Prefeito do Rio de Janeiro manda recolher BD com beijo homossexual na Bienal do Livro

Mário Cruz / Lusa

Os fiscais chegaram à Bienal do Livro, no Rio de Janeiro, e distribuíram-se pelos stands para recolher uma edição de banda desenhada que contém um beijo homossexual. O Tribunal de Justiça da cidade já publicou uma ordem judicial provisória que impede a prefeitura de apreender obras desta feira.

Fiscais da prefeitura do Rio de Janeiro deslocaram-se, na manhã de sexta-feira, ao local onde decorre a Bienal do Livro, organizada na cidade, para recolher uma edição de banda desenhada chamada “Vingadores – A Cruzada das Crianças”, que contém um beijo homossexual.

A ação de fiscalização ocorreu depois de o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, ordenar a recolha da banda desenhada, alegando ser preciso proteger as crianças de conteúdo impróprio, porque dois personagens gays se beijam.

“Precisamos de proteger as nossas crianças. Por isso, determinámos que os organizadores da bienal recolhessem os livros com conteúdo impróprio para menores. Não é correto que elas tenham acesso precoce a assuntos que não estão de acordo com as suas idades”, escreveu o autarca no Twitter.

Marcelo Crivella é evangélico e, juntamente com outros líderes políticos conservadores, como o Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, posiciona-se publicamente contra a chamada ideologia de género.

A expressão “ideologia de género” é utilizada no Brasil por grupos conservadores contrários às discussões sobre diversidade sexual e identidade de género.

Segundo informações divulgadas pelo jornal brasileiro Folha de S.Paulo, os fiscais chegaram à bienal por volta das 12h00 locais (16h00 em Lisboa) e distribuíram-se pela feira para visitar os stands juntamente com o subsecretário de operações da Secretaria Municipal de Ordem Pública do Rio de Janeiro, coronel Wolney Dias.

Questionado sobre a iniciativa, Wolney Dias negou que a intenção de recolher a banda desenhada seja um ato de censura, afirmando tratar-se apenas do cumprimento de uma recomendação da Procuradoria-Geral do Município.

O jornal brasileiro também relatou que quando a feira abriu, às 09h00 locais, a edição de banda desenhada que motivou a ação de fiscalização já não podia ser encontrada no local. Expositores afirmaram que a revista foi toda vendida, mas alguns funcionários, que não quiseram identificar-se, disseram que receberam uma orientação para recolher títulos com temática que pudesse gerar polémica por causa da fiscalização da prefeitura.

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro já publicou uma ordem judicial provisória que impede a prefeitura de apreender obras na Bienal do Livro e de cassar a licença de funcionamento do festival.

“Concede-se a medida provisória para compelir as autoridades a absterem-se de procurar e apreender obras em função do seu conteúdo, notadamente aquelas que tratam conteúdo homossexual e transexual. Concede-se a ordem judicial, igualmente, para compelir as autoridades a absterem-se de cassar a licença para a bienal”, refere a decisão, citada pela imprensa brasileira.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Novamente a omitirem informação relevante e, portanto, a mentirem.
    O Prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, nesse mesmo vídeo que disponibilizaram, diz que esses livros deveriam estar embalados e com um aviso sobre os seus conteúdos.
    É portanto semelhante a, na TV, avisarem que as imagens seguintes podem ferir susceptibilidades.
    Muita gente sensata não quer que os filhos, a folhearem um livro, vejam dois homens a se beijarem.
    Portanto, a venda do livro não é proibida. Simplesmente não estava de acordo com as normas.
    Mas, claro, o ‘interesse’ destas ‘notícias’ é passar a ideia de censura por um estado autoritário.
    Actualmente, a linha que separa o jornalismo da ideologia política é muito ténue.
    Certamente, se escrevessem a notícia com os factos em cima da mesa, o teor da notícia seria muito diferente.
    Começaria, por exemplo, no título:
    ###’Prefeitura do Rio de Janeiro recolhe na bienal do livro uma BD para menores com conteúdos gays por não estar devidamente sinalizada’.
    Que tal? Ou não vende tanto como um Bolsonaro ditador hómofóbico?

RESPONDER

Concelho de Portalegre registou o seu primeiro caso (e revela "segredo" para combater pandemia)

Um comportamento recatado e os habitantes sempre alerta com "o bicho" são apontados como os "segredos" que têm "protegido" Fronteira (Portalegre) da covid-19, que só esta semana registou o primeiro infetado desde o início da …

Rio de Janeiro vai ter "réveillon" com espetáculos e fogo de artifício (mas sem público)

O Rio de Janeiro encerrará 2020 com espetáculos e concertos ao vivo em seis palcos montados na cidade brasileira, mas aos quais o público não terá acesso devido à pandemia. Apenas poderá vê-los nas redes …

GP de Portugal. Há 14 casos de covid-19 em equipas de Fórmula 1

Em conferência de imprensa, a Proteção Civil do Algarve revelou que foram identificados 14 casos de covid-19 entre pilotos e staff de equipas da Fórmula 1 que estiveram em Portimão. Foram identificados 14 casos de covid-19 …

Islâmicos "têm o direito" de matar franceses. Twitter retira comentário de ex-primeiro-ministro da Malásia

A rede social Twitter retirou um comentário controverso do antigo primeiro-ministro malaio ​​​​​​​Mahathir Mohamad, relativo ao debate desencadeado pelas palavras do Presidente francês, Emmanuel Macron, sobre o islão. Numa série de mensagens, em que Mahathir Mohamad …

Governo pondera decretar recolher obrigatório e restrições em mais municípios

O Governo está a avaliar avançar com o recolhimento obrigatório e alargar as restrições impostas em Paços de Ferreira, Felgueiras e Lousada a mais municípios, recusando, no entanto, um novo confinamento geral, disse hoje o …

Gigante americana Walmart retira (temporariamente) armas e munições das prateleiras

A gigante de distribuição norte-americana Walmart decidiu retirar temporariamente armas e munições das prateleiras das suas lojas, anunciou na quinta-feira um porta-voz da cadeia. A medida preventiva foi tomada a cinco dias de uma eleição presidencial …

BE afasta para já estado de emergência e defende requisição civil na saúde

A coordenadora do BE afastou para já a necessidade de um novo estado de emergência e defendeu que o Governo utilize toda a capacidade instalada na saúde, se necessário recorrendo à requisição civil dos setores …

Sismo de magnitude 7 abala Turquia e Grécia e provoca mini-tsunami. Pelo menos 4 pessoas morreram

Quatro pessoas morreram no oeste da Turquia, depois de um forte terramoto de magnitude 7 atingir o Mar Egeu na tarde desta sexta-feira. O abalo derrubou edifícios em áreas costeiras e fez pelo menos 120 …

EDP desiste de processo contra o Estado, mas vai levar tarifa social a Bruxelas

A EDP desistiu da litigância judicial com o Estado sobre a contribuição extraordinária sobre o setor energético (CESE), mas vai pedir à Comissão Europeia uma análise sobre o mecanismo de financiamento da tarifa social a …

"Fora com os pretos". Universidades e escolas de Lisboa vandalizadas com mensagens racistas

Várias universidades e escolas secundárias da região de Lisboa foram vandalizadas com mensagens de teor racista e xenófobo. "Viva a Europa Branca" ou "Fora com os pretos" são algumas das frases escritas. Várias pessoas denunciaram esta …