Estávamos quase a perder um osso do joelho (mas afinal está de volta)

Algumas pessoas têm um osso extra no joelho, conhecido como fabela. Ninguém identificou um propósito para o osso, que até aumenta o risco de artrite.

Não era uma surpresa que o osso estivesse a tornar-se cada vez mais raro. No entanto, um estudo dos joelhos humanos ao longo do último século e meio revelou que a fabela está a regressar a um ritmo demasiado rápido para ser uma seleção natural.

Michael Berthaume, do Imperial College London, liderou uma equipa que analisou 58 estudos de joelhos humanos, incluindo registos de 21 mil indivíduos, a partir de 1875. No início desse período, 17.9% das pessoas cujos joelhos foram examinados tinham uma fabela, que cresce num tendão atrás do joelho.

Em 1918, isto caiu para 11,2%, uma mudança estranhamente rápida. As fabelas podem colocar as pessoas em desvantagem evolutiva. Um risco ligeiramente maior de artrite com a idade não deve ter um grande impacto no número de crianças que se cria, certamente não o suficiente para ver um terço das fabelas a desaparecer dentro de duas gerações.

Mas o que veio a seguir é ainda mais estranho. Em 2018, 39% da população tinham fabelas, que são mais comuns em muitos animais não humanos. “Não sabemos qual é a função da fabela, nunca ninguém olhou para ela!”, disse Berthaume em comunicado.

Estas oscilações na frequência são ordens de grandeza mais rápidas do que seria esperado da seleção natural, por isso algo mais deve estar a acontecer. Uma possível explicação está na população que está a ser amostrada. Os asiáticos e os australianos são mais propensos a ter fabelas do que os europeus e sul-americanos.

O estudo utilizou dados de 27 países, mas registos centenários são muito mais abrangentes para alguns lugares do que para outros. Porém, Berthaume e os autores de um artigo no Journal of Anatomy compararam estudos de frequência de fabelas antes e depois de 1960 em quatro países e encontraram em todos os casos que as taxas de fabelas aumentaram.

Fabelas nem sempre aparecem em raios-X ou ressonâncias magnéticas, por isso as taxas de deteção, em vez de ocorrência, podem ter mudado. No entanto, os autores analisaram estudos de dez outros ossos que seriam igualmente fáceis de ignorar e não encontraram nenhuma mudança equivalente na frequência ao longo do tempo.

Consequentemente, a presença de fabelas deve ter uma componente ambiental, bem como genética. Para complicar as coisas, quase um terço das pessoas que têm o osso só tem num joelho.

Os autores acreditam que o osso do joelho está ligado ao osso da coxa. Eles propõem que uma melhor nutrição pode estar por trás do regresso da fabela, aumentando o comprimento da perna e a massa muscular, estimulando a formação óssea.

O mistério não está resolvido, no entanto, uma vez que a presença de fabelas (latim para “feijão pequeno”) não se parece correlacionar com a altura em humanos adultos.

 

PARTILHAR

RESPONDER

Greve na limpeza vai parar Hospital de São João no Porto

Os trabalhadores da limpeza do Hospital de São João, no Porto, entraram em greve este sábado. As desinfeções em ambulatório ou a limpeza de consultórios e da urgência não estão a ser feitas. Na …

Há um enorme buraco na atmosfera de Marte (e a água está a escapar)

Uma vez a cada dois anos, um gigantesco buraco abres-e na atmosfera marciana, deixando escapar para o Espaço uma parte das escassas reservas de água do Planeta Vermelho. O estranho mecanismo meteorológico, nunca visto na Terra, …

Musk vai construir um túnel de alta velocidade em Las Vegas

A Boring Company conseguiu um contrato de 48,7 milhões de dólares para construir um sistema subterrâneo, chamado LVCC Loop, em Las Vegas. A empresa Boring Company, de Elon Musk, foi a escolhida para construir um túnel …

Cientistas podem ter descoberto a verdadeira origem da canábis

A origem da canábis é um mistério, mas a análise de pólen antigo sugere que a planta evoluiu cerca de três quilómetros acima do nível do mar no planalto tibetano. Documentos que datam da Idade Média …

Sporting vs FC Porto | Um ano depois, a Taça para os leões

O Sporting venceu o FC Porto, mais uma vez nas grandes penalidades, e arrecadou a 17ª Taça de Portugal. Num jogo muito disputado no Estádio do Jamor, que terminou empatado 1-1 no tempo regulamentar, o Porto …

Marcelo pede aos portugueses para votarem. "Ficar em casa é um erro enorme"

O Presidente da República pediu hoje aos portugueses que façam o "pequeno sacrifício" de votar nas eleições para o Parlamento Europeu e não deixem "nas mãos de 20% ou de 25% a decisão que é …

Uma cidade inteira dos EUA está refém de cibercriminosos

A cidade de Baltimore, nos Estados Unidos, está sob ataque. Mas a ameaça não vem de pessoas armadas com pistolas e bombas. Há duas semanas, cibercriminosos usaram ransomware - um tipo de software nocivo que restringe …

Abandonado em bebé no aeroporto de Gatwick, Steve encontrou a família 33 anos depois

Um bebé foi abandonado no chão de uma casa de banho do aeroporto de Gatwick a 10 de abril de 1986. Foi quando Beryl Wright encontrou o recém-nascido que começou o mistério que só se …

Monges encontram receita perdida e voltam a fabricar cerveja medieval belga após 224 anos

Os monges da abadia de Grimbergen, na província de Brabante Flamengo, na Bélgica, encontraram a receita original de uma cerveja que era produzida artesanalmente no local há 224 anos e voltarão a fabricá-la. Monges da Abadia …

Nova app permite transmitir consentimento ao par num encontro

Vem aí uma nova app para encontros que nos permite sinalizar quando é que o nosso par tem o nosso consentimento para avançar para o próximo passo. A aplicação permite também ganhar pontos conforme se …