O presidente do Turquemenistão foi dado como morto. Afinal, estava de férias

A República do Turquemenistão tornou-se independente depois da dissolução da União Soviética em 1991, mas manteve alguns dos antigos hábitos do estado comunista.

Há dois presidentes que gerem o país desde então e são eleitos com percentagens bem acima dos 90%.  O país é considerado pela Humans Rights Watch um dos países mais repressivos do mundo.

Gurbanguly Berdymukhamedov é Presidente desde 2007, cargo a que ascendeu após a morte do seu antecessor, mas em julho desapareceu durante semanas e foi dado como morto pelos meios de informação suecos e russos.

Para provar que as notícias da sua morte eram exageradas, Berdymukhamedov foi filmado pela televisão local a brincar aos ralis, conduzindo uma pick-up, devidamente equipado como se se tratasse de um piloto de competição.

Através da televisão estatal, o chefe de Estado de 62 anos mostrou, na passada semana, mais de 30 minutos das suas férias, em que este surge a passear pela residência oficial de bicicleta e a cavalo, a treinar a sua pontaria numa carreira de tiro, a jogar bowling ou a conduzir um carro junto a um vulcão. A zona em que registou as suas habilidades ao volante, para provar que não estava morto, é conhecida como “as portas do inferno”.

A confirmação de que Berdymukhamedov não está mesmo morto veio esta segunda-feira, de acordo com a BBC, quando o presidente turcomeno surgiu ao lado do primeiro-ministro da Rússia, Dmitry Medvedev, num fórum económico em Avaza, uma zona turística do país. Na mesma cerimónia estiveram também o primeiro-ministro do Azerbeijão, Novruz Mammadov, o vice-presidente do Irão, Eshaq Jahangiri, e o primeiro-ministro do Cazaquistão, Askar Mamin.

O Turquemenistão é um país com cinco vezes mais área mas apenas metade da população, quando comparado com Portugal. É igualmente um país muito mais pobre do que o nosso, apesar de ser riquíssimo em gás natural. É exatamente aqui que aparecem as portas do inferno, cuja denominação oficial é cratera de Darvaza, no deserto de Karakum.

Darvaza é um campo de gás natural cuja cobertura parcialmente ruiu durante as perfurações em 1971, criando um buraco com 69 metros de diâmetro e 30 metros de profundidade, que foi transformado em atração turística, apesar de ser considerado um dos maiores campos de gás natural do planeta.

Os geólogos soviéticos incendiaram o gás libertado na cratera, para evitar o envenenamento dos trabalhadores, calculando que arderia durante umas semanas. Porém, este buraco no chão, a 260 quilómetros da capital, está em chamas há quase 50 anos.

O presidente do Turquemenistão é conhecido pela ostentação que tenta mostrar no seu país, pelo seu ar de “homem forte” e pelo seu amor por cavalos da raça Akhal-Teke, um símbolo no seu país. O amor é tão grande que este possui 10% de todos os cavalos da raça, escreveu músicas para eles e participou em corridas.

Berdymukhamedov tem também um gosto por bater recordes mundiais do Guiness. O Turquemenistão já construiu a maior roda-gigante, o maior número de edifícios de mármore branco no mesmo espaço e a maior estátua de uma cabeça de cavalo.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Procura mundial de petróleo pode alcançar o seu nível mais baixo numa década por causa do coronavírus

O surto de coronavírus afetará de forma "significativa" a procura global por petróleo, podendo esta atingir o seu nível de procura mais baixo numa década, alerta a Agência Internacional de Energia (IEA). Com a desaceleração da …

Vitória SC 1-2 Porto | “Dragão” cola-se à liderança

A Liga NOS está ao rubro. O FC Porto foi a Guimarães vencer o Vitória SC por 2-1 e está a apenas um ponto da liderança do campeonato, na sequência da derrota do Benfica no …

Ventura não faz "fretes". Chega não viabilizará Governo do PSD se não houver cedências

Para governar com a direita, o PSD precisa do recém-eleito Chega. No entanto, há características que separam os partidos: enquanto que os sociais-democratas se querem estabelecer ao centro, André Ventura estabelece linhas vermelhas e não …

Egito atinge 100 milhões de habitantes (mas não há grandes motivos para celebrar)

A população do Egito atingiu os 100 milhões de habitantes, tornando-se no país árabe mais populoso e o terceiro em África atrás da Etiópia e da Nigéria, anunciaram ontem as autoridades. O calculador eletrónico instalado no …

Coronavírus: Há mais dois casos suspeitos em Portugal

Há mais dois casos suspeitos de infeção por coronavírus em Portugal. Os doentes, que vieram da China, já foram encaminhados para o Hospital Curry Cabral, em Lisboa, e para o Hospital de São João, no …

Morreu o ator Tozé Martinho

O ator António José Bastos de Oliveira Martinho, mais conhecido como Tozé Martinho, morreu este domingo aos 72 anos. Tozé Martinho morreu este domingo, aos 72 anos. O ator foi levado para o Hospital de Cascais, …

NASA já tem um preço para a próxima alunagem

O responsável pelos voos tripulados da NASA, Doug Loverro, revelou esta semana que a agência espacial vai precisar de  35 mil milhões de dólares nos próximos quatro anos para conseguir voltar a pisar a Lua …

Covid-19: FMI admite que crescimento mundial desça para 3,1% este ano

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional admitiu este domingo que a previsão de 3,3% para o crescimento da economia mundial possa descer 0,1 ou 0,2 pontos percentuais devido à propagação do coronavírus. "Por enquanto, a nossa …

Próximo Orçamento tem de começar a ser apresentado em abril (mas Centeno não o fará)

As novas regras de desenho de orçamentos vão ser novamente adiadas, avança este domingo o semanário Expresso. A equipa das Finanças já está concentrada no próximo Orçamento do Estado. No entanto, apesar de haver uma lei …

Exército do Canadá quer saia da farda mais curta para atrair mulheres

Para aumentar o alistamento de mulheres, o exército do Canadá está a considerar fazer alterações à farda, encurtando as saias, e referir-se às medalhas como "bling", palavra em inglês usada para se referir acessórios caros …