Reformas antecipadas antes dos 60 suspensas a partir de março

O Governo vai suspender em março as reformas antecipadas para quem tenha entre 55 e 60 anos e menos de 40 anos de descontos. As baixas superiores a 30 dias vão ser verificadas.

De acordo com o Ministro do Trabalho e da Segurança Social, Vieira da Silva, o novo regime das reformas antecipadas entra em vigor daqui a um mês como medida de combate à pobreza dos pensionistas, evitando que os contribuintes recebam pensões demasiado baixas.

Em janeiro de 2015, o Governo de Pedro Passos Coelho fez publicar um decreto-lei que repôs temporariamente (até ao final do ano passado) a possibilidade de antecipação da reforma a quem reunisse mais de 60 anos e 40 de descontos, que tinha sido suspensa em 2012 como forma de “promover a sustentabilidade do regime de pensões do sistema previdencial de Segurança Social”.

Desde que o acesso às reformas antecipadas ficou totalmente descongelado, em outubro, chegaram ao Centro Nacional de Pensões 6.700 requerimentos para aceder a este este regime parcial.

No entanto, “o que se detetou foi que a aplicação da velha lei em conjugação com o fator de sustentabilidade levava a cortes muito substanciais“, por isso “o Governo decidiu voltar a congelar” os pedidos de reforma.

Uma análise do Ministério do Trabalho e da Segurança Social a uma amostra de 294 destes pedidos feitos por pessoas com 55 anos e pelo menos 30 de carreira contributiva, revela que a pensão média que cada um irá receber será de 176 euros. Entre os pedidos de pessoas com 57 e 59 anos aquele valor médio mensal é de 213 euros e de 398 euros – uma pessoa com 59 anos de idade e, pelo menos, 30 anos de descontos, terá uma pensão média de 388 euros, demonstrou Vieira da Silva.

“O risco social associado à existência de pedidos de reforma com graves cortes é elevado”, disse o ministro no encontro com jornalistas, explicando que quem tem menos de 60 anos ficará impedido de requerer à Segurança Social a reforma antecipada até que haja nova fórmula de impedir penalizações excessivas nestes casos.

“É preciso encontrar um modelo que valorize as mais longas carreiras contributivas. O sistema deve olhar para essas pessoas. Acontece que o sistema em vigor poderia levar a cortes de 50% da pensão”, justificou o ministro num encontro sobre a vertente orçamental da segurança social para 2016.

De acordo com as novas regras aplicadas pelo atual Governo, os trabalhadores que pedirem a pensão antecipada têm agora 30 dias para decidir, com base na estimativa apresentada, se pretendem avançar para a reforma antecipada com a respetiva penalização ou se preferem continuar no ativo.

Controlo das baixas e mais apoios

Na reunião com jornalistas, o ministro anunciou que o Governo prevê gastar este ano 75 milhões de euros em pensões e complemento solidário para idosos para combater os casos de pobreza nos idosos e pensionistas com menos recursos.

Também serão repostos valores das prestações sociais, como o abono de família ou o Rendimento Social de Inserção. No total, estas medidas deverão chegar aos 135 milhões de euros.

Vieira da Silva alertou ainda que as baixas por doença acima dos 30 dias serão todas fiscalizadas por uma junta médica, uma medida que poderá significar uma poupança de 50 milhões de euros.

De acordo com o ministro, “a redução das convocatórias e algum aligeiramento que se foi verificando” é um dos motivos que terá levado ao acréscimo de despesa registado nestes últimos anos.

Os valores pagos não vão ser alterados, mas admite-se uma revisão dos motivos de convocação da bolsa dos convocados.

ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Transferência de Bruno Fernandes rendeu 16 milhões ao BCP e ao Novo Banco

A transferência de Bruno Fernandes do Sporting para o Manchester United foi rentável não apenas para o clube de Alvalade, mas também para os Bancos que são os principais financiadores do emblema. Millennium BCP e …

Braga 0-1 Rangers | "Guerreiros" eliminados por pé Kent

O Sporting de Braga caiu nos 16 avos-de-final da Liga Europa. Após a derrota por 3-2 na visita ao Rangers na semana passada, após estar a vencer por 2-0, os “arsenalistas” foram donos e senhores …

Violada, drogada e raptada. Cantora Duffy explica o seu desaparecimento da cena musical

A cantora galesa Duffy que fez sucesso, em 2008, com a música "Mercy", esteve vários anos afastada dos holofotes do mundo da música e explica, agora, que isso se deveu ao facto de ter sido …

Neeleman continua na TAP, mesmo com a entrada da Lufthansa

David Neeleman vai manter-se como acionista da companhia aérea portuguesa, mesmo que a Lufthansa venha a entrar no capital da TAP. Sabe-se que a Lufthansa está a estudar, juntamente com a United Airlines, a aquisição dos …

Escócia aprova plano para dar tampões e pensos grátis a todas as mulheres

O Parlamento escocês aprovou, esta terça-feira, um projeto de lei para disponibilizar gratuitamente produtos de higiene feminina a todas as mulheres. A Escócia será o primeiro país a avançar com uma medida deste tipo. O plano …

Bruxelas regista lentidão no desenvolvimento da ferrovia e dos portos portugueses

A Comissão Europeia fez hoje várias observações sobre a lentidão do desenvolvimento de projetos na ferrovia e nos portos portugueses, num relatório elaborado no âmbito do pacote de inverno do semestre europeu. Abordando os setores ferroviário …

Há dois anos, o Governo deu luz verde a doutoramentos nos politécnicos (mas ainda não mudou a lei)

O Governo deu luz verde aos doutoramentos nos politécnicos e, por isso, criou em 2018 uma lei para mudar o panorama. Contudo, esta só funciona se a Lei de Bases mudar. Em 2018, o Conselho de …

Neymar recusa treinar depois de não ser convocado

O futebolista brasileiro Neymar, que joga atualmente no PSG, recusou-se a treinar no dia seguinte a não ter sido convocado para o jogo frente ao Dijon, para a Taça de França, revelou esta quarta-feira o …

"Poesia de emergência". Espanhóis criam número de telefone para quem quiser ouvir poemas

O projeto "Poesia de Emergência" nasceu no início de 2018 e tem mais de uma centena de voluntários que recitam poemas próprios autores conhecidos. Basta ligar para um número.   A ideia, que já tem voluntários em …

Vitalino Canas: "Andei 40 anos a preparar-me para ser juiz do Tribunal Constitucional"

O ex-secretário de Estado Vitalino Canas assumiu hoje, no parlamento, que esteve nos últimos “40 anos” a preparar-se para “ser juiz do Tribunal Constitucional”, e salientou que se for eleito não será porta-voz “de nenhum …