“Repito: não renunciarei”, diz Temer (enquanto o Brasil ouve as gravações)

Beto Barata / PR

Presidente Michel Temer

O presidente do Brasil, Michel Temer

“Não renunciarei. Repito, não renunciarei”, disse esta quinta-feira o Presidente do Brasil, Michel Temer, numa curta declaração pública, após a divulgação de gravações com alegados pedidos de suborno envolvendo o seu nome serem reveladas por empresários da JBS.

Citado numa gravação entregue por Joesley Batista, dono da JBS, na qual alegadamente apoiou o pagamento de suborno para o ex-deputado Eduardo Cunha, o chefe de estado brasileiro negou ter qualquer relação com este facto.

“Ouvi, realmente, o relato de um empresário que por ter relações de o ex-deputado Eduardo Cunha auxiliava a família dele, mas não solicitei que isto acontecesse e só tive acesso a este facto nesta conversa”, declarou Michel Temer.

Em nenhum momento autorizei que pagassem a quem quer que seja para ficar calado, não comprei o silêncio de ninguém por uma razão singela que não temo nenhuma delação premiada”, concluiu.

Entretanto, o juiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal brasileiro, autorizou a divulgação dos áudios gravados pelo empresário Joesley Batista, da JBS, referente a uma conversa com o Presidente, Michel Temer, em que os dois falavam sobre o pagamento de uma mesada ao ex-deputado Eduardo Cunha.

“Dentro do possível, fiz o máximo que deu ali, zerei tudo o que tinha de alguma pendência. E o Eduardo Cunha foi firme em cima: cobrou. Acelerei o passo e tirei da fila”, afirmou o empresário, numa referência ao pagamento do suborno.

Joesley Batista recordou as ligações feitas pelo “negócio  das fugas de informação” a Eduardo Cunha, antigo presidente do Congresso, e ao ex-ministro Geddel Vieira Lima. “Volta e meia, essas fugas citavam alguma coisa tangenciando a nós”, acrescentou o empresário.

“Eu estou lá me defendendo, o que eu mais ou menos consegui fazer até agora. Eu estou de bem com o Eduardo”, disse o empresário, altura em que o Presidente o interrompe: “Tem que manter isso, viu“.

É esta frase na conversa que indicia um suborno aos dois políticos, e que gerou a abertura de um processo ao Presidente brasileiro, a a abertura de um inquérito do STF.

Ouça o áudio aqui:

ZAP // Lusa

4 COMENTÁRIOS

  1. “Não renunciarei”. Deveria fazê-lo se tivesse vergonha, mas vergonha é coisa rara nesta gente. Acabará por ser chutado indecorosamente do governo. Infelizmente o problema não acaba aqui. Vai este, e vem outro igual ou pior, porque esta é uma novela sem fim neste Brasil brasileiro…

  2. O que é admirável é, quantos de nós, no nosso dia a dia tivemos acesso a este tipo de relatos e ficamos calados, não consentindo, não fazendo queixa ou o que vá? e isso quer dizer o quê?. nada! na minha terra diz-se quem tem C* tem medo. Nunca me passou (nem passará) informar as autoridades de informação que me passaram empresários amigos e clientes de situações semelhantes. E eles não tem o dinheiro que este mocinho que leva o nome de Joesley tem. Agora que estas escutas são estranhas, quando dá jeito tem ruídos e pausas quando não apetece ouve-se cristalinamente. Na minha terra a isto se chama armadilha, a quem aproveita, é só fazer as contas.

RESPONDER

Relaxe. Trump não pode lançar um ataque nuclear só porque lhe apetece

O general de Aeronáutica John Hyten, responsável pelo Comando Estratégico dos Estados Unidos, afirmou este sábado que uma eventual ordem do presidente norte-americano, Donald Trump, ou de um de seus sucessores, para lançar um ataque …

Patrões estão cansados de não ser respeitados

O presidente da Confederação Empresarial de Portugal (CIP), António Saraiva, afirmou este domingo, em entrevista conjunta à Antena1 e ao Jornal de Negócios, que não há disponibilidade para aceitar a proposta de 600 euros de …

A Tesla apresentou (finalmente) o camião eléstrico do futuro

Depois de vários adiamentos - a data inicial de apresentação esteve marcada para setembro - a Tesla revelou finalmente o seu camião eléctrico: o Tesla Semi Truck, com autonomia para 800 quilómetros! O novo Tesla Semi …

Tabaco mata mais de uma pessoa por hora em Portugal

Uma pessoa morreu a cada 50 minutos em Portugal, no ano passado, por doenças atribuíveis ao tabaco, segundo o relatório do Programa Nacional para a Prevenção e Controlo do Tabagismo que será hoje apresentado. O documento, …

Submarino argentino desaparecido enviou sete pedidos de socorro

Bases navais da Argentina receberam contactos por telefone-satélite que poderão ter sido feitos a partir do submarino militar argentino, de que não se tem contacto desde quarta-feira. A Marinha da Argentina declarou na noite deste sábado …

Contagem do tempo leva 25% dos professores ao topo da carreira

Dos cerca de 99 mil professores que existem no Ministério da Educação, cerca de 22.300 atingiriam o topo da carreira se o tempo de serviço congelado, passando assim ter uma remuneração base da ordem dos …

Quem tem medo (e quer viver mais tempo) compra um cão

Ter um cão pode encher-lhe a casa de amor e alegria. Mais do que isso, pode mesmo aumentar a sua esperança de vida. Segundo um estudo publicado na revista Scientific Reports, o risco de desenvolver doenças …

Girassóis e uma bandeira. Katy Perry banida da China “por tempo indeterminado”

Katy Perry foi banida da China “por tempo indeterminado“, anuncia a NME. De acordo com a publicação britânica, a interdição da cantora acontece na sequência de um concerto controverso em 2015. A norte-americana tinha atuação prevista …

Foi uma boa semana para encontrar carros perdidos há anos

Depois de passar uns dias à procura do local onde tinha deixado o carro estacionado, um homem apresenta queixa na polícia por roubo de automóvel. Muito tempo depois, o carro foi encontrado, exactamente onde o …

Astrónomos chilenos criam novo método para medir a massa de buracos negros

Cientistas da Universidade do Chile e do Centro de Astrofísica e Tecnologias Afins, CATA, revelaram esta sexta-feira os resultados de um trabalho que irá permitir melhorar a identificação e estudo dos "buracos negros supermassivos" e …