Rainha Isabel II apoia decisão de Harry e Meghan. Decisões só nos próximos dias

Facundo Arrizabalaga / EPA

A Rainha Isabel II

A rainha Isabel II anunciou, esta segunda-feira, que a família real britânica vai abrir um “período de transição” para a nova situação dos duques de Sussex, Harry e Meghan, durante o qual “dividirão o tempo entre o Canadá e o Reino Unido”.

A rainha Isabel II declarou que toda a família “apoia totalmente o desejo de Harry e Meghan de criarem uma nova vida como um jovem casal”, lê-se num primeiro comunicado, emitido ao fim da tarde pelo Palácio de Buckingham.

A família real britânica vai abrir um “período de transição” para a nova situação dos duques de Sussex, durante o qual “dividirão o tempo entre o Canadá e o Reino Unido”.

O anuncio consta de um comunicado de imprensa distribuído pelo Palácio de Buckingham após uma reunião realizada esta segunda-feira para abordar o futuro papel na monarquia do filho mais novo de Diana de Gales e da sua mulher, e em que a rainha disse que subsistem “assuntos complexos por resolver” para os quais se encontrará uma solução “nos próximos dias”.

No comunicado, citado pelo Público, e entretanto assinado pela rainha Isabel II, a família diz: “Embora tivéssemos preferido que continuassem a trabalhar como membros da família real a tempo inteiro, respeitamos e entendemos o desejo de [ambos de] terem uma vida mais independente.”

A rainha sublinha ainda o facto de Harry e Meghan terem deixado claro que “não querem depender de fundos públicos”. No entanto, o texto não refere de que forma isso acontecerá, remetendo “as decisões finais” para “os próximos dias”.

No final do encontro os jornalistas viram Harry, o seu irmão William e o pai de ambos, o príncipe Carlos, a deixarem separadamente a residência real de Sandringham, no leste de Inglaterra.

De acordo com a imprensa britânica, este foi o primeiro frente a frente do príncipe Harry, de 35 anos, com a sua avó depois de ter anunciado na quarta-feira a vontade de ter a sua “independência financeira” com a sua mulher Meghan, e de viver uma parte do ano na América do Norte.

Harry e a mulher anunciaram a intenção de “recuar” dos deveres enquanto membros seniores da família real do Reino Unido, para se tornarem “financeiramente independentes”, tendo o Palácio de Buckingham dito que essas questões são “complicadas”.

“Depois de muitos meses de reflexão e discussões internas, decidimos fazer uma transição este ano para começarmos a construir um novo papel progressivo nesta instituição. Queremos recuar enquanto membros seniores da família real [do Reino Unido] e trabalhar para nos tornarmos financeiramente independentes”, declararam os duques de Sussex, numa publicação no Instagram.

O inesperado anúncio de Harry e Meghan, que asseguram ter a intenção de “trabalhar para ser financeiramente independentes”, provocou mal-estar entre o resto dos membros da monarquia e levantou dúvidas sobre as futuras fontes de financiamento dos duques.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Veneno de tarântula pode ser benéfico no tratamento de dores viscerais

Uma equipa de investigadores australianos identificou dois peptídeos do veneno da tarântula, que podem ajudar a aliviar dores em órgãos do sistema digestivo. Há algum tempo que os cientistas investigam a funcionalidade do veneno em doenças, …

Cientistas propõem reciclar beatas de cigarro para fazer tijolos

Os cientistas afirmam que se apenas 2,5% dos tijolos produzidos em todo o mundo, anualmente, incluíssem 1% de beatas, seria possível reciclar todas as pontas de cigarro a nível global. Um grupo de investigadores da Escola …

Taxa de natalidade desce quase um terço em cidade chinesa

As autoridades chinesas reconheceram oficialmente que a taxa de nascimentos em Xinjiang, cidade situada no noroeste da China, desceu quase um terço em 2018, comparada com o ano anterior. De acordo com a CNN, o governo …

Dynetics revela o módulo lunar do programa Artemis (incluindo o interior)

A empresa norte-americana Dynetics revelou, no dia 15 de setembro, um modelo em escala real do módulo lunar especialmente projetado para levar os astronautas da NASA à Lua já em 2024, como parte do programa …

Polícia de Nova Iorque de origem tibetana acusado de espiar ao serviço da China

Um polícia nova-iorquino originário do Tibete foi acusado de espionagem pelas autoridades norte-americanas por, supostamente, ter recolhido para o Governo chinês informações sobre a comunidade tibetana em Nova Iorque. De acordo com a acusação das autoridades …

Football Leaks. PJ desconhecia acesso das autoridades francesas às provas

O inspetor da PJ, José Amador, revelou, esta terça-feira, que esta polícia não teve conhecimento do acesso das autoridades francesas às provas apreendidas a Rui Pinto durante a sua detenção na Hungria. Na quinta sessão do …

Aldeões ajudam tropas indianas que enfrentam militares chineses nos Himalaias

Cerca de 100 residentes da vila de Chushul atravessam o território indiano de Ladakh para chegar a um pico dos Himalaias conhecido como Black Top, a uma altitude de mais de 4500 metros, levando suprimentos …

Detido na Rússia líder religioso que diz ser a reencarnação de Jesus

O líder religioso, que diz ser a reencarnação de Jesus, foi detido, na Rússia, esta terça-feira, durante uma operação especial. De acordo com as imagens divulgadas pelo jornal The Guardian, vários agentes da polícia, armados e …

Covid-19: Universidade de Coimbra tem novo programa de rastreio aleatório para alunos e docentes

A Universidade de Coimbra (UC) preparou um Plano de Prevenção e Protocolo de Atuação para garantir o regresso às aulas em segurança para alunos, professores, docentes e comunidade. "Tendo em conta a situação pandémica que estamos …

Jogador substituído aos 14 segundos

Substituição insólita foi realizada na primeira divisão da Estónia. Jovem nem tocou na bola. Jogo da 21.ª jornada do campeonato nacional da Estónia, primeira divisão. O FCI Levadia recebe o JK Nõmme Kalju e vence por …