“Portuñol” proposto a património da UNESCO

Um grupo de académicos uruguaios vai propor que o Portuñol, fruto da mistura do português e do espanhol, seja classificado como Património Cultural Imaterial pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

A informação foi esta quarta-feira dada à agência de notícias espanhola EFE por um dos impulsionadores da iniciativa, Julio Piastre.

Para concretizar tal objectivo, vão realizar na próxima sexta-feira um ciclo de conferências no Uruguai, o que constituirá o início do processo para apresentar a proposta, disse Piastre.

“Primeiro, deve existir um debate a nível universitário sobre o Portuñol. A história do Portuñol na fronteira, na formação da fronteira, na economia e na formação da identidade fronteiriça”, sustentou o promotor da iniciativa, que é um dos coordenadores dos centros do Ministério da Educação e Ciência (MEC) do Uruguai no departamento de Rivera (norte), que faz fronteira com o Brasil.

Esses debates, que se estenderão até 14 de Novembro, serão gravados e divulgados via Internet com o objectivo de dotar de uma bibliografia a iniciativa, um requisito necessário para apresentar a proposta perante a Comissão Nacional de Património do Uruguai.

Uma vez enviado o pedido, esta entidade avaliará a documentação apresentada e, no caso de o Portuñol ser declarado património cultural por parte do Estado uruguaio, este ficará encarregado de apresentar a candidatura à UNESCO.

Além da argumentação, este ciclo de conferências, denominado “Jodido bushinshe” (terrível ruído, em Portuñol): Del hablar al ser”, pretende gerar uma massa crítica colectiva sobre a cultura de fronteira e o Portuñol como património imaterial.

Piastre frisou que se pretende mostrar “até que ponto o Portuñol influencia a forma de viver ou de fazer comércio” nas zonas fronteiriças entre o Uruguai e o Brasil, que têm um comprimento aproximado de 1.000 quilómetros, fazendo com que, segundo dados do MEC, haja 450.000 uruguaios que utilizam esse dialecto.

“É um idioma um pouco caseiro”, disse Piastre para explicar a situação de bilinguismo que ocorre nesses territórios fronteiriços e que faz com que o Portuñol seja mais falado nas casas das pessoas do que no meio académico, onde se favorece o uso do espanhol.

Portuñol junta expressões próprias do português do sul do Brasil e outras típicas do norte do Uruguai e, na opinião dos académicos que participarão nos debates, é um dialecto diferenciado tanto do português quanto do espanhol.

O Brasil faz fronteira com sete países cuja língua oficial é o espanhol (Uruguai, Argentina, Paraguai, Bolívia, Peru, Colômbia, Venezuela) e nessas zonas fronteiriças poderão existir diferentes variedades de Portuñol.

/Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Esta do portuñol é mais uma confirmação de que a estupidez não é um estado de alma, mas sim uma condição permanente. E eu, que julgava os uruguaios muito entretidos a discutir a quem pertence “La Cumparsita”…

  2. Estúpido? Hilariante? Enquanto fenómeno linguístico acho bastante interessante. A finalidade de uma língua é a comunicação, não é. É perfeitamente natural que quando não há proficiência em ambas as línguas isso suceda. E é assim que nascem as línguas. Vejam os vários crioulos. E em ultimo caso até a própria língua portuguêsa surgiu da mutação e contacto com outras linguas! As variantes do alemão e francês, por ex., estão estudadas e aceites, mas como falamos da língua portuguesa já desvalorizamos, é?

  3. Fenómeno que só acontece com línguas “vivas” e quando povos com línguas maternas “semelhantes” interagem no tempo pode haver lugar a uma linguagem “mestiça”!

  4. Primeiro tente mentalmente misturar português e espanhol (viceversa)… Vocalize respeitando cada uma das fonologias. Mentalmente primeiro resultará melhor com o aparelho da fala – Não tente a transcrição fonética porque isso é com a cabeça dos dedos.

RESPONDER

Águas do Porto alerta para cobranças fraudulentas porta a porta

A empresa municipal Águas do Porto alertou, esta segunda-feira, para uma fraude que está a ser cometida em seu nome com falsos funcionários que tentam fazer cobranças à porta. De acordo com a Águas do Porto, …

Um terço dos universitários de Lisboa já sofreu violência sexual física

Um terço dos estudantes universitários da área metropolitana de Lisboa já foi vítima de violência sexual física pelo menos uma vez, mas são muitos poucos os que denunciam as agressões, raramente o fazendo à …

OE2020: Esquerda vai negociar "até ao último minuto". PSD não comenta eventual traição madeirense

O Governo apresentou, nesta terça-feira, na Assembleia da República, as linhas gerais da proposta de Orçamento do Estado para 2020 (OE2020) aos partidos com representação parlamentar. Dos encontros, não saiu fumo branco, com o Bloco …

Turismo fez subir o custo de vida dos portugueses. Salários continuam estagnados

O crescimento do turismo em Portugal fez crescer o custo de vida dos portugueses, especialmente nos que vivem nas grandes cidades, apesar de estes continuarem com os salários estagnados, escreve o Jornal de Notícias. Entre 2013 …

Contrato público. Amazon apresenta queixa em tribunal contra Trump

A Amazon revela que os "insistentes ataques públicos e de bastidores" de Donald Trump contra Jeff Bezos causaram "pressão" que levou à perda de contrato público com o Departamento de Defesa.  A Amazon apresentou uma queixa …

Empurrões, insultos e (talvez) um murro: Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro perderam as estribeiras no túnel do Jamor

Os treinadores de FC Porto e Belenenses, Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro, desentenderam-se no túnel de acesso ao relvado do Estádio Nacional, ao intervalo do jogo em que as duas equipas empataram a uma bola. …

Acordo entre Rússia e Ucrânia para cessar-fogo até ao final do ano

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o seu homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky, chegaram na segunda-feira à noite a um acordo de cessar-fogo que deverá ter efeito até ao final do ano de 2019. "As partes …

Nova Zelândia abre investigação. Erupção do Whakaari já fez pelo menos 13 mortos

Pelo menos cinco pessoas morreram e oito continuam desaparecidas, na sequência da erupção do vulcão Whakaari, na Nova Zelândia. As autoridades afirmam que há poucas chances de terem sobrevivido. "Diria com forte convicção de que ninguém …

Falhas no acesso a remédios não são exclusivo do SNS. No resto da Europa também há, diz ministra

A ministra da Saúde afirmou que as falhas no acesso a medicamentos não são "um exclusivo nacional", estando em discussão entre os Estados-membros uma "estratégia global para o acesso ao medicamento". A ministra da Saúde afirmou …

Canal Panda e jogar sem medo. A receita de Lage para vencer os russos do Zenit

O Benfica joga esta terça-feira com o Zenit de São Petersburgo, na sexta e última jornada do grupo G da Liga dos Campeões. Os encarnados precisam de vencer por dois (ou mais) golos para garantir …