“Repito: não renunciarei”, diz Temer (enquanto o Brasil ouve as gravações)

Beto Barata / PR

Presidente Michel Temer

O presidente do Brasil, Michel Temer

“Não renunciarei. Repito, não renunciarei”, disse esta quinta-feira o Presidente do Brasil, Michel Temer, numa curta declaração pública, após a divulgação de gravações com alegados pedidos de suborno envolvendo o seu nome serem reveladas por empresários da JBS.

Citado numa gravação entregue por Joesley Batista, dono da JBS, na qual alegadamente apoiou o pagamento de suborno para o ex-deputado Eduardo Cunha, o chefe de estado brasileiro negou ter qualquer relação com este facto.

“Ouvi, realmente, o relato de um empresário que por ter relações de o ex-deputado Eduardo Cunha auxiliava a família dele, mas não solicitei que isto acontecesse e só tive acesso a este facto nesta conversa”, declarou Michel Temer.

Em nenhum momento autorizei que pagassem a quem quer que seja para ficar calado, não comprei o silêncio de ninguém por uma razão singela que não temo nenhuma delação premiada”, concluiu.

Entretanto, o juiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal brasileiro, autorizou a divulgação dos áudios gravados pelo empresário Joesley Batista, da JBS, referente a uma conversa com o Presidente, Michel Temer, em que os dois falavam sobre o pagamento de uma mesada ao ex-deputado Eduardo Cunha.

“Dentro do possível, fiz o máximo que deu ali, zerei tudo o que tinha de alguma pendência. E o Eduardo Cunha foi firme em cima: cobrou. Acelerei o passo e tirei da fila”, afirmou o empresário, numa referência ao pagamento do suborno.

Joesley Batista recordou as ligações feitas pelo “negócio  das fugas de informação” a Eduardo Cunha, antigo presidente do Congresso, e ao ex-ministro Geddel Vieira Lima. “Volta e meia, essas fugas citavam alguma coisa tangenciando a nós”, acrescentou o empresário.

“Eu estou lá me defendendo, o que eu mais ou menos consegui fazer até agora. Eu estou de bem com o Eduardo”, disse o empresário, altura em que o Presidente o interrompe: “Tem que manter isso, viu“.

É esta frase na conversa que indicia um suborno aos dois políticos, e que gerou a abertura de um processo ao Presidente brasileiro, a a abertura de um inquérito do STF.

Ouça o áudio aqui:

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. “Não renunciarei”. Deveria fazê-lo se tivesse vergonha, mas vergonha é coisa rara nesta gente. Acabará por ser chutado indecorosamente do governo. Infelizmente o problema não acaba aqui. Vai este, e vem outro igual ou pior, porque esta é uma novela sem fim neste Brasil brasileiro…

  2. O que é admirável é, quantos de nós, no nosso dia a dia tivemos acesso a este tipo de relatos e ficamos calados, não consentindo, não fazendo queixa ou o que vá? e isso quer dizer o quê?. nada! na minha terra diz-se quem tem C* tem medo. Nunca me passou (nem passará) informar as autoridades de informação que me passaram empresários amigos e clientes de situações semelhantes. E eles não tem o dinheiro que este mocinho que leva o nome de Joesley tem. Agora que estas escutas são estranhas, quando dá jeito tem ruídos e pausas quando não apetece ouve-se cristalinamente. Na minha terra a isto se chama armadilha, a quem aproveita, é só fazer as contas.

RESPONDER

"DeepNude". Inteligência Artificial "tirou a roupa" a mulheres nas redes sociais

A empresa de informação Sensity alertou que mais de 100 mil imagens foram carregadas para um canal de Telegram onde um bot "tirou a roupa" de mulheres. A empresa de segurança Sensity revelou recentemente que existe …

Poluição atmosférica "custa" a cada citadino europeu 1.276 euros por ano

A poluição atmosférica "custa" 1.276 euros por ano a cada cidadão europeu residente em cidades, de acordo com um estudo da Aliança Europeia de Saúde Pública (EPHA) divulgado esta quarta-feira. O estudo chegou ao valor médio …

"Emergência arqueológica". O degelo dos Alpes está a "libertar" artefactos escondidos há milhares de anos

As alterações climáticas podem estar a ajudar os arqueólogos a encontrar artefactos escondidos nos glaciares do Alpes há milhares de anos. O derretimento dos glaciares dos Alpes está a "liberta" objetos que permaneceram congelados no tempo …

Thermite RS3 é o primeiro robô de combate a incêndios dos EUA (e está pronto a entrar ao serviço)

O Corpo de Bombeiros de Los Angeles, nos Estados Unidos, deu as boas-vindas ao mais recente membro da equipa: um bombeiro robótico. O Thermite RS3 é um rover de controlo remoto capaz de bombear milhares de …

Inventor dinamarquês que matou jornalista no seu submarino escapou da prisão (mas já foi apanhado)

O inventor dinamarquês Peter Madsen, condenado a prisão perpétua por torturar e assassinar a jornalista sueca Kim Wall, fugiu da prisão esta terça-feira.  As autoridades dinamarquesas capturaram-no minutos depois. Peter Madsen, o dinamarquês condenado a prisão …

Molécula descoberta por menina de 14 anos pode levar a uma cura para a covid-19

A jovem norte-americana de 14 anos, Anika Chebrolu, descobriu uma molécula que pode levar a uma potencial cura para a covid-19. Enquanto cientistas dos quatro cantos do mundo trabalham no desenvolvimento de uma vacina para a …

Cerca de 1.300 reclusos fogem de prisão no Congo após ataque do Estado Islâmico

Cerca de 1.300 reclusos escaparam de uma prisão na República Democrática do Congo na manhã de terça-feira, após um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico, informou a Organização das Nações Unidas (ONU). Embora as autoridades locais tenham …

Amesterdão vai usar flores para impedir que os ciclistas estacionem bicicletas nas pontes

A cidade conhecida pelo uso de bicicletas, vai agora tomar uma medida em relação ao estacionamento destas nas pontes. Tudo para proteger as vistas para os seus famosos canais. Amesterdão orgulha-se de ser uma das cidades …

Morreu voluntário envolvido no ensaio da vacina de Oxford. Tinha 28 anos e era médico recém-formado

As autoridades de saúde brasileiras divulgaram esta quarta-feira a morte de um voluntário dos testes da vacina contra a covid-19, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), …

Milo, o "comunicador de ação" que permite conversar em grupo durante atividades ao ar livre

Chegou o Milo, o novo aparelho que vai revolucionar as aventuras em grupo. Este pequeno dispositivo permite-lhe conversar com o seu grupo à distancia sem precisar de levar o smartphone para o meio da montanha, …