Resolvido mistério de longa data sobre explosões colossais no Espaço

Cientistas desvendaram um antigo mistério sobre algumas das maiores explosões do universo, conhecidas como erupções de raios gama, ou Gamma Ray Bursts (GRB), em inglês.

As erupções de raios gama são explosões extremamente energéticas que foram vistas em galáxias distantes e são os fenómenos mais luminosos que se conhecem no Universo. Os cientistas têm conseguido estudar a luz emitida pelos GRB horas ou dias após a sua explosão.

Mas agora, uma equipa de investigadores liderada por Nuria Jordana-Mitjans, estudante de doutoramento na Universidade de Bath, conseguiu capturar a luz emitida apenas 90 segundos após o início do GRB 141220A, detetado em dezembro de 2014.

Nunca antes cientistas tinham capturado a luz emitida por um GRB tão cedo após a explosão. Os resultados do estudo foram publicados na revista científica Monthly Notices.

Prevê-se que os campos magnéticos perfeitamente polarizados existam por um curto período antes de serem destruídos conforme o choque dianteiro colide com os detritos estelares que foram sacudidos pela supernova, explica a Vice.

Outros estudos argumentavas que os campos magnéticos perfeitamente polarizados aguentavam mais tempo antes de desaparecerem.

Através do Liverpool Telescope, os investigadores analisaram a luz emitida por 141220A e confirmaram a natureza de curta duração desses campos magnéticos.

“Este novo estudo baseia-se na nossa pesquisa que mostrou que os GRBs mais poderosos podem ser alimentados por campos magnéticos ordenados em grande escala, mas apenas os telescópios mais rápidos terão um vislumbre do seu sinal de polarização característico antes de se perderem na explosão”, explicou Jordana-Mitjans em comunicado citado pelo EurekAlert.

Durante décadas, estas explosões estiveram fora da vista dos cientistas devido à incapacidade de os telescópios as captarem. Agora, espera-se que o Cherenkov Telescope Array possam captar ainda mais destas explosões.

Ainda recentemente, uma equipa de cientistas detetou e estudou uma poderosa erupção de raios gama, a GRB 190114C, uma chama colossal com energia de cerca de um bilião de eletrões-volt, a 4,5 mil milhões de anos-luz da Terra.

Um buraco negro em rotação produz uma grande quantidade de energia que, teoricamente, pode ser extraída da ergosfera, uma região que fica fora do horizonte de eventos.

Os astrofísicos encontraram uma prova de que a energia pode ser extraída da ergosfera, a região que fica fora do horizonte de eventos.

Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Vídeo mostra salmões feridos devido ao sobreaquecimento das águas

O vídeo foi gravado por um grupo de conservação ambiental depois de uma onda de calor no Noroeste Pacífico que fez as temperaturas da água atingirem os 21 graus Celsius. De acordo com o jornal The …

Uma prenda de aniversário. Israelita doou um dos seus rins a um menino palestiniano

Uma israelita quis doar um rim a um estranho. Estranho esse que acabou por ser uma criança, de apenas três anos, que vive na Faixa de Gaza, na Palestina. De acordo com a agência Associated Press, …

Novo método permite eliminar a bioincrustação marinha eficazmente

Um projeto inovador demonstrou como os revestimentos de superfície eletricamente carregados podem eliminar a bioincrustação marinha ou o crescimento de organismos marinhos, melhorando a operação e manutenção de embarcações navais. A bioincrustação marinha é um fenómeno …

Aglomerado de safiras estrela encontrado no Sri Lanka pode ser o maior do mundo

Um aglomerado de safiras estrela do mundo foi encontrado num quintal no Sri Lanka. A pedra é azul, pesa 510 quilos e estima-se que valha cerca de 84 milhões de euros. A pedra foi encontrada …

Médico sírio acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade

Um médico sírio foi acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade por supostamente torturar e matar pessoas em hospitais militares no seu país de origem, informaram os promotores na quarta-feira. O Ministério Público Federal de …

Justiça climática. Vamos todos sofrer com as alterações climáticas, mas não de forma igual

A recente onda de calor na América do Norte é mais um exemplo de que apesar de ser um problema global, as alterações climáticas não vão afectar todos igualmente e podem exacerbar injustiças sociais e …

Os exemplos que Portugal deve seguir (e evitar) nas últimas etapas da pandemia

No plano apresentado pela equipa de Raquel Duarte comparam-se as estratégias opostas adotadas por Israel e Reino Unido, com a segunda a merecer nota negativa por parte dos investigadores. Os dados foram lançados na reunião que …

Jogos da Taça da Liga de sábado adiados para domingo para poderem ter público

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) anunciou, esta quinta-feira, que os jogos da Taça da Liga agendados para sábado vão ser adiados para domingo, para que possam ter público nas bancadas. "A Liga, …

Dinamarca enfrenta acção legal por querer repatriar refugiados sírios

O governo dinamarquês quer repatriar sírios naturais de Damasco depois de um relatório mostrar que há zonas da Síria onde a segurança melhorou. A decisão está a ser criticada por activistas e o caso pode …

Pela primeira vez, foi observada luz por detrás de um buraco negro

Um estudo divulgado esta quarta-feira revelou a primeira observação direta da luz por detrás de um buraco negro, através da deteção de pequenos sinais luminosos de raios-X, confirmando a Teoria da Relatividade Geral, de Einstein. Segundo …