Médicos relatam o primeiro caso conhecido de uma pessoa que urina álcool

Francisco Antunes / Flickr

Estátua Manneken Pis, o rapaz a urinar de Bruxelas

Uma mulher residente em Pittsburgh, nos Estados Unidos, tornou-se o primeiro caso documentado de uma pessoa que urina álcool – sem sequer o ter consumido.

A mulher, de 61 anos, com problemas hepáticos e diabetes, deslocou-se ao University of Pittsburgh Medical Centre Presbyterian Hospital, nos Estados Unidos, para entrar numa lista de espera para um transplante de fígado.

Os médicos realizaram vários exames, incluindo análises à urina. Apesar de os resultados terem revelado problemas relacionados com o consumo de álcool, a paciente negava o consumo do mesmo. “Reparamos que os resultados dos testes de plasma para etanol e os resultados dos testes de urina para glicuronídeo de etil e sulfato de etil, os metabolitos do etanol, deram negativo, enquanto que os resultados dos testes de urina para etanol foram positivos“, explicaram.

Os médicos que analisaram a paciente tampouco notaram sinais visuais de intoxicação que explicassem os níveis tão altos de etanol na sua urina, pelo que desconfiaram de imediato do diagnóstico mais óbvio.

Segundo o Science Alert, outro mistério foi a presença de grandes quantidades de glicose na urina – uma condição chamada hiperglicosúria -, com as amostras de urina a revelarem níveis abundantes de levedura.

Por esse motivo, a equipa médica decidiu testar a hipótese de a levedura, colonizada na bexiga da mulher, fermentar açúcar para produzir etanol. A levedura em causa foi identificada como Candida glabrata, uma levedura natural encontrada no corpo humano e relacionada com a levedura de cerveja, mas que normalmente não é descoberta em abundância.

Os esforços para eliminar o fermento com tratamentos antifúngicos falharam, muito provavelmente devido à diabetes mal controlada da paciente. À luz da situação, nunca antes documentada, a mulher foi reconsiderada para o transplante de fígado, ainda que o relatório médico não deixe claro o que aconteceu com a paciente.

A condição, que os investigadores batizaram de “síndrome da fermentação da bexiga”, deixa claro que os médicos devem ser cuidadosos e investigar em caso de incongruências.

Ao analisar o caso desta mulher, os médicos tomaram conhecimento de outros relatórios que descreviam uma produção semelhante de etanol na urina – um caso pós-morte e outro em experiências realizadas in vitro.

Isto significa que é possível que outros pacientes já tenham apresentado sintomas da mesma condição médica, ainda que os sintomas não tenham sido reconhecidos devido à natureza incomum e amplamente desconhecida desta patologia. Os resultados desta investigação foram recentemente publicados na Annals of Internal Medicine.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Descobertas três novas espécies de pterossauro em Marrocos

Cientistas encontraram três novas espécies de pterossauro, que viveram no deserto do Sahara, há 100 milhões de anos, em Marrocos. De acordo com o site EurekAlert!, estas três novas espécies de pterossauro faziam parte de um …

Texto português do século XVI mostra eficácia da quarentena

Um especialista australiano descobriu num texto português do século XVI uma prova de que a quarentena ou o isolamento podem impedir a globalização de uma doença como a covid-19, que já provocou mais de 30 …

Coronavírus. Mercados chineses continuam a vender morcegos

Nem com a pandemia de covid-19 a China abre mão dos seus velhos hábitos. Embora o novo coronavírus tenha tido origem num mercado de animais exóticos, em Wuhan, muitos destes sítios continuam a funcionar normalmente …

No Twitter, o discurso de ódio contra chineses cresceu 900%

A L1ght, uma empresa que mede a toxicidade das plataformas digitais, partilhou recentemente um relatório no qual revela que o discurso de ódio contra a China e contra os chineses teve um crescimento de 900%. Donald …

Há mais pessoas em quarentena do que vivas durante a 2ª Guerra Mundial

Um terço da população mundial - 2,6 mil milhões de pessoas - está em quarentena. São mais seres humanos em isolamento do que aqueles que estavam vivos para testemunhar a 2ª Guerra Mundial. Na terça-feira, o …

Biblioteca virtual no Minecraft dá voz a jornalistas censurados de todo o mundo

Enquanto governos de todo o mundo reprimem a liberdade jornalística e censuram a sua imprensa nacional, a Reporters Without Borders está a trabalhar para chegar ao público através de um canal improvável: uma enorme biblioteca …

Há mais 19 mortos em Portugal. Número de casos confirmados perto dos 6.000

Portugal registou, este domingo, mais 19 mortes devido ao surto de covid-19. O número de casos confirmados é de 5.962, mais 792 em relação aos números de sábado. A Direção-Geral de Saúde revelou este domingo o …

Criança de 14 anos morre com covid-19 no Hospital da Feira

Uma criança de 14 anos morreu, este domingo, no Hospital de São Sebastião, na Feira, vítima de covid-19. Sofria de psoríase, doença que pode debilitar o sistema imunitário. O rapaz era morador em Ovar e tinha …

A Estação Matternet é um "portal seguro de drones" para hospitais

O sistema é simples: a equipa médica do hospital coloca as amostras que precisam de ser testadas no interior da estação, e esta encarrega-se automaticamente de as colocar num drone. Depois, o topo da torre …

Espanha atinge recorde: Morreram 838 pessoas nas últimas 24 horas

Espanha registou, nas últimas 24 horas, 838 mortos com o novo coronavírus, voltando a aumentar o número de falecidos num só dia e elevando o balanço total para 6.528, de acordo com a última atualização …