Arqueólogos revelam provas de que a Papisa Joana existiu

Wikimedia

A Papisa Joana representada como o anti-cristo. “The Whore of Babylon”, óleo de Lucas Cranach (1534)

Arqueólogos conseguiram provas substanciais de que uma mulher ocupou o cargo mais importante da Igreja Católica. A descoberta foi feita por pesquisadores da Universidade de Flinders, na Austrália.

Para os pesquisadores, a história acerca da existência de uma papisa, alimentada desde a Idade Média, é real. Entre as provas que sustentam os argumentos está a produção de moedas em homenagem à papisa.

De um lado das moedas analisadas está o nome do imperador Luís II. Do outro, um monograma assinado pelo papa vigente que representa o nome “IoHANIs”. Segundo os pesquisadores, este nome pode ser lido como “Iohannes”, latim para João.

“Nessa época [850 d.C.], não existiu oficialmente nenhum papa com o nome de Iohannes. Mas há muitos registos de Iohannes Anglicus, a papisa”, afirmou Michael E. Habicht, autor do livro “Papisa Joana: O Pontificado Encoberto de uma Mulher ou uma Lenda?”, numa entrevista à AH.

De acordo com o escritor, a história oficial apresentada pela Igreja levantou sempre suspeitas. O autor destaca ainda que a ligação das moedas ao nome de João VIII, que reinou de 872 até 882, é bastante frágil.

“Esse papa tem um monograma diferente. E uma análise grafológica apoia a conclusão de que são diferentes assinaturas, de duas pessoas diferentes”, conclui.

Apesar de muito comentada durante a Idade Média, esta história e estas suspeitas acabaram por cair em esquecimento com o passar do tempo. Em 1099, o dominicano Jean de Mailly, ressuscitou a lenda, falando sobre a vida de Joana.

Pesquisadores dizem que Joana se disfarçou de homem para ascender na hierarquia católica, até conseguir ser eleita papa. A papisa teria reinado entre 856 e 858, sob o nome falso de João (Iohannes, em latim) e o disfarce foi descoberto durante uma procissão, quando o suposto papa João se sentiu mal e deu à luz no meio da rua.

A peripécia, por motivos óbvio, causou grande indignação e levou Joana para a prisão, onde, depois de ver o seu nome removido de todos os documentos da Igreja Católica, acabou por falecer, aos 42 anos, pouco tempo após o nascimento da sua criança.

Joana terá nascido na Idade Média, em janeiro de 814. Proveniente de uma família de camponeses, seria filha de um missionário da Igreja Católica. Historiadores dizem ainda que a jovem tinha o hábito de questionar os cânones do seu tempo.

A história da papisa chamou atenção do cinema e em 1970, a atriz Liv Ullman protagonizou um filme sobre o assunto. Em 2009, a papisa voltou aos grandes ecrãs numa produção dirigida pelo cineasta alemão Sonke Wortmann. O filme baseou-se no livro “Papisa Joana”, da inglesa Donna Woolfolk Cross.

Até aos dias de hoje a Igreja Católica não permite mulheres em cargos de liderança.

ZAP // Hypeness

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Essas datas tão um luxo! Ora vejamos a dita cuja nasceu em 814, teria reinado entre 856 e 858, ou seja, iniciou as suas funções como Papa Profissional fazendo os descontos todos correctos para segurança social e com direito a subsídio de férias e de Natal papal aos 42 anos e terminou funções aos 44 anos.
    No entanto não é que a mulher morre aos 42 anos logo quando começou a “papar”, pior que isso “papou” dois anos morta e além disso ( e agora pasmem-se) alguém a papou morta e ela engravidou e teve um filho sempre morta e já no final da “papada”.
    Esta papa tudo e todos, até que alguém a papou e lá se vai o papado.

RESPONDER

Bactéria mortal que ataca o cérebro impede texanos de usar água da torneira

Em causa está a bactéria Naegleria fowleri, que ataca o cérebro e pode causar uma doença rara e debilitante chamada meningoencefalite amebiana primária. Segundo o jornal online Observador, as autoridades do Texas, nos Estados Unidos, avisaram, na …

Estátua do papa João Paulo II a retratar a sua luta contra o comunismo está a gerar discórdia

Uma nova estátua do Papa João Paulo II, está a gerar discórdia na Polónia. A escultura está relacionada com os esforços do pontífice na década de 80, altura em que ajudou o país a libertar-se …

Reembolso do IVA, novo apoio e "afinação" no sucessor do lay-off. Governo anuncia novas medidas

O Governo anunciou esta segunda-feira através do seu ministro da Economia e de Estado, Pedro Siza Vieira, uma série de medidas para estimular a procura interna e apoiar a liquidez das empresas no período de …

"É uma tolice continuar a usar gás natural", diz ministro do Ambiente

O ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, afirmou que a aposta no hidrogénio verde é a melhor opção para descarbonizar a indústria nacional e que "é uma tolice continuar a …

Condições desumanas no centro de Lisboa: Moradores sem água despejam dejetos na rua

Na Quinta do Ferro, no coração de Lisboa, o cenário é descrito pelos moradores como “assustador” e “uma miséria”. Neste bairro, há quem viva sem luz e ainda despeje os dejetos na rua como em …

Governo vai criminalizar graffiti que custam um milhão de euros à CP

O Ministério da Justiça prepara-se para endurecer a lei contra o graffiti, que tinha sido descriminalizado, em 2013, durante o Governo de Pedro Passos Coelho. De acordo com o jornal Público, o Governo está a preparar …

Matos Fernandes diz que há "pressa" em explorar lítio, mas garante que Portugal não o fará a todo o custo

O ministro do Ambiente, Matos Fernandes, afirmou esta segunda-feira que Portugal não vai explorar o lítio “a todo o custo”, mas que este é “absolutamente fundamental" para a descarbonização, razão pela qual o Governo vai …

Governo vai reembolsar parte do IVA das compras no turismo e restauração

O Governo prepara uma flexibilização da medida de apoio à retoma, que veio substituir o ‘lay-off’ simplificado, bem como uma iniciativa que permitirá reaver parte do IVA dos serviços de turismo e restauração, adiantou o …

97,3% dos doentes com covid-19 estão a recuperar em casa

A grande maioria dos doentes (97,3%) com covid-19 está a recuperar em casa, estando os restantes internados em enfermarias e nos cuidados intensivos, disse hoje o secretário de Estado Adjunto e da Saúde. Segundo os dados …

Restauração quer esplanadas cobertas no inverno e “mordomo” a fiscalizar regras

A associação nacional de restaurantes PRO.VAR – Promover e Inovar a Restauração Nacional pediu este domingo ao Governo a criação da figura de “mordomo” no programa Adaptar 2.0 para ajudar na manutenção das regras de …