Psicologia explica como é que se ganha um Óscar

Ganhar um Óscar da Academia de Hollywood não tem apenas a ver com ter uma grande performance em termos de representação. Tem muito mais a ver com questões sociais e psicológicas, conclui um novo estudo científico.

A investigação, publicada pela Sociedade Britânica de Psicologia (BPS), constata que quem quer ganhar um Óscar, tem mais hipóteses se for de nacionalidade norte-americana e se fizer um filme sobre a cultura americana.

Para chegar a esta constatação, a equipa de cientistas liderada por Niklas K. Steffens, da Escola de Psicologia da Universidade de Queensland, na Austrália, avaliou “o que faz com que um determinado desempenho criativo seja visto como excepcional”, conforme explica o investigador no comunicado de divulgação do estudo.

O método de análise passou pela comparação entre a distribuição dos Óscares, atribuídos pela Academia de Hollywood, e os BAFTAs, concedidos pela Academia Britânica de Cinema e Televisão. Os investigadores analisaram todos os prémios e nomeações, desde 1968, para os melhores actores e melhores actrizes principais.

Notando que as duas Academias assumem que os prémios se destinam a reconhecer os melhores filmes e performances de todo o mundo, a pesquisa constatou que “os actores norte-americanos dominam”, “vencendo mais de 50% de todos os prémios, incluindo Óscares e BAFTAs”.

“Contudo, os actores têm mais probabilidades de ganhar se já partilharam a pertença a um grupo social com os juízes” dos prémios, sublinham ainda os autores do estudo no comunicado.

“Os actores americanos venceram 52% de todos os BAFTAs e 69% de todos os Óscares, enquanto os actores britânicos ganharam 18% dos Óscares e 34% dos BAFTAs”, analisam os investigadores.

No artigo científico , publicado pelo British Journal of Psychology, aponta-se que “estes são os primeiros dados que fornecem provas claras de que o reconhecimento de desempenhos criativos excepcionais é estimulado pela identidade social partilhada entre os receptores e os protagonistas”.

Steffens esclarece que “se vemos uma dada performance como extraordinária, não é apenas em função da qualidade objectiva dessa performance”, mas porque, “muito mais provavelmente, os perceptores reconhecem uma performance realmente brilhante quando, tanto perceptores como performers, partilham a pertença a um grupo social”, explica.

A nacionalidade também é um factor que conta no capítulo dos prémios, apurou o estudo, considerando que, “para os Óscares, os actores americanos receberam 67% de todas as nomeações, mas 78% dos prémios”.

E “o mesmo foi verdade para os BAFTAs, onde os actores britânicos ganharam 31% de todas as nomeações, mas 42% dos prémios”, salientam os investigadores.

Até o assunto do filme tem primazia, em termos de importância, relativamente ao desempenho da representação em si.

“Nos Óscares, os artistas americanos contaram 26% de vencedores de prémios cuja performance foi em filmes sobre cultura não-americana, mas 88% de vencedores de prémios cuja performance foi em filmes sobre a cultura americana“, relevam os autores.

Deste modo, Steffens destaca que a percepção “generalizada” de que são as “qualidades objectivas” de uma dada criação que a tornam “original e extraordinária” está errada. Na realidade, esta conclusão “é altamente influenciada pelos grupos sociais de que fazemos parte e que fornecem a base para que o mundo faça sentido”, conclui o investigador.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Jovens bolivianos forçaram picada de viúva-negra. Queriam ser como o Homem-Aranha

Três irmãos bolivianos de 8, 10 e 12 anos acabaram hospitalizados depois de fazerem com que uma viúva negra os picasse para que ficassem com super-poderes como o Homem Aranha. "Pensando que a [picada] lhes …

Bloco exige retirada de norma "insultuosa" no apoio a recibos verdes

O Bloco de Esquerda (BE) exigiu este domingo ao Governo que retire do formulário de apoio para os trabalhadores independentes uma norma "insultuosa" que lhes exige o compromisso de retomarem a atividade no prazo de …

Espetada de porco 2.0. Novameat propõe carne impressa em 3D para o jantar

A Novameat, uma empresa espanhola de tecnologia alimentar, apresentou um novo produto: carne de porco à base de plantas impressa em 3D, a que batizaram de espetada de porco 2.0. A Novameat quer apoiar um sistema …

Uber acusada de exploração de trabalhadores em Itália

Um tribunal de Milão ordenou a nomeação de um administrador judicial para a Uber Itália durante um ano, após ter determinado que o serviço de entrega de refeições da empresa explorava os trabalhadores. De acordo com …

Pinto de Costa: "Se Rui Moreira tivesse avançado, não me candidatava"

Pinto da Costa revelou que não teria avançado para a recandidatura à presidência do FC Porto se o presidente da Câmara do Porto tivesse entrado na corrida. "Se o Rui Moreira se tivesse candidatado, embora …

"Ficamos chocados." Cientistas redescobrem abelha azul que pensavam estar extinta

Um tipo de abelha azul reapareceu recentemente na Florida, nos Estados Unidos, depois de ter sido vista pela última vez em 2016. Além de azul, a espécie é nova e extremamente rara. Os cientistas estavam convencidos …

Missão da Space X acoplou com sucesso. Astronautas da NASA já chegaram à EEI

A cápsula Dragon que transporta os astronautas da agência espacial norte-americana (NASA) já acoplou à Estação Espacial Internacional, após terem partido no primeiro voo privado rumo ao espaço, neste sábado. Foi às 15:17 (hora de Lisboa) …

Venezuela vai aliviar quarentena com método próprio

Nicolás Maduro anunciou que, a partir de segunda-feira, a Venezuela vai aplicar um modelo próprio de quarentena preventiva da covid-19, que combina cinco dias de flexibilização disciplinada com dez de confinamento obrigatório. “É o modelo cinco …

Uma escultura gigante de uma ave está a espalhar gargalhadas numa cidade da Austrália

Um escultor australiano aproveitou o tempo de quarentena devido à pandemia de covid-19 para construir uma kookaburra eletrónica com quase quatro metros de altura, que até faz os mesmos movimentos e barulhos que o famoso …

Termina o prazo para limpar terrenos. Fiscalização arranca segunda-feira

O prazo para a limpeza de terrenos florestais termina este domingo, após prorrogação, por duas vezes, devido à pandemia da covid-19. Em caso de incumprimento, os proprietários ficam sujeitos a contraordenações, com coimas entre 280 e …