O presidente do Turquemenistão foi dado como morto. Afinal, estava de férias

A República do Turquemenistão tornou-se independente depois da dissolução da União Soviética em 1991, mas manteve alguns dos antigos hábitos do estado comunista.

Há dois presidentes que gerem o país desde então e são eleitos com percentagens bem acima dos 90%.  O país é considerado pela Humans Rights Watch um dos países mais repressivos do mundo.

Gurbanguly Berdymukhamedov é Presidente desde 2007, cargo a que ascendeu após a morte do seu antecessor, mas em julho desapareceu durante semanas e foi dado como morto pelos meios de informação suecos e russos.

Para provar que as notícias da sua morte eram exageradas, Berdymukhamedov foi filmado pela televisão local a brincar aos ralis, conduzindo uma pick-up, devidamente equipado como se se tratasse de um piloto de competição.

Através da televisão estatal, o chefe de Estado de 62 anos mostrou, na passada semana, mais de 30 minutos das suas férias, em que este surge a passear pela residência oficial de bicicleta e a cavalo, a treinar a sua pontaria numa carreira de tiro, a jogar bowling ou a conduzir um carro junto a um vulcão. A zona em que registou as suas habilidades ao volante, para provar que não estava morto, é conhecida como “as portas do inferno”.

A confirmação de que Berdymukhamedov não está mesmo morto veio esta segunda-feira, de acordo com a BBC, quando o presidente turcomeno surgiu ao lado do primeiro-ministro da Rússia, Dmitry Medvedev, num fórum económico em Avaza, uma zona turística do país. Na mesma cerimónia estiveram também o primeiro-ministro do Azerbeijão, Novruz Mammadov, o vice-presidente do Irão, Eshaq Jahangiri, e o primeiro-ministro do Cazaquistão, Askar Mamin.

O Turquemenistão é um país com cinco vezes mais área mas apenas metade da população, quando comparado com Portugal. É igualmente um país muito mais pobre do que o nosso, apesar de ser riquíssimo em gás natural. É exatamente aqui que aparecem as portas do inferno, cuja denominação oficial é cratera de Darvaza, no deserto de Karakum.

Darvaza é um campo de gás natural cuja cobertura parcialmente ruiu durante as perfurações em 1971, criando um buraco com 69 metros de diâmetro e 30 metros de profundidade, que foi transformado em atração turística, apesar de ser considerado um dos maiores campos de gás natural do planeta.

Os geólogos soviéticos incendiaram o gás libertado na cratera, para evitar o envenenamento dos trabalhadores, calculando que arderia durante umas semanas. Porém, este buraco no chão, a 260 quilómetros da capital, está em chamas há quase 50 anos.

O presidente do Turquemenistão é conhecido pela ostentação que tenta mostrar no seu país, pelo seu ar de “homem forte” e pelo seu amor por cavalos da raça Akhal-Teke, um símbolo no seu país. O amor é tão grande que este possui 10% de todos os cavalos da raça, escreveu músicas para eles e participou em corridas.

Berdymukhamedov tem também um gosto por bater recordes mundiais do Guiness. O Turquemenistão já construiu a maior roda-gigante, o maior número de edifícios de mármore branco no mesmo espaço e a maior estátua de uma cabeça de cavalo.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Rover Mars 2020 vai procurar fósseis microscópicos

Cientistas do rover Mars 2020 da NASA descobriram o que poderá ser um dos melhores locais para procurar sinais de vida antiga na Cratera Jezero, onde o veículo vai pousar no dia 18 de fevereiro …

MP quer passar a ouvir todas as crianças expostas a violência doméstica

A procuradora-geral da República quer que os magistrados do Ministério Público peçam sempre ao juiz de instrução criminal que as crianças expostas a violência doméstica sejam ouvidas em tribunal para memória futura. A procuradora-geral da República, …

Greta Thunberg no Parlamento entre final do mês e início de dezembro

A ativista sueca aceitou participar numa sessão na Assembleia da República, em Lisboa, promovida pela comissão parlamentar de Ambiente, Energia e Ordenamento do Território, que se realizará entre o final deste mês e início de …

Phineas Fisher. O "hacker fantoche" que está a pagar para piratearem bancos e petrolíferas

Phineas Fisher é um hackers mais infames do mundo e procura agora renovar esse estatuto ao oferecer 100 mil dólares a quem piratear instituições capitalistas, como bancos e empresas petrolíferas. O hacker ficou conhecido após ter …

Conselho Superior da Magistratura arquiva processo disciplinar a Carlos Alexandre

O Conselho Superior da Magistratura decidiu arquivar o processo disciplinar relativo ao juiz do Tribunal de Instrução Criminal por declarações sobre o sorteio da fase de instrução do processo Operação Marquês. "O plenário de hoje do …

Jardins e complexo de estufas descobertos num dos bunker de Hitler

Um grupo de especialistas descobriu jardins e um complexo de estufas, que serviu para cultivar legumes e frutas, num dos maiores quartéis generais de Adolf Hitler durante a II Guerra Mundial, o bunker conhecido como …

Ataque a Alcochete. Advogados pedem impugnação do auto de notícia da GNR

Uma discrepância nas datas de elaboração e de assinatura do auto de notícia que relata a invasão à academia do Sporting motivou, esta terça-feira, a apresentação de um requerimento de impugnação subscrito por vários advogados. No …

Japão diz que é seguro libertar água radioativa de Fukushima no Pacífico

O Ministério da Economia, Comércio e Indústria do Japão afirmou esta segunda-feira que é seguro libertar água contaminada de Fukushima no Oceano Pacífico, de acordo com o jornal local Japan Today. A central nuclear, recorde-se, sofreu …

Dez autarcas e quatro clubes entre os 68 acusados na operação Ajuste Secreto

O Ministério Público da Feira deduziu acusação contra 68 arguidos, incluindo dez autarcas e ex-autarcas, quatro clubes desportivos e os seus respetivos presidentes, no âmbito da operação "Ajuste Secreto". Numa nota publicada no seu site oficial, …

Poluição do ar em Sydney entre as 20 piores do mundo devido aos incêndios

A poluição do ar em Sydney, a maior cidade da Austrália com mais de cinco milhões de habitantes, está hoje entre as 20 piores do mundo devido ao fumo dos incêndios no leste do país. "Sydney, …