Regulador dos EUA classifica computador dos carros Google como “condutor”

Carro autónomo da Google

Os Reguladores norte-americanos deram o primeiro passo para que os carros autónomos possam tornar-se realidade, depois de decidir que os computadores da Google para os carros autónomos são qualificados como condutores.

O regulador rodoviário norte-americano National Highway Traffic Safety Administration, equivalente ao nosso IMT, decidiu considerar para efeitos legais que os carros autónomos da Google são um “carro com condutor”.

Esta decisão significa que o computador com inteligência artificial responsável pela condução de um carro autónomo será considerado um condutor pelas leis dos EUA.

A decisão, divulgada pela Reuters, é considerada muito importante para a Google e todas as empresas que estão a desenvolver carros sem condutor, já que é um passo crítico para que os carros autónomos cheguem às estradas norte-americanas.

A histórica decisão surge depois de a própria Google ter questionado o regulador sobre a forma como poderia homologar o carro sem condutor que a empresa está a desenvolver.

Apesar de ser um passo importante, o caminho ainda só está no início, já que ainda há muitas regras a rever, como os sistemas de travagem, se haverá controlos manuais, e muitas outros detalhes que vão marcar o futuro da condução automática.

tecnologia.com.pt

PARTILHAR

RESPONDER

Carros novos vão ter sistema que "bloqueia" condutores alcoolizados a partir de 2022

A Comissão Europeia vai implementar uma série de medidas de segurança nos automóveis, que serão obrigatórias de forma progressiva a partir de 2022, com objetivo de evitar 25 mil mortes em acidentes rodoviários e 140 …

Iraque condena três franceses a pena de morte por pertencerem ao Estado Islâmico

Três homens de nacionalidade francesa foram este domingo condenados a pena de morte, pelo tribunal de Bagdade, capital do Iraque, por pertenceram ao Estado Islâmico, avança a AFP, que cita o juiz que leu a …

Oposição levou mais gente às ruas do que Bolsonaro

Manifestações a favor do presidente Jair Bolsonaro e da reforma da previdência, o principal objetivo do governo neste ano, moveram milhares de brasileiros em pouco mais de 130 cidades de 26 estados do Brasil. No passado …

Utentes da Soflusa estão “cansados” de constantes supressões

Os utentes da Soflusa mostraram-se esta segunda-feira "cansados" das constantes supressões das ligações fluviais entre o Barreiro e Lisboa, que estão hoje a acontecer durante todo o dia devido à falta de mestres. "Já estou a …

Banco Alimentar recolhe 1.605 toneladas de alimentos no fim de semana

O Banco Alimentar contra a Fome recolheu 1.605 toneladas de alimentos durante o fim de semana da campanha nacional que decorreu em mais de duas mil superfícies comerciais, anunciou a presidente do Banco Alimentar contra …

Sérgio Conceição apontado à Lazio

A imprensa italiana aponta esta segunda-feira o treinador do FC Porto, Sérgio Conceição, à Lazio. O técnico português, recorde-se, passou pelo emblema italiano em duas ocasiões como jogador de futebol. O jornal italiano Il Messaggero adianta …

Filial portuguesa de multinacional alemã envolvida em subornos em Angola

A sucursal portuguesa em Angola da multinacional alemã Fresenius Medical Care, que actua na área médica, esteve envolvida num esquema de pagamento de subornos a médicos e militares angolanos que renderam 124 milhões de euros …

CGD acaba com empresa que criou há quase 20 anos com a PT

Criada há quase 20 anos pela Caixa Geral de Depósitos (CGD) e pela Portugal Telecom (PT), a Caixanet foi liquidada no início deste ano, bem como a Caixa Tec e a Sogrupo, duas outras empresas …

MB Way. Bancos "fecham" aplicação para cobrar comissões diferenciadas nas transferências

Em pleno arranque do 'open banking', os bancos estão a substituir a aplicação MB Way por soluções próprias que "amarram" os clientes, com o propósito de cobrar comissões diferenciadas nas transferências através do telemóvel. Segundo noticiou …

A abstenção venceu. É a mais alta de sempre

A abstenção foi a grande figura das eleições europeias deste domingo, tendo 68,7% dos portugueses optado por não votar. A abstenção em Portugal voltou a atingir um novo recorde, enquanto que a taxa de participação …