Preços das casas aumentaram quase 50% nos últimos cinco anos

Os preços das casas aumentaram quase 50% nos últimos cinco anos. O ritmo a que se tem dado o aumento é preocupante.

No terceiro trimestre de 2021, o preço das casas voltou a aumentar, seguindo uma tendência galopante de subida. Comprar uma casa hoje é quase 50% mais caro do que há cinco anos, contabiliza o jornal Público, com base em dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

No terceiro trimestre do ano passado, o valor mediano das casas fixou-se em 1.311 euros por metro quadrado — um aumento de 12,2% face ao período homólogo.

Desde que há registo, nunca o preço do metro quadrado tinha superado a marca dos 1.300 euros. São já 22 trimestres consecutivos em que os preços das casas aumentam em Portugal.

Feitas as contas, o valor mediano das casas é hoje 46,2% mais elevado do que em 2016. Nessa altura, uma habitação teria um custo mediano de 855 euros por metro quadrado.

O Público exemplifica que uma casa de 100 metros quadrados comprada em 2016 por 85 mil euros, estaria hoje no mercado por 125 mil euros.

O aumento do preço das casas é generalizado, verificando-se um pouco por todo o país. A maior subida foi no Alentejo Central, onde os valores de venda cresceram mais de 17%. Também Algarve (13,9%), Cávado (13,1%) e Oeste (12,6%) registaram aumentos superiores ao resto do país.

O Alto Alentejo registou não só a menor variação (0,4%), como os valores mais baixos do país, de 452 euros por metro quadrado, escreve o matutino.

O que também é alarmante é o ritmo a que os preços estão a aumentar. Os preços de venda aumentaram mais de 10% em 105 dos municípios analisados.

Também nas grandes cidades se registam aumentos expressivos, principalmente nas periferias das áreas metropolitanas: Matosinhos e Vila Nova de Gaia, no Porto; e Vila Franca de Xira e Seixal, em Lisboa.

Enquanto no Porto os preços aumentaram 12%, na capital, o valor mediano das vendas aumentou apenas 1,5%.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.