Fundador do Twitter vendeu o seu primeiro tweet por 2,4 milhões de euros

Mark Warner / Wikimedia

Jack Dorsey, fundador do Twitter

Um empresário baseado na Malásia pagou 2,9 milhões de dólares (2,4 milhões de euros) pelo primeiro tweet do fundador da rede social Twitter, que serão doados para a caridade.

Autenticado como original através do recurso à tecnologia NFT (ativos únicos digitais), o tweet de 2006 foi vendido através de um leilão on-line na plataforma Valuables, concluído terça-feira.

“Estou só a preparar o meu twttr”, refere a mensagem de Jack Dorsey pela qual o empresário de tecnologias de informação Sina Estavi, presidente da empresa Bridge Oracle, vai pagar a milionária quantia de 2,9 milhões de dólares (2,4 milhões de euros).

Reagindo, através do Twitter, a comentários de incredulidade pelo valor em causa por uma mensagem aberta a todos os utilizadores da rede social, Estavi afirmou que esta “não é apenas um tweet”.

“Penso que daqui a muitos anos as pessoas vão perceber o verdadeiro valor deste tweet, como o quadro da Mona Lisa“, escreveu Estavi.

Segundo Dorsey, a quantia será entregue à GiveDirectly, uma organização que apoia famílias pobres em África afetadas pela covid-19, tendo agradecido a Estavi.

A tecnologia de token não-fungível (NFT) recorre à tecnologia Blockchain na autenticação e colecionismo de arte. A comercialização de obras com NTFs tem vindo a disseminar-se rapidamente nos Estados Unidos, onde a banda Kings of Leon está a disponibilizar o seu mais recente álbum com estes tokens.

Recentemente, uma empresa de “Blockchain” comprou uma obra do famoso artista britânico Banksy, destruiu-a, e depois colocou à venda uma versão digital com NFT.

No início de março, uma obra do artista Beeple foi vendida em leilão, enquanto ativos únicos digital NFT, por um valor recorde para obras não físicas de 69,4 milhões de dólares (58,4 milhões de euros).

Segundo o comunicado da leiloeira Christie´s, que organizou o leilão, o comprador é “Metakovan”, fundador e financiador da Metapurse, o “maior fundo do mundo de NFT” e “pela primeira vez numa venda do género foi aceite criptomoeda”, neste caso “Ethereum (Ether)”.

Os 69,35 milhões de dólares pagos por “Metakovan” – aproximadamente 38.474,82 ether – fazem de Beeple um dos três artistas vivos mais valiosos, juntamente com Jeff Koons e David Hockney, segundo a leiloeira.

Reagindo ao resultado do leilão, Beeple – cujo verdadeiro nome é Mike Winkelmann – celebrou o uso dos NFT. “Acredito que estamos a testemunhar o início do próximo capítulo da história da arte, a arte digital”, disse o artista.

Mas este sistema também já chegou ao desporto, estando a ser usado, por exemplo, para comprar clipes de vídeo de jogos icónicos da NBA, a liga de basquetebol norte-americana. Em fevereiro, um vídeo de dez segundos de um ‘afundanço’ de Lebron James, que agora joga nos LA Lakers, foi vendido por 208 mil dólares, cerca de 175 mil euros.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE