Presidente turco acusa Merkel de usar “medidas nazis”

Tolga Bozoglu / EPA

O presidente da Turquia, Recep Erdogan

O presidente da Turquia, Recep Erdogan

O presidente da Turquia, Recep Erdogan, acusou este domingo a chanceler alemã de usar “medidas nazis”, depois de Berlim impedir que ministros turcos fizessem campanha no país para o referendo sobre o reforço dos poderes do líder turco.

“Quando lhes chamamos nazis, eles [europeus] ficam desconfortáveis. Reúnem-se em solidariedade. Especialmente, Merkel”, afirmou Erdogan num discurso televisivo, citado pela agência de notícias francesa AFP.

Mas tu estás a usar medidas nazis“, disse o presidente turco dirigindo-se a Angela Merkel.

“Contra quem? Contra os meus irmãos turcos que são cidadãos na Alemanha e os meus irmãos ministros” que se deslocaram à Alemanha com a intenção de organizar comícios de campanha para o voto no ‘sim’ no referendo que se vai realizar na Turquia a 16 de abril.

Segundo Erdogan, a crise nas relações com a Europa nos últimos dias “mostram que se abriu uma nova página na luta” que os países europeus estão a fazer contra a Turquia.

O líder turco acusou ainda a Europa de estar a proteger grupos terroristas fora da lei, numa referência à manifestação que decorreu no sábado em Frankfurt e juntou cerca de 30 mil curdos, que empunhavam cartazes e bandeiras alusivos ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

Por seu turno, a Alemanha está indignada com as acusações que enfrenta o jornalista turco-alemão Deniz Yucel, correspondente na Turquia do jornal alemão Die Welt.

Erdogan descreveu Yucel, cuja prisão causou preocupação a nível global, como um “agente terrorista” e “suposto jornalista”, acusando a Alemanha de abrigá-lo durante um mês no seu consulado de Istambul antes de ir à polícia para interrogatório.

Alemanha considera que presidente turco foi longe demais

O ministro alemão dos Negócios Estrangeiros, Sigmar Gabriel, citado pela Agência France Presse, considerou as declarações de Erdogan “chocantes”.

“Somos tolerantes mas não somos estúpidos. Por isso, fiz saber ao meu homólogo turco que foi ultrapassado um limite”, disse, em declarações ao jornal Passauer Neue Presse.

A vice-presidente da CDU, partido de Angela Merkel, também reagiu às declarações. “Terá o senhor Erdogan perdido o juízo“, questionou, dizendo aos jornalistas que incitava a União Europeia a congelar “a ajuda financeira de milhares de milhões de euros” à Turquia.

// Lusa

1 COMENTÁRIO

  1. Este Erdogan, é outro perigo…
    Está a utilizar esta campanha de vitimização a favor dos seus objetivos e obter mais poder presidencial.
    É uma pessoa que não interessa a ninguém.
    Os países europeus têm todo o direito de recusar que se faça campanha pelo populismo junto das suas populações.
    Está muito na moda o estilo decadente de Trump. É preciso ter muito cuidado com esta gentalha.

RESPONDER

O que é que se bebe aqui?

Licor Beirão ganha acção contra Licor Beirinha por imitação da marca

O Tribunal da Relação do Porto deu razão à empresa J. Carranca Redondo, que acusava a concorrente Caves Altoviso de imitar o seu famoso produto Licor Beirão, segundo um acórdão consultado esta segunda-feira pela Lusa. Em …

-

Cientistas descobrem lagarta capaz de decompor sacos de plástico

Cientistas europeus descobriram uma lagarta que come sacos de plástico, o que poderá significar uma maneira de combater a poluição com plástico, um dos materiais mais difíceis de decompor que se conhece. A chamada traça da …

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un

Coreia do Norte ameaça "varrer" EUA da face da Terra

Um site oficial norte-coreano advertiu os Estados Unidos de que serão "varridos da face da Terra" se desencadearem uma guerra na península, no último episódio da troca de ameaças que alimenta as tensões na região. No …

-

PGR abre inquérito à morte de adepto do Sporting

A Procuradoria-Geral da República (PGR) abriu um inquérito ao caso da morte de um adepto do Sporting, no sábado, nas imediações do Estádio da Luz, em Lisboa. De acordo com informação da PGR, prestada esta segunda-feira …

Travis Kalanick, presidente da Uber

Uber esteve quase para ser expulsa da App Store por espiar clientes

O historial da Uber em empregar táticas duvidosas já é longo e agora descobriu-se que a aplicação esteve quase a ser expulsa da App Store da Apple por usar métodos não aprovados para identificar os …

-

Detida mulher que ateou fogo no quarto onde estava com os filhos

A mulher que, no sábado, terá pegado fogo ao seu apartamento em Mesão Frio, Guimarães, com os dois filhos menores lá dentro, agiu "num quadro de conflitualidade conjugal", informou esta segunda-feira a PJ de Braga. Em …

-

Portugal pode perder milhares de milhões com venda do Novo Banco

A factura do Novo Banco ainda pode sair mais cara aos contribuintes portugueses. O alerta é feito pelo economista José António Girão que critica a venda do banco ao fundo norte-americano Lone Star, considerando que …

Kate e Gerry McCann, os pais de Maddie

O corpo de Maddie poderá ter sido escondido por espiões britânicos

A dias de se assinalar o 10.º aniversário do desaparecimento de Madeleine McCann, há novas teorias sobre o que terá acontecido à menina britânica no fatídico dia 3 de Maio de 2007. A Polícia Judiciária revelou …

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte

Duterte até come um terrorista islâmico, se lhe derem sal e vinagre

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, ameaçou "comer" terroristas islâmicos, e garantiu que se sente capaz de ser muito mais duro do que eles, diz a agência Associated Press. "Se vocês querem que eu me torne …

-

Nova vacina contra a malária vai ser testada em três países africanos

A mais avançada vacina contra a malária, mas que tem uma eficácia limitada, vai começar a ser testada em grande escala no Quénia, no Gana e no Malawi, anunciou esta segunda-feira a Organização Mundial da …