins de semana

Uma decisão dos estabelecimentos prisionais faz com que os líderes independentistas catalães possam sair da prisão aos fins de semana, passando para um dos regimes de detenção menos restritivos. Em outubro do ano passado, nove líderes …

Mais oito mortos e 328 infetados. Câmara de Lisboa tem 33 casos "ativos"

Há mais oito mortos e 328 casos positivos em Portugal nas últimas 24 horas. A Câmara de Lisboa regista atualmente 33 casos de infeção por covid-19 “ativos”. Portugal regista, esta quinta-feira, mais oito mortos e 328 …

Limitação dos apoios a sócios-gerentes não é "justa", diz Confederação das empresas

A Confederação das Micro, Pequenas e Médias Empresas não entende a razão para limitar a ajuda a sócios-gerentes ao valor de 1.905 euros, proposta que não consideram justa. Em entrevista à Rádio Observador na quinta-feira, o …