PSD vai a jogo nas eleições para “meter golos” e não só para “trocar bolas”

Miguel A. Lopes / Lusa

Rui Rio com Fernando Negrão (e) e David Justino (d)

O PSD vai a jogo nas próximas eleições europeias e legislativas e visa “meter golos” e não só trocar a bola. Quem o diz é David Justino, o vice-presidente do partido, que reconheceu também que o primeiro ano da direção de Rui Rio “não foi fácil” pelas divergências internas.

“É óbvio que estamos a apostar no cenário de vitória, quer nas europeias, quer nas legislativas. Ir a jogo só para trocar bolas não vale a pena, queremos meter golos”, afirmou David Justino à agência Lusa.

Em entrevista a propósito da primeira Convenção Nacional do Conselho Estratégico Nacional do PSD, que se realiza no sábado, David Justino reconheceu que o primeiro ano da direção eleita em Congresso entre 16 e 18 de fevereiro de 2018 “não foi um ano fácil”.

“Não vamos ignorar que tivemos problemas, que houve uma estratégia que tínhamos delineado que não foi plenamente conseguida devido a problemas internos, que projetámos uma imagem para a sociedade portuguesa que não era a que nós queríamos, de conflitualidade interna, que não é motivadora de confiança por parte dos eleitores”.

Neste ponto, Justino salientou que, nas sondagens, são visíveis diferenças entre “o bom ‘score’ pessoal” de Rui Rio e as intenções de voto no PSD. “Quer dizer que os portugueses fazem esta distinção (…) Os eleitores podem ter Rio na melhor das apreciações, mas se veem um partido que ele lidera que não é digno de confiança, não serve de nada”, alertou.

Ainda assim, defendeu que, “agora que estão superados alguns problemas internos”, a direção já tem condições de apresentar neste período pré-eleitoral o PSD como “um partido credível”, com “propostas estudadas, ponderadas e debatidas na sociedade”. “Nestes últimos seis meses, queremos ter – não é um outro PSD, nem vamos pensar que a divergência, pluralidade de opiniões vai desaparecer – um partido mobilizado para os objetivos que a direção nacional tem enunciado”, defendeu.

Questionado se o CEN, órgão de aconselhamento da direção, é a principal marca do primeiro ano do PSD de Rui Rio, Justino preferiu dar uma resposta mais ampla.

“A marca fundamental desta direção e deste presidente é a procura de formas diferentes de fazer política”, defendeu, considerando que “os portugueses estão cansados” do ‘politiquês’ e de se “fazer da política um palco para grandes espetáculos”.

Para Justino, a mudança que Rui Rio quis introduzir foi mostrar que “privilegia mais a substância do que a forma”. “É necessário que os políticos se comportem de forma diferente para que haja reconhecimento dos eleitores de que é possível fazer política de forma diferente, mais séria, mais honesta e com, diria quase, com coluna. É possível”.

David Justino, que é também presidente do CEN, aponta este órgão como “um dos pilares dessa nova forma de fazer política”. “Ao fim de um ano, a imagem que queremos transmitir é de que é possível fazer de forma diferente, é possível que o programa possa ser feito de forma alargada e participada, e que, em vez de ter um gabinete de estudo que ninguém sabe bem onde está, ter secções abertas onde há debate com pessoas que não são necessariamente do PSD”, salientou.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

DGS e Infarmed afastam terceira dose da vacina (e especialistas só querem vacinar jovens com comorbilidades)

O Infarmed afastou a necessidade de reforço da vacinação contra a covid-19 com uma eventual terceira dose. Em relação aos jovens entre os 12 e os 15 anos, a maioria dos especialistas da task force …

Sitava também desconvoca greve de julho e agosto na Groundforce

O Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos (Sitava) anunciou, esta sexta-feira, que desconvocou a greve prevista na Groundforce, nos dias 30, 31 de julho e 1 de agosto, depois da confirmação da TAP do …

Garantia da caução de 5 milhões de Berardo deverá incluir imóveis de pessoas próximas

A proposta de caução apresentada por Joe Berardo ao Tribunal Central de Instrução Criminal será composta por imóveis que pertencem a amigos e pessoas próximas. O Observador avança que a garantia da caução de Joe Berardo …

Cientistas descobrem qual a melhor altura para consumir proteínas

Uma equipa de investigadores sugere que a melhor altura para consumir proteínas é ao pequeno-almoço. É nesta altura do dia em que o corpo humano colhe mais benefícios. Os alimentos mais ricos em proteínas são os …

Matheus: "Não sei o que se passa em Barcelona, nem me trataram como jogador"

Matheus Fernandes tinha contrato com os catalães até 2025 mas, em junho, soube que ia sair do clube... por e-mail. Já assinou pelo Palmeiras mas não esquece o que aconteceu em Espanha. Tinha sido um dos …

Quem são os 91 portugueses nos Jogos Olímpicos (e as 4 medalhas que vão conquistar)

Participação portuguesa em Tóquio arranca neste sábado. Serão 91 atletas espalhados por 17 modalidades. Associated Press fez previsão para todas as especialidades presentes nos Jogos Olímpicos. Portugal teve 17 atletas na cerimónia de abertura dos Jogos …

Encontrada "impressão digital" do megatsunami provocado pelo asteróide que matou os dinossauros

Cientistas encontraram uma "impressão digital" no centro do Luisiana, nos Estados Unidos, do megatsunami provocado pelo asteróide que levou à extinção dos dinossauros. A devastação causada pelo asteróide que exterminou os dinossauros há 66 milhões de …

De que forma é o universo? Astrofísicos acreditam que pode ser um donut 3D gigante

Um novo estudo pode vir mudar a percepção de que o universo é infinito. Será que o universo é infinito? Qual será a forma do cosmos? Já há séculos que estas perguntas andam nas mentes dos …

"Checkmate". Rússia apresenta o seu novo jacto de combate revolucionário

O novo jacto é a aposta do governo russo para as exportações e pode vir a ditar o fim da supremacia (aérea e no mercado) do F-35 norte-americano. A Rússia apresentou o protótipo do novo jacto …

"É demasiado tarde". As palavras dos médicos aos doentes com covid-19 que recusaram a vacina

Estados Unidos da América contam com 48.49% da população totalmente vacinada, apesar de o processo ter estagnado nas últimas semanas. Os números de novas infeções crescem, assim como as mortes face ao crescimento galopante da …