Portugal está mal preparado para controlar a vespa asiática

el chip / Flickr

A vespa asiática

A vespa asiática

A Quercus considera que as autoridades portuguesas estão mal preparadas para enfrentar a vespa asiática, com a maior parte das medidas previstas sem concretização, e pede um plano de conservação das vespas autóctones e bolsas de investigação.

O “Plano de Ação para a Vigilância e Controlo da Vespa velutina em Portugal”, elaborado pela Direção-Geral de Alimentação e Veterinária, Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária e o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, “peca essencialmente por falta de implementação“, salienta um comunicado da Quercus.

Mas, para a associação ambientalista, o documento levanta também várias questões importantes que podem pôr em causa a sua eficácia e a proteção da biodiversidade em Portugal, pelo facto de a vespa asiática atacar as abelhas.

A associação de defesa do ambiente alerta que está em curso, em Itália, o início de mais uma praga para a apicultura, o pequeno escaravelho das colmeias, e apela às autoridades portuguesas para que acompanhem o progresso desta espécie invasora, para “prevenção, preparação atempada e não de remediação”.

Passados 10 anos do aparecimento, em França, da vespa velutina nigrithorax, ou vespa asiática, e três anos depois da sua chegada a Portugal, a Viana do Castelo, “as autoridades tardam em implementar um plano eficaz de luta contra esta espécie invasora”, havendo já uma “invasão descontrolada“, com muitas colmeias afetadas.

Atualmente, a vespa já está instalada nas regiões do Douro Litoral e Minho e continua a progredir para sul e este, de acordo com a Quercus.

A revisão do plano de ação, apresentada recentemente, suscitou dúvidas à Quercus pois, “apesar de fazer uma boa análise da situação e de como agir, não apresenta datas de concretização, metas e responsabilidades bem definidas”, e o site que o integra ainda não está a funcionar.

Outra preocupação relaciona-se com o “desconhecimento e descoordenação das câmaras municipais”, que são responsáveis pela destruição dos ninhos das vespas asiáticas.

Os ambientalistas defendem um plano de conservação das vespas autóctones, que podem ser importantes no combate à vespa asiática, e sugerem uma maior aposta na prevenção, nomeadamente com a criação de bolsas de investigação específicas para as universidades desenvolverem formas de luta, por exemplo, armadilhas específicas para a vespa velutina.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Depois da polémica, Hank Azaria deixa de dar voz a Apu dos "Simpsons"

O ator que dá voz à personagem indiana Apu Nahasapeemapetilon, da série "Os Simpsons", anunciou que vai deixar de o fazer, depois de vários anos de polémica. Segundo a BBC, Hank Azaria anunciou, este fim-de-semana, que …

"Parasite" vence prémio principal do Sindicato dos Atores dos EUA

O filme do realizador sul-coreano Bong Joon-ho venceu, no domingo, o prémio mais importante do Sindicato dos Atores dos Estados Unidos (SAG), tornando-se o primeiro filme em língua estrangeira a receber tal distinção. A comédia negra …

Cientistas criam método inovador para tratamento de lesões agudas da pele

Investigadores do Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) de Coimbra desenvolveram um método “inovador e sensível à luz”, que poderá ser útil no tratamento de lesões agudas da pele. Um grupo de investigadores do CNC …

Elon Musk quer enviar 10 mil pessoas a Marte até 2050

O CEO da Space X, Elon Musk, quer construir cem naves por ano e levar pelo menos dez mil pessoas a Marte até 2050, embora os protótipos das naves espaciais Starship ainda estejam sujeitos a …

Como será um iPhone daqui a um milhão de anos? Artista mostra o impacto de lixo eletrónico

https://vimeo.com/386000590 A exposição The World After Us: Imaging techno-aestethic futures tem instalações onde se pode ver a natureza a tomar conta de telemóveis, computadores, tablets e outros dispositivos, mostrando que dificilmente se desintegrarão nos próximos anos. Os …

Marca japonesa acusada de apropriação cultural por perucas de modelos

A marca japonesa Comme Des Garçons foi acusada de apropriação cultural devido às perucas usadas pelos seus modelos caucasianos num desfile na Paris Fashion Week, em França. De acordo com a BBC, as perucas com tranças …

Índia suspende a construção da primeira linha do comboio ultra-rápido Hyperloop

As autoridades estatais do estado indiano de Maharashtra decidiram suspender a construção da primeira linha do comboio ultra-rápido Hyperloop, que iria ligar as movimentadas cidades de Bombaim e Pune. O Governo local decidiu não avançar para …

Regina Duarte inicia "período de testes" na Secretaria da Cultura do Brasil

A atriz brasileira afirmou, esta segunda-feira, que iniciou um "período de testes" na Secretaria Especial da Cultura, pasta que foi convidada a liderar após a exoneração de um governante que parafraseou um discurso nazi. "Nós vamos …

Malásia devolve 150 contentores ilegais de lixo a países desenvolvidos

As autoridades da Malásia anunciaram, esta segunda-feira, que devolveram 150 contentores ilegais de lixo para os seus países de origem e afirmaram que não se querem tornar num "aterro sanitário" dos países desenvolvidos. Os países da …

Vietname contorna Huawei ao desenvolver tecnologia própria para o 5G

O maior grupo de telecomunicações do Vietname vai implementar este ano o 5G com recurso à sua própria tecnologia, contornando os chineses da Huawei, num sinal das implicações geopolíticas da rede de quinta geração. A empresa …