Novo recorde de casos com 43 729 infecções e 46 mortes. Desde Fevereiro que a covid não matava tantas pessoas

5

O número de internamentos subiu, mas há menos doentes em unidades de cuidados intensivos. Mais 42 055 pessoas recuperaram da covid-19.

Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais 43 729 novas infecções por covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direcção-Geral da Saúde, sendo este valor um novo recorde de casos diários.

A maioria foi dos novos casos foi identificada na região do Norte (18 116), seguindo-se Lisboa e Vale do Tejo (13 987), Centro (6339), Madeira (2117), Alentejo (1394), Algarve (1160) e Açores (616).

Mais 46 pessoas perderam a vida com a doença, o valor mais elevado desde 26 de Fevereiro de 2021, quando morreram 58 pacientes. A nível das regiões, a maior parte dos óbitos ocorreu em Lisboa e Vale do Tejo (25), seguindo-se o Norte (11), o Centro (seis), Madeira (três) e Algarve (um). Não houve nenhuma morte nos Açores nem no Alentejo nas últimas 24 horas.

O número de internados subiu para 1955, mais 17 do que ontem. Nas unidades de cuidados intensivos estão agora 160 pacientes, menos 14 do que no último boletim.

mais 42 055 recuperados e também mais 1628 casos activos, num total de 332 786. Mais 23 793 contactos de risco estão também em vigilância, sendo o valor total 324 954.

A incidência, tanto a nível nacional como só no continente, mantém-se nos 3840 casos por 100 mil habitantes, visto que estes dados só são actualizados às segundas, quartas e sextas. Portugal está no quadrante mais escuro da matriz de risco e o r(t) está nos 1,13 a nível nacional.

Já 1 950 620 portugueses foram infectados com covid-19 desde o início da pandemia, tendo 1 598 454 recuperado. No total, 19 380 pessoas morreram com a doença.

  Adriana Peixoto, ZAP //

5 Comments

  1. E afirmam os “peritos” de todos os bordos, que a Ómicron é (soft), como uma “Gripezinha”. Se me refiro ao titulo do Artigo, o que seria se fosse mais agressiva ?….por estas e por outras continuo a afirmar….”não é o que nos divulgam que me inquieta, mas sim o que nos ocultam” !

  2. O Marcelo é um desses peritos da treta. Ainda não vencemos o COVID.É escusado continuar com facilitismos e com a ideia de que as vacinas são o milagre…

  3. O COVID apanhou-me, depois de quase dois anos sempre a fugir dele. E ainda dizia o Marcelo que esta bosta está quase a passar…. sejam mais criativos. O Zé-Povo está atento.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE