Príncipe Carlos diz que temos 18 meses para salvar a humanidade

Lukas Coch / EPA

O príncipe Carlos admite que os próximos 18 meses serão cruciais para a sobrevivência dos seres humanos. Durante este tempo, os líderes mundiais terão de controlar as mudanças climáticas para evitar uma catástrofe irreversível.

“Senhoras e senhores, estou firmemente convencido de que os próximos 18 meses decidirão a nossa capacidade de manter as mudanças climáticas em níveis de sobrevivência e de restaurar a natureza ao equilíbrio de que precisamos para a nossa existência“, disse o príncipe Carlos numa reunião com os líderes da Commonwealth.

O príncipe de Gales deixou, assim, o aviso aos líderes mundiais para unirem a ambição com “a ação prática que é necessária“. As mudanças climáticas crescentes e a perda de biodiversidade requerem a “união e a força” da Commonwealth, de forma a lidarem com estes desafios ambientais sem paralelo.

Citado pelo jornal britânico The Week, o príncipe Carlos disse que no próximo ano e meio estão agendadas “reuniões críticas que determinarão a agenda global para a próxima década”. Desta forma, as decisões tomadas nestas reuniões poderão decidir o futuro da humanidade.

O monarca receia que talvez seja tarde demais para reverter a situação do planeta e que ignorar a sua situação só transformaria o mundo num “paciente moribundo”. Ainda no mês passado, durante a visita de Trump ao Reino Unido, ambos discutiram as mudanças climáticas, com o presidente americano a considerar que os Estados Unidos eram um país “limpo”.

“Acredito que a Commonwealth, com a extraordinária riqueza de recursos e ideias que pode obter, pode oferecer muitas soluções para os problemas que compartilhamos”, disse o príncipe Carlos durante o seu discurso.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Se este soubesse alguma coisa do que fala até que lhe daria alguma atenção. Nunca existiu qualquer consenso no seio da comunidade científica quanto às alterações climáticas. Preocupem-se mais com o que está a passar com a água no subsolo do que com o CO2!

        • A única pressão soviética é a que existe nos EUA, por ordem presidencial, para os cientistas não mencionarem as palavras “aquecimento global” e “alterações climáticas”. Se o fizerem perdem o financiamento, sabia disso? Mesmo assim 97% (provavelmente são >99% hoje em dia) não têm quaisquer dúvidas sobre a realidade dos factos. Mais valia acreditar na terra plana, é igualmente ridículo e pelo menos não tem grandes consequências para os restantes.

  2. Mas afinal uma pessoa tao rica e importante que anda desde a decada de 70 a alertar para o problema do plastico, esteve a dormir até agora?
    E caça? E passam-lhe o pijama todos os dias?
    E o ECHELON que se encontra no seu país nao o incomoda? https://en.wikipedia.org/wiki/ECHELON
    Palavras bonitas mas proferidas provavelmente por um encomendador de ocorrencias…!

  3. Mundo e a natureza tem a capacidade de suportar e superar. Mas alguns especies vāo desaparecer, inclusivo a homosapien que nao vai fazer neuma falta. Essa espécie so sabe brigar, reprimir e ignorar sofrimento da proprio espécie. Imagina se preocupar com outras espécies.

Responder a Maria Cancelar resposta

Para além de autocarros, Cascais quer comboios gratuitos dentro do município

Desde 1 de janeiro de 2020, Cascais tornou-se no primeiro concelho do país a ter transportes públicos rodoviários gratuitos. Agora, quer alargar a iniciativa aos comboios. "Estamos a abrir um novo paradigma, que encara a mobilidade …

Governo convoca sindicatos para negociar aumentos acima dos 0,3%

O Governo convocou as estruturas sindicais da administração pública para voltar a negociar a proposta dos aumentos salariais de 0,3% para este ano. De acordo com a agência Lusa, o Governo convocou as estruturas sindicais da administração …

Governo prepara injeção final de 1400 milhões no Novo Banco

Desde a venda, em outubro de 2017, o Estado já injetou 1,9 mil milhões de euros no Novo Banco. Agora, o Fundo de Resolução estuda injetar mais 1,4 mil milhões. O Fundo de Resolução e o …

Em Espanha, há jogadores a serem pressionados a sair para países árabes

Jogadores do UD Almería estão a ser pressionados pelo dono do clube a sair para clubes de países árabes. Alguns atletas já apresentaram queixa ao sindicato. O xeique Turki Al-Sheikh, dono do Almería, da segunda divisão …

Chuva forte inunda Hospital de São José, em Lisboa

As chuvas fortes que se fizeram sentir esta quinta-feira inundaram o Hospital de São José, em Lisboa, deixando algumas salas alagadas. A informação é avançada pelo Correio da Manhã, que publicada algumas fotografias nas quais se …

Aos 58 anos, Carlos Sainz volta a fazer história ao conquistar o seu terceiro Dakar

Carlos Sainz reforçou o estatuto de piloto mais veterano a conquistar o Dakar, ampliando assim por mais um par de anos o recorde que já lhe pertencia. O espanhol Carlos Sainz (Mini) conquistou a terceira vitória …

Alunos até ao 6.º ano vão poder ficar nas escolas das 9 às 17 horas

O princípio da Escola a Tempo Inteiro (ETI), que permite prolongar o horário escolar dos alunos do 1.º ciclo através de Atividades de Enriquecimento Curricular (AEC), vai ser também alargado aos estudantes do 2.º ciclo. …

Bruno Fernandes corre risco de não fazer o último jogo contra o Benfica

Com a transferência de Bruno Fernandes para o Manchester United quase fechada, o internacional português corre o risco de não alinhar esta sexta-feira no dérbi com o Benfica. A notícia avançada hoje pelo Correio da Manhã …

Carreiras chama "traidor" a Rio (e considera que Passos Coelho voltará a unir o partido)

O autarca de Cascais, Carlos Carreiras, classifica Rui Rio como "traidor" e considera que, "se e quando decidir voltar", Pedro Passos Coelho voltará a unir o PSD. Carlos Carreiras, presidente da maior autarquia social-democrata do país, …

Docentes com mais de 60 anos podem deixar de dar aulas

Tiago Brandão Rodrigues colocou em cima da mesa a opção de docentes com mais de 60 anos poderem deixar de dar aulas e passar a desempenhar outras atividades nas escolas. Na nota de apresentação do Orçamento …