Primeiras sondagens dão “Não” no referendo

Yannis Kolesidis / EPA

Eleitor à saída da cabine de voto no referendo grego

Eleitor à saída da cabine de voto no referendo grego

Segundo os primeiros dados das exit polls, as sondagens à boca das urna realizadas esta manhã durante as votações no referendo grego, os cidadãos estarão maioritariamente a dizer “não” às exigências dos credores europeus.

Apesar destes primeiros resultados, especialistas citados pela agência noticiosa russa RIA Novosti não excluem que a situação possa mudar ao longo do dia.

A votação pode ser a mais importante na Grécia desde que o país aderiu à União Europeia. A afluência é maior do que nas eleições parlamentares antecipadas em janeiro, dizem os observadores.

É exigida uma participação de pelo menos 40% do eleitorado para que o resultado do referendo seja considerado válido.

As mais de 19 mil assembleias de voto abriram às 07:00 (05:00 em Lisboa) e fecham às 19:00 (17:00 em Lisboa), antecipando-se uma longa noite para os líderes europeus e para os principais atores financeiros.

O Governo grego surpreendeu toda a gente ao final do dia 26 de junho, ao anunciar um referendo durante as negociações, e ficou assim arredado de receber, pelo menos para já, cerca de 12 mil milhões de euros que estavam a ser negociados com os parceiros europeus até novembro, e mais de 3,5 mil milhões de euros vindos do FMI.

O referendo, o primeiro desde 1974, serve para os gregos decidirem se aceitam o programa apresentado pelos credores internacionais (Comissão Europeia, Fundo Monetário Internacional e Banco Central Europeu) há mais de uma semana.

Contudo, o programa já não existe, dado que Atenas falhou o pagamento de 1,55 mil milhões de euros ao Fundo Monetário Internacional (FMI) a meio da semana passada.

Armando Babani / EPA

O primeiro-ministro da Grécia, Alexis, Tsipras, vota no referendo

O primeiro-ministro da Grécia, Alexis, Tsipras, vota no referendo

O executivo Syriza liderado por Alexis Tsipras, bem como a direita nacionalista ANEL e os neonazis do Aurora Dourada, defendem que a resposta à pergunta sobre se aceita o programa de ajuda externa que estava em cima da mesa deve ser o ‘Não’, argumentando que um novo mandato do povo grego dará mais força negocial a partir de segunda-feira, quando a ‘troika’ se sentar novamente à mesa com as autoridades gregas.

Do lado europeu, a interpretação é contrária: um ‘Não’ significa, na verdade, um não à zona euro e à Europa, dado que a Grécia não tem condições para continuar a usar a moeda única sem assistência financeira dos parceiros.

Do outro lado da barricada estão os partidos da oposição (Nova Democracia, de direita, o Pasok e o To Potami, ambos de centro-esquerda), que apostam num ‘Sim’ como forma de garantir a ajuda financeira que a Grécia desesperadamente precisa para manter o país a funcionar.

O ministro das Finanças grego, Yanis Varoufakis, confirmou que se demite se os gregos votarem “sim”.

Varoufakis transmitiu hoje uma mensagem europeísta ao afirmar que o referendo pode demonstrar que “a moeda única e a democracia são compatíveis entre si“.

“Durante cinco anos os fracassos incríveis do Eurogrupo conduziram a ultimatos sem qualquer sentido acerca dos quais o povo não podia pronunciar-se. Hoje, o povo pronuncia-se sobre o último ultimato do Eurogrupo e seus associados”, disse Yanis Varoufakis, depois de votar, em Atenas.

Alex Beltesx / EPA

Nos últimos dias, Yanis Varoufakis deixou claro repetidamente que, se não vencer o 'Não' no referendo, se demite imediatamente.

Nos últimos dias, Yanis Varoufakis deixou claro repetidamente que, se não vencer o ‘Não’ no referendo, se demite imediatamente.

O ministro, que foi votar na companhia do seu pai, classificou a tarefa de hoje dos gregos como “um momento sagrado, um momento de esperança para a Europa“, no qual se demonstra que “a moeda única e a democracia podem coexistir”.

O presidente da Grécia, Prokopis Pavlópulos, pediu hoje aos cidadãos para permanecerem “unidos” no “difícil caminho” que se avizinha, independentemente da opção que for escolhida hoje no referendo sobre a proposta dos credores internacionais em troca do resgate.

Antes do presidente votaram vários ex-primeiros-ministros, todos apoiantes do ‘Sim’, incluindo o último primeiro-ministro, o conservador Andonis Samaras.

Os primeiros resultados devem ser conhecidos a partir das 19:00 (hora em Lisboa).

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Engenheiros desenvolvem célula de combustível duas vezes mais eficiente do que a de hidrogénio

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo processo para uma célula de combustível que funciona com o dobro da tensão das células a combustível tradicionais de hidrogénio. O novo …

Preços das bebidas concertados durante anos. Seis supermercados sob suspeita de cartel

Seis grupos de distribuição alimentar e dois fornecedores de sumos, vinhos e outras bebidas, foram acusados pela Autoridade da Concorrência de concertarem preços durante vários anos em prejuízo do consumidor. "Após investigação, a Autoridade da Concorrência, …

Sindicato denuncia mobilização forçada de médicos para tratar surto de Reguengos de Monsaraz

O Sindicado dos Médicos da Zona Sul (SMZS) denunciou hoje o que diz ser uma “mobilização forçada de médicos” pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo para o combate ao surto de covid-19 de …

Novo comboio-bala entra ao serviço na linha Tóquio-Osaka

O mais novo modelo de comboio-bala do Japão - o N700S - entrou ao serviço no dia 1 de julho, numa jornada inaugural de Tóquio a Osaka. A série N700S (sendo que o "S" significa "Supreme") …

Kanye West anuncia candidatura à Presidência dos EUA

O músico norte-americano Kanye West anunciou este sábado, Dia da Independência dos Estados Unidos, a sua candidatura à Casa Branca, depois de ter apoiado anteriormente o atual Presidente e candidato à reeleição, Donald Trump. "Agora devemos …

Vídeo revela, pela primeira vez, como é que o cérebro se livra dos neurónios mortos

Uma equipa de cientistas conseguiu usar, pela primeira vez, uma técnica que "mata" uma célula cerebral isolada e permite observar o processo de limpeza do sistema nervoso em tempo real. A equipa de investigadores conseguiu registar …

Reutilizável, dobrável e esterilizável. Novo "escudo" protege profissionais de saúde

Uma equipa de cientistas desenvolveu, recentemente, um dispositivo dobrável em forma de tenda que atua como um escudo físico para os profissionais de saúde na linha da frente contra a covid-19. A tenda redutora de gotículas …

O Lamborghini mais potente acelera dentro de água. É um iate com 4.000 cavalos

O resultado da primeira colaboração entre a a Lamborghini e os especialistas da Tecnomar é um iate de luxo, com 4.000 cavalos que recria a sensação de condução de um superdesportivo dentro de água. O mais …

Aproxima-se o lançamento do rover Perseverance

O rover Perseverance da NASA está a menos de um mês da data de lançamento prevista para 20 de julho. A missão de astrobiologia do veículo vai procurar sinais de vida microscópica passada em Marte, explorar …

Benfica 3-1 Boavista | Águias põem fim a quarentena caseira

O Benfica venceu na noite deste sábado o Boavista, naquele que foi o primeiro triunfo caseiro após a retoma da Liga. Poderá ter sido a redenção das águias? Após ter somado apenas dois triunfos, quatro desaires …