Protestos em Hong Kong. LeBron acusado de apoiar regime chinês

A super estrela do basquetebol LeBron James juntou-se à polémica entre a NBA e a China, após apelidar de “mal-informado” o treinador dos Houston Rockets, Daryl Morey, que expressou apoio aos manifestantes em Hong Kong no Twitter.

LeBron foi acusado, de acordo com o jornal Sol, de apoiar o regime chinês, quando apelidou de “mal-informado” o treinador dos Houston Rockets, Daryl Morey, que expressou apoio aos manifestantes em Hong Kong no Twitter.

LeBron manteve o silêncio no auge das reações ao tweet de Morey, mas esta segunda-feira decidiu falar sobre as consequências negativas da liberdade de expressão. “Sim, nós temos liberdade de expressão. Mas por vezes, há ramificações pelo lado negativo que podem acontecer quando não se pensa nos outros, quando só se pensa em si próprio”, afirmou uma das principais figuras do basquetebol mundial.

“Tantas pessoas podia ter sido prejudicadas, não só financeiramente mas também fisicamente, emocionalmente, espiritualmente. Portanto, temos de ter cuidado com os nossos tweets, com aquilo que dizemos e com o que fazemos. Embora tenhamos liberdade de expressão, há muitos aspetos negativos que podem vir com isso”, acrescentou LeBron, citado pelo Notícias ao Minuto.

As palavras de LeBron James foram mal recebidas pelos manifestantes e, até para alguns dos fãs, LeBron passou de herói a vilão. “Os estudantes vêm protestar todos os fins de semana. São atingidos com gás lacrimogéneo ou disparam contra eles todos os fins de semana. A polícia espanca os estudantes e pessoas inocentes quase todos os dias. E depois ele diz algo assim?! Não podemos aceitar isso”, salientou James Lo, que gere uma página no Facebook de fãs de basquetebol em Hong Kong.

Alguns manifestantes que saíram às ruas chegaram mesmo a queimar camisolas de LeBron James. “Por favor, jogadores da NBA lembrem-se do que disseram antes: ‘As vidas dos negros importam’. As vidas dos cidadãos de Hong Kong também importam!”, disse William Mok.

Este mês, todos os patrocinadores oficiais chineses suspenderam os laços com a NBA, depois do polémico tweet do diretor-geral dos Houston Rockets a apoiar os protestos pró-democracia em Hong Kong. A televisão estatal da China (CCTV) anunciou que não iria exibir os jogos de pré-temporada da NBA, a marca Li-Ning e o Shanghai Pudong Development Bank (SPD Bank) anunciaram a suspensão do patrocínio aos Rockets.

Os protestos em Hong Kong, região administrativa especial chinesa, começaram em junho por causa da polémica lei da extradição, que permitiria extraditar suspeitos de crimes para território e países sem acordos prévios, como a China.

Entretanto, as emendas à legislação foram retiradas formalmente pelo Governo, mas os protestantes têm ainda outras quatro reivindicações: a libertação dos manifestantes detidos; que as ações dos protestos não sejam identificadas como motins; um inquérito independente à violência policial e a demissão da chefe de Governo, Carrie Lam, e consequente eleição por sufrágio universal para este cargo e para o Conselho Legislativo.

Num endurecimento da posição do Governo, Lam invocou uma lei de emergência da era colonial para criminalizar o uso de máscaras em manifestações, mas a decisão parece só ter aumentado ainda mais a violência dos protestos. Na semana passada, polícias dispararam pela primeira vez balas reais sobre manifestantes, ferindo dois adolescentes.

A transferência da soberania de Hong Kong para a República Popular da China, em 1997, decorreu sob o princípio “um país, dois sistemas”. Tal como acontece com Macau, foi acordado um período de 50 anos com elevado grau de autonomia, a nível executivo, legislativo e judicial, com o Governo central chinês a ser responsável pelas relações externas e defesa.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Depois do "selo Brexit", os correios da Áustria emitem o "selo corona" impresso em papel higiénico

O serviço postal da Áustria uniu dois pontos da pandemia do novo coronavírus ao criar um selo impresso em papel higiénico que, segundo os correios, as pessoas também podem, a qualquer momento, usar para ajudar …

A Moog celebra os 100 anos do Theremin com um novo instrumento: o Claravox Centennial

Este ano marca o 100º aniversário do Theremin - um dos primeiros instrumentos musicais completamente eletrónicos, controlado sem qualquer contacto físico pelo músico. Para celebrar vai ser lançado o Claravox Centennial. Foi em 1920 que Leon Theremin, …

Depósito inexplorado na Sibéria tem uma das maiores reservas de ouro do mundo

O maior produtor de ouro da Rússia, PJSC Polyus, anunciou esta semana que o seu depósito inexplorado em Sukhoi Log, na região siberiana de Irkutsk, possui uma das maiores reservas mundiais deste metal preciosos. De …

Os novos iPhones não trazem carregador. Apple poupa muito nos custos, mas não no ambiente

A Apple decidiu vender os seus novos iPhones sem carregador ou auscultadores, alegando que a alteração tem em conta o ambiente, uma vez que serão utilizados menos produtos na embalagem dos telemóveis, mas os especialistas …

Caça ao tesouro secular. Lendária ilha pode esconder Santo Graal, manuscritos de Shakespeare e jóias reais

Perto da Nova Escócia, no Canadá, há uma lendária ilha com misteriosos túneis e estranho artefactos. Há quem acredite que esconde o Santo Graal, os manuscritos de Shakespeare e um tesouro de um capitão. Porém, …

Aprender "baleiês" pode evitar choque de navios com o animal

Uma equipa de cientistas da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, tem uma nova ideia para salvar as baleias-azuis em migração das colisões com navios. Durante a época de migração das baleias-azuis, os animais enfrentam sérios …

Afinal, os carros elétricos não são a melhor resposta para combater as alterações climáticas

Os carros elétricos, surgem como alternativas mais sustentáveis aos veículos a gasolina ou gasóleo, podem não ser a melhor forma de combater as alterações climáticas no âmbito dos transportes, de acordo com um novo estudo. …

Seria Jesus um mágico? Há arte romana que parece sugerir que sim

Em alguma arte antiga, Jesus é retratado a fazer milagres com algo na mão que parece ser uma varinha. Investigadores sugerem que se trata de um cajado, que era usado como símbolo de poder. Segundo a …

Nem todos os clubes estão a afundar – alguns estão a prosperar durante a pandemia

Nem todos os clubes estão a sofrer às mãos desta pandemia de covid-19. Alguns deles têm conseguido bons resultados financeiros apesar da crise. A covid-19 provou ser um adversário devastador para o desporto profissional em todo …

Kibus: o aparelho que vai revolucionar a forma como os nossos cães se alimentam

Ter cães como melhores amigos pode ser muito benéfico, mas também traz a sua dose de trabalho e responsabilidades. Levar ao veterinário, dar banho, levar a passear, brincar, dar de comer... No fundo é como …