Professores ameaçam com greve em outubro ao trabalho em excesso

Rodrigo Antunes / Lusa

Os professores ameaçaram, esta segunda-feira, realizar uma greve ao trabalho em excesso, com início a 21 de outubro, caso as escolas os obriguem a trabalhar além das 35 horas semanais previstas por lei.

A ameaça de uma nova paralisação, em idênticos moldes à ocorrida durante o ano letivo transato, foi veiculada pelo secretário-geral da Federação Nacional dos Professores (Fenprof), Mário Nogueira, que falou em nome de dez organizações sindicais de docentes numa conferência de imprensa, em Lisboa.

Segundo Mário Nogueira, caso venham a confirmar-se “ilegalidades e abusos” nos horários de trabalho dos professores e o Ministério da Educação “deixa ficar e não resolve” o problema, as organizações sindicais, incluindo a Fenprof e a Federação Nacional da Educação (FNE), as maiores estruturas, entregarão a 7 de outubro um pré-aviso de greve ao trabalho em excesso, com início a 21 de outubro, coincidindo com o período de reuniões intercalares.

Para o dirigente da Fenprof, trata-se da “defesa do horário de trabalho” dos professores, que, por lei, são 35 horas semanais e não cerca de 50, o que sucede “muitas vezes” devido a reuniões e “trabalho burocrático” fora do horário, tirando “a capacidade dos professores de se concentrarem nos seus alunos”.

Para 5 de outubro, véspera das eleições legislativas, está agendada uma manifestação em Lisboa, com saída da praça do Marquês de Pombal e término no Rossio, para assinalar o Dia Mundial do Professor.

A manifestação, que acabará sem intervenções, apenas com saudações ao dia do professor, que se comemora todos os anos a 5 de outubro e sempre na rua, de acordo com os sindicatos, ocorrerá sob o lema do rejuvenescimento da classe docente, uma das reivindicações.

A lista de reivindicações que sairá à rua inclui também a valorização e o reposicionamento nas carreiras, a recuperação integral do tempo de serviço congelado, o fim da precariedade e “concursos justos” de colocação de professores nas escolas.

A conferência de imprensa desta segunda-feira seguiu-se a uma reunião das dez organizações sindicais de professores, na qual não esteve o secretário-geral da FNE, João Dias da Silva, ausente em trabalho em Bruxelas. Um imprevisto impediu um outro representante da FNE de estar em Lisboa, adiantou o secretário-geral da Fenprof.

“Mas temos estado em contacto. Não estão de corpo, mas estão de alma”, afirmou Mário Nogueira, no início da conferência de imprensa.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Colisão gigante de asteróides no Espaço provocou um boom de vida na Terra

Os asteróides desempenharam um "papel divino" na história da vida na Terra. Um novo estudo sugere que um gigantesco boom de biodiversidade na Terra, há cerca de 470 milhões de anos, poderá ter acontecido devido …

Alguns planetas podem orbitar um buraco negro supermassivo em vez de uma estrela

Estamos habituados à ideia de que um planeta orbita estrelas. No entanto, estes corpos celestes podem também existir em torno de buracos negros supermassivos. Os cientistas já haviam adotado a ideia de que há planetas a …

PSD a 3 deputados da maioria na Madeira. CDS afasta geringonças

Miguel Albuquerque, político experiente, apreciador de música e apaixonado por rosas, voltou hoje a vencer as eleições regionais da Madeira, mas tem agora pela frente a ‘espinhosa’ tarefa de negociar um entendimento que garanta estabilidade …

Porto 2-0 Santa Clara | E vão cinco vitórias consecutivas na Liga

O FC Porto respondeu ao triunfo do Benfica no sábado em Moreira de Cónegos com a quinta vitória consecutiva na Liga, na recepção ao Santa Clara, por 2-0. Num jogo morno, com uma segunda parte mal jogada …

Mazda entra na corrida e prepara lançamento do seu primeiro carro elétrico

A Mazda garantiu o lançamento do seu primeiro carro elétrico já no próximo ano. O veículo será apresentado no Salão Automóvel de Tóquio. A corrida dos veículos elétricos acelera a todo o vapor e a Mazda …

Descobertas evidências de um reino bíblico em pleno deserto israelita

A bíblia faz referência a um reino de Edom, do século X antes de Cristo. Novas evidências sugerem que este reino poderá ter estado assente no deserto de Arava, no Israel. A análise de arqueólogos a …

PSD vence regionais na Madeira mas perde maioria absoluta

O PSD venceu hoje as eleições legislativas regionais na Madeira, com 37% a 41% dos votos, o que lhe retira a maioria absoluta no parlamento, segundo a projeção da RTP/Católica. O Partido Social Democrata venceu as …

No Afeganistão, há mulheres a arriscar a vida por um golo

As jogadores da seleção de futebol feminino do Afeganistão não treinam no seu país por razões de segurança. Muitas sofreram abusos sexuais e correm risco de vida para poderem jogar futebol. Pelo menos alguma vez na …

Cientista diz que avanços científicos podem levar à extinção humana

A evolução da ciência e tecnologia pode ser fundamental para evitar catástrofes, mas, ironicamente, pode também ser a causadora do fim da nossa espécie. O estudo das mudanças climáticas baseia-se em simulações cada vez mais de …

A ilha mais remota do mundo tem nome português

Tristão da Cunha é uma ilha com apenas 250 habitantes, onde ninguém fala português. Não há hotel nem aeroporto. Há quem parta em busca de um lugar sossegado para evitar as grandes multidões turísticas. Caso esteja …