Próxima cimeira do G7 vai ser num resort de Donald Trump

A próxima cimeira do G7 será realizada num dos clubes de golfe do Presidente norte-americano, Donald Trump, na Florida, e o clima não constará da agenda de trabalhos, disse esta quinta-feira o chefe de gabinete do Presidente norte-americano.

Donald Trump já tinha avançado com a possibilidade de levar a cimeira para um dos seus resorts, no final da anterior reunião do G7, na cidade francesa de Biarritz, mas provocou uma onda de críticas e de questões sobre possíveis conflitos de interesse.

“Não é o único lugar, mas é o melhor lugar”, disse esta quinta-feira Mick Mulvaney, chefe de gabinete do Presidente, referindo-se ao espaço que irá acolher o próximo encontro dos sete países mais ricos, o Trump National Doral Golf Club, um clube de golfe em Miami, na Florida, refutando quaisquer conflitos de interesse.

“Não receberei nenhum dinheiro”, tinha dito já Trump, quando levantou a possibilidade de levar a cimeira para um seu resort, acrescentando que o critério de escolha se prende com a proximidade ao aeroporto e a qualidade das instalações, de que é proprietário.

O chefe de gabinete do Presidente dos Estados Unidos disse ainda que a questão do aquecimento global não estará na agenda de trabalhos da cimeira do G7, marcada para 10 a 12 de junho de 2020, sabendo-se do hábito de Trump de não se envolver em iniciativas sobre alterações climáticas, sobre as quais tem conhecidas divergências de posição relativamente aos homólogos do grupo.

Sobre a escolha do local da cimeira na Florida, Mulvaney defendeu o Presidente dos EUA de acusações de benefícios comerciais, dizendo que a marca Trump “não precisa de mais reconhecimento” e reforçando a ideia de que não haverá benefícios económicos.

Contudo, o presidente do comité judicial da Câmara dos Representantes, Jerry Nadler, já tinha dito anteriormente que vai pedir uma investigação para averiguar a legalidade da realização da cimeira do G7 no clube de Trump.

O chefe do gabinete de Trump acrescentou ainda que a realização do evento naquele local irá permitir poupar milhões de dólares.

O Trump National Doral Golf Club foi comprado por Donald Trump em 2012 e os panfletos publicitários apresentam-no como um “oásis tropical”, referindo os seus cerca de 600 quartos, duas suítes presidenciais e um enorme salão de festas com o nome de Donald J. Trump.

Na cimeira de Biarritz, Trump tinha dito que poderia convidar o Presidente russo, Vladimir Putin, para comparecer no encontro da Florida, depois de ter sido expulso do G7 após a invasão da Crimeia, mas esta quinta-feira o seu chefe de gabinete limitou-se a dizer que o Presidente dos EUA “continua a ponderar essa hipótese”, mas que é uma sua prorrogativa fazê-lo, apesar das críticas de outros elementos do grupo.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Viagens ao Espaço têm um novo perigo desconhecido para os astronautas

Há um perigo inerente às longas viagens espaciais dos astronautas desconhecido até aos dias de hoje. Um novo estudo aponta que os cosmonautas podem ver o seu fluxo sanguíneo revertido na parte superior do corpo. A …

Macrocilix maia, a misteriosa traça que tem moscas a comer fezes nas suas asas

Macrocilix maia é uma espécie de traça que se destaca pela forma como se camufla dos seus predadores. Nas suas asas vê-se duas moscas a comer excrementos de pássaro. A natureza nunca falha em surpreender-nos e …

Há provas que ligam misteriosa doença que paralisa crianças a vírus raro

Pela primeira vez, foram encontradas provas da associação do Enterovírus D68, um vírus raro até há algum tempo, à Mielite Flácida Aguda, uma doença semelhante à poliomielite que tem afectado centenas de crianças, provocando a …

Antigos egípcios podem ter encurralado milhões de pássaros só para os mumificar

Novas evidências de ADN sugerem que os antigos Egípcios capturavam pássaros selvagens para sacrifícios ritualísticos (e para os poderem mumificar depois). As catacumbas egípcias contêm milhares de pássaros mumificados, especificamente íbis-sagrados (Threskiornis aethiopicus), empilhados uns sobre …

Estudo mostra que sondagens tendenciosas enviesam eleições políticas

Através de experiências práticas, uma investigação recente sugere que as sondagens tendenciosas podem influenciar e enviesar as eleições políticas, até mesmo nas grandes democracias. Enquanto uma eleição se aproxima no Reino Unido e uma votação presidencial …

A Rússia criou a arma mais mortífera da história. Foi há 72 anos

Comummente conhecida por AK-47, a espingarda Kalashnikov foi responsável por milhões de mortes durante a nossa História, sendo uma das armas mais populares do mundo e a mais fabricada pela indústria de armamento. Segundo o The Conversation, …

Luxemburgo 0-2 Portugal | Campeão marca presença no Euro

Portugal venceu o Luxemburgo por 2-0 e apurou-se para a fase final do Euro2020 – a 11ª presença consecutiva da turma das “quinas” em fases finais de grandes competições. Num encontro mal jogado, em parte pelas …

Hologramas e outras tecnologias podem ajudar a combater incêndios florestais

Portugal continua a ser assombrado pela destruição sem precedentes dos incêndios florestais. Agora é a hora de aproveitar as nossas ferramentas tecnológicas e encontrar maneiras inovadoras de ajudar a aliviar o problema e também evitar …

Pombos estão a perder dedos ou patas por causa da poluição

Basta passar algum tempo na praça de uma cidade para ver que alguns pombos têm patas feridas ou dedos em falta. Embora possamos pensar que isto é causado por algum vírus ou pelos eventuais desentendimentos …

Descoberto no Japão fóssil de pássaro com 120 milhões de anos

O fóssil de um pássaro do Cretáceo recentemente descoberto no Japão pode levar os cientistas a repensarem alguns detalhes sobre a evolução do voo. Há cerca de 120 milhões de anos, um pássaro com o tamanho …