O presidente do Turquemenistão foi dado como morto. Afinal, estava de férias

A República do Turquemenistão tornou-se independente depois da dissolução da União Soviética em 1991, mas manteve alguns dos antigos hábitos do estado comunista.

Há dois presidentes que gerem o país desde então e são eleitos com percentagens bem acima dos 90%.  O país é considerado pela Humans Rights Watch um dos países mais repressivos do mundo.

Gurbanguly Berdymukhamedov é Presidente desde 2007, cargo a que ascendeu após a morte do seu antecessor, mas em julho desapareceu durante semanas e foi dado como morto pelos meios de informação suecos e russos.

Para provar que as notícias da sua morte eram exageradas, Berdymukhamedov foi filmado pela televisão local a brincar aos ralis, conduzindo uma pick-up, devidamente equipado como se se tratasse de um piloto de competição.

Através da televisão estatal, o chefe de Estado de 62 anos mostrou, na passada semana, mais de 30 minutos das suas férias, em que este surge a passear pela residência oficial de bicicleta e a cavalo, a treinar a sua pontaria numa carreira de tiro, a jogar bowling ou a conduzir um carro junto a um vulcão. A zona em que registou as suas habilidades ao volante, para provar que não estava morto, é conhecida como “as portas do inferno”.

A confirmação de que Berdymukhamedov não está mesmo morto veio esta segunda-feira, de acordo com a BBC, quando o presidente turcomeno surgiu ao lado do primeiro-ministro da Rússia, Dmitry Medvedev, num fórum económico em Avaza, uma zona turística do país. Na mesma cerimónia estiveram também o primeiro-ministro do Azerbeijão, Novruz Mammadov, o vice-presidente do Irão, Eshaq Jahangiri, e o primeiro-ministro do Cazaquistão, Askar Mamin.

O Turquemenistão é um país com cinco vezes mais área mas apenas metade da população, quando comparado com Portugal. É igualmente um país muito mais pobre do que o nosso, apesar de ser riquíssimo em gás natural. É exatamente aqui que aparecem as portas do inferno, cuja denominação oficial é cratera de Darvaza, no deserto de Karakum.

Darvaza é um campo de gás natural cuja cobertura parcialmente ruiu durante as perfurações em 1971, criando um buraco com 69 metros de diâmetro e 30 metros de profundidade, que foi transformado em atração turística, apesar de ser considerado um dos maiores campos de gás natural do planeta.

Os geólogos soviéticos incendiaram o gás libertado na cratera, para evitar o envenenamento dos trabalhadores, calculando que arderia durante umas semanas. Porém, este buraco no chão, a 260 quilómetros da capital, está em chamas há quase 50 anos.

O presidente do Turquemenistão é conhecido pela ostentação que tenta mostrar no seu país, pelo seu ar de “homem forte” e pelo seu amor por cavalos da raça Akhal-Teke, um símbolo no seu país. O amor é tão grande que este possui 10% de todos os cavalos da raça, escreveu músicas para eles e participou em corridas.

Berdymukhamedov tem também um gosto por bater recordes mundiais do Guiness. O Turquemenistão já construiu a maior roda-gigante, o maior número de edifícios de mármore branco no mesmo espaço e a maior estátua de uma cabeça de cavalo.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Evento raro". Nasceu uma baleia-branca no maior aquário do mundo (e o momento foi gravado)

Whisper, uma baleia-branca de 20 anos, deu à luz uma cria saudável em 17 de maio após uma gravidez de 15 meses, marcando a chegada do mais novo cetáceo do Georgia Aquarium, numa altura em …

Telemóveis são uma ferramenta poderosa contra a desigualdade de género em África

Ao dar às mulheres acesso a informação que, de outra forma, era quase impossível de obter, os telemóveis estão a salvar e a transformar vidas. De acordo com o site IFLScience, o estudo responsável por esta …

Desde março, morreram mais de 100 elefantes no Botsuana. Ninguém sabe porquê

As autoridades do Botsuana estão a investigar a morte de 110 elefantes na região do Delta do Okavango desde março, anunciou esta semana o Ministério do Meio Ambiente, Conservação de Recursos Naturais e Turismo daquele …

Um robô aprendeu a fazer uma omelete. E ficou melhor do que o esperado

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, treinou um robô a preparar uma omelete. Para os investigadores, avaliar se um robô cozinhou uma refeição com sucesso é uma fonte interessante de …

Covid-19 já matou mais no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães da II Guerra

A pandemia de covid-19 já matou mais pessoas no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães durante a II Guerra Mundial. O novo coronavírus oriundo da China já matou cerca de 50.000 pessoas em território …

Estudo mostra que os cães querem mesmo resgatar os seus donos do perigo

Um novo estudo mostra que os nossos amigos de quatro patas querem realmente salvar-nos em momentos de aflição, mas desde que saibam como o fazer. De acordo com o site Science Alert, os investigadores reuniram 60 cães …

Derek Chauvin foi detido, mas os precedentes mostram que o polícia pode sair impune

Derek Chauvin, o polícia responsável pela morte de George Floyd, foi detido e aguarda a sua primeira audiência. No entanto, há precedentes que sugerem que o agente pode sair impune. Derek Chauvin tem a sua primeira …

Cientistas encontram dois fragmentos do meteorito de Barcelona

Cientistas espanhóis encontraram dois pequenos fragmentos do chamado meteorito de Barcelona, que caiu, há mais de 300 anos, no dia de Natal. No dia 25 de dezembro de 1704, um meteorito rasgou os céus e caiu …

"Pressionaram-me para o denunciar". Higuita recorda amizade com Escobar

A relação de amizade entre René Higuita e Pablo Escobar levou a que o ex-futebolista fosse seguido pelas autoridades. A polícia chegou a pressioná-lo para denunciar Escobar. O antigo internacional colombiano René Higuita é provavelmente uma …

George Floyd. Portugal junta-se às manifestações mundiais contra o racismo

Cinco cidades portuguesas juntam-se hoje à campanha de solidariedade mundial contra o racismo, associando-se à luta pela dignidade humana na sequência da morte, a 25 de maio, do afro-americano George Floyd, sob custódia da polícia …