Praia para cães atrai banhistas de todo o país a Peniche

Carlos Barroso / Lusa

-

Vida de cão, em Peniche, passou hoje a ser uma expressão com um novo significado para os animais que agora têm uma praia onde podem ir a banhos com os seus donos.

A praia, a primeira do país para permanência e circulação de cães, entrou este domingo em funcionamento na sequência de um desafio de Marcos Perestrelo, secretário de Estado da Defesa Nacional, ao presidente da câmara de Peniche, António José Correia.

“Achei o desafio oportuno, porque temos muitos cidadãos que fazem exatamente esse lamento”, esbarrando a sua vontade de levar os cães para a praia com a legislação que impede a presença dos animais nas praias concessionadas.

Convicta de que a criação da praia para uso canino seria “um elemento distintivo” para Peniche, a autarquia avançou com a “experiência piloto” que será avaliada até ao final do verão e que, se tiver êxito, poderá ser replicada noutras praias do país.

O “teste” que este domingo arrancou em Peniche, atraiu já banhistas de vários pontos do país.

Luis Comunhas veio de Loures com os pais e três cães “à descoberta” de uma experiência nova para dois dos seus canídeos, e para o terceiro, à procura da oportunidade de expandir a ida à praia para lá de “uns passeios de inverno”.

A praia do Porto da Areia Norte, 80 metros de areal e rochas, foi para este banhista “a escolha certa” para o projeto, considerando que uma praia com mais movimento poderia “gerar choques com outros banhistas”.

Marco Matos e Mónica Martins, limitaram-se a repetir um ritual que já mantinham mesmo antes de a praia ser oficialmente aberta a cães.

O casal de Abrantes escolheu Peniche para umas férias numa casa alugada onde “são permitidos cães” e cumpre todas as manhãs o hábito de “cansar” Fred e Dilma num passeio pela praia, para depois durante a tarde deixarem os cães em casa “a descansar” e poderem usufruir de outras praias”.

Carlos Barroso / Lusa

-

Entre os utilizadores estreantes, Isabel Cândido teve este domingo a primeira experiência de “estar na praia em biquíni com eles”, com os cães, e não poupou elogios à iniciativa que considera de louvar – sem deixar de lamentar “a falta de pilares para prender as trelas”, cujo uso é obrigatório.

A falta de melhores condições para os donos dos animais é outra das críticas deixadas pela banhista, que trocava “um sítio um bocadinho selvagem” por uma praia com “um café e uma casa de banho”.

Um capítulo em que o que falta aos donos foi garantido para os animais, tendo a autarquia investido na colocação de sinalética, dispensadores de sacos para os dejetos e informação sobre as normas a cumprir naquela praia.

“São as mesmas que em outros espaços públicos”, disse à Lusa o Capitão do Porto de Peniche, Marco Augusto, lembrando que os cães têm que usar trela ou, se forem considerados de raça perigosa, açaime.

Segundo António José Correia, “já há colegas presidentes de outras autarquias a perguntar como corre a experiência”, levando o autarca de Peniche a não ter dúvidas de que “no próximo ano haverá mais exemplos no concelho e no país”.

E até quem sabe, “um hotel para cães e unidades hoteleiras que aceitem animais”, concluiu o presidente.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Aplaudo esta iniciativa. Aguardo que as outras autarquias tenham o mesmo gesto.
    Agora só falta haver espaços nos nossos parques para os animais andarem à vontade e brincarem com os donos como se vê nos outros países. Quanto mais forem os espaços públicos, abertos ou fechados, que admitam animais, melhor. Pode ser que seja um passo para se diminuir o abandono destes seres que tudo dão pelo Homem. A par destas iniciativas, também é extrema importância sensibilizar os donos para serem civilizados na apanha dos dejetos (felizmente já se vê mais gente a fazê-lo) e na sociabilização dos mesmos porque NÃO HÁ ANIMAIS PERIGOSOS mas sim DONOS PERIGOSISSIMOS.
    A passo lento mas parece que estamos a evoluir

RESPONDER

Sporting 2-2 Belenenses SAD | Líder salva virgindade nos descontos

A Belenenses SAD esteve a segundos de cumprir a promessa de Petit, que na antevisão da partida apontava para a primeira derrota do Sporting. Os “azuis” estiveram a vencer por 2-0, graças a uma eficácia …

Quatro anos depois, Danny recuperou a sua prancha. Estava a 2700 quilómetros

Um surfista australiano recuperou a sua prancha quatro anos depois de a ter perdido. Estava a 2700 quilómetros do sítio onde a tinha visto pela última vez. Danny Griffiths, um surfista habituado a ondas grandes, perdeu …

Os astronautas precisam de um frigorífico. Engenheiros trabalham num que funciona de "cabeça para baixo"

Para que os astronautas façam longas missões à Lua ou a Marte, precisam de um frigorífico, mas estes eletrodomésticos não são projetados para funcionar em gravidade zero. Os astronautas precisam de frigoríficos para as missões prolongadas …

A maior "cidade-fantasma" da China voltou a florescer (graças à educação)

Kangbashi, na Mongólia Interior, é considerada há muitos anos a maior "cidade-fantasma" da China. Agora, tem muito a agradecer a uma jogada inesperada, mas muito eficaz: o setor da Educação. Há alguns anos que Kangbashi, uma …

Carro da Tesla ajuda o FBI a capturar homem suspeito de atear fogo em igreja

As câmaras de um Tesla ajudaram as autoridades a prender um homem suspeito de atear fogo numa igreja na cidade de Springfield, no estado de Massachusetts. A congregação foi atacada mais de uma vez em …

Destemida e aventureira. Com apenas 18 anos, Simone Segouin ajudou a França a derrotar os nazis

Quando tinha apenas 18 anos, Simone Segouin juntou-se à Resistência Francesa para capturar as tropas nazis, sabotar os planos alemães e lutar contra o fascismo no seu país. Apesar de ter abandonado a escola bastante cedo, …

Orgulho e ciúmes. Corrida armamentista entre Coreias coloca ambiente de paz em risco

A relação entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul é conhecida por ser bastante conturbada, sendo que nos últimos anos já ocorreram alguns incidentes entre os países. Agora, as duas nações peninsulares …

"Estória mal contada": a saída de João Marques do Famalicão

Perto do final do campeonato feminino de futebol, o treinador das candidatas ao título abandona o emblema minhoto. Provavelmente porque vai liderar outra equipa minhota. Adeptos não gostaram. A Liga BPI, a primeira divisão nacional feminina …

Livre cede lugares à IL e ao Volt. Vasco Lourenço fala em "chicana política"

O Livre cedeu, esta quarta-feira, quatro lugares da sua comitiva no desfile que assinala o 25 de Abril à Iniciativa Liberal e ao Volt Portugal, depois da comissão promotora os ter informado de que não …

Pena de morte diminuiu. Execuções globais atingem o número mais baixo numa década

Globalmente, foram executadas 483 pessoas em 2020, o número mais baixo registado pela Amnistia Internacional (AI) numa década, marcando uma redução de 26% em relação a 2019 e 70% comparativamente a 2015. Segundo um artigo da …