Portugal em 31º lugar no top da corrupção (antes de Sócrates e dos Vistos Gold)

apr77 / Flickr

-

Portugal classificou-se em 31º na perceção da corrupção no setor público em 2014, revela o barómetro anual da Transparência Internacional, organização não-governamental contra o fenómeno, que avaliou um conjunto de 175 países em todo o mundo.

Relativamente a 2013, a perceção da corrupção em Portugal subiu dois lugares este ano, para se fixar com 63 pontos, na escala de zero a 100 pontos, um intervalo que vai desde o entendimento de país altamente corrupto até à existência de elevado grau de transparência. Esta pontuação deixa-nos empatados com Botswana, Chipre e Porto Rico no 31º lugar global, atrás de países como o Uruguai (21º) ou o Qatar (26º).

“Esta subida de dois lugares tem, infelizmente, pouco significado. A nível de pontuação, Portugal melhorou um ponto, recuperando o resultado que tinha em 2012″, notou o diretor executivo da Transparência e Integridade – Associação Cívica (TIAC), a representação portuguesa na Transparência Internacional.

João Paulo Batalha esclareceu que o registo de Portugal mostra que se chegou “ao limite daquilo que conseguiremos melhorar sem adotarmos uma estratégia coerente e continuada para o combate à corrupção em Portugal”.

Em referência à Operação Labirinto, relacionada com a concessão de vistos dourados e que resultou na detenção de altas figuras do Estado, e à prisão preventiva do ex-primeiro-ministro José Sócrates, o diretor executivo da TIAC assinalou que “os escândalos recentes revelam bem a fragilidade” de Portugal.

João Paulo Batalha considerou mesmo que os recentes casos judiciais, com indícios de corrupção e também branqueamento de capitais e fraude fiscal, “poderão ter um impacto muito negativo na reputação internacional” de Portugal e tal “poderá refletir-se no índice de 2015“.

“Temos um ano para provar que o nosso país está empenhado em combater a corrupção, dando à Justiça os meios necessários para atuar e criando mecanismos de integridade pública que assegurem uma economia mais limpa e uma sociedade mais justa, onde todos tenham a oportunidade de trabalhar, investir e criar riqueza sem recorrer a esquemas de facilitismo, acesso indevido e corrupção”, sustentou.

Portugal é o 17º país europeu no relatório de perceção de corrupção, sendo precedido por Dinamarca, Finlândia, Suécia, Noruega, Suíça, Holanda, Luxemburgo, Alemanha, Islândia, Reino Unido, Bélgica, Irlanda, Áustria, Estónia, França e Chipre.

O barómetro de 2014 da Transparência Internacional apresenta a Dinamarca e a Nova Zelândia como os países em que é menor a perceção de corrupção e Coreia do Norte e Somália como nações altamente corruptas.

Para a elaboração deste relatório anual, a Transparência Internacional utiliza dados de instituições independentes especializadas em análises sobre governabilidade e ambiente de negócios.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Um grupo de manifestantes cantou o Baby Shark para acalmar um bebé durante um protesto no Líbano

No meio de uma das maiores manifestações do Líbano dos últimos cinco anos, uma mãe avisou os participantes do protesto que o seu filho estava assustado. A reação do grupo de manifestantes foi inesperada. Robin, de …

Tame Impala preparam lançamento de novo álbum

Ao que tudo indica, os Tame Impala preparam-se para lançar um novo álbum ainda este ano. As suspeitas surgem após a banda ter partilhado uma espécie de teaser no seu site oficial. Os Tame Impala divulgaram …

União Europeia favorável a nova extensão do Brexit mas ainda sem resposta para Londres

Os 27 Estados-membros da União Europeia são favoráveis a um novo adiamento do ‘Brexit’, solicitado pelo governo britânico, mas ainda discutem a sua extensão e as conversações prosseguirão no final da semana, revelaram fontes europeias. O …

A maior família do Reino Unido vai crescer. Vem aí o 22º filho

A família Radford, conhecida como a maior do Reino Unido, anunciou através de um vídeo no YouTube que estão à espera do 22.º filho. A família Radford vive em Morecambe, Inglaterra, e anunciou através do seu …

Cientistas testam medicamento que pode revelar-se mais eficaz para tratar gripe

Cientistas testaram em animais um novo medicamento que pode revelar-se mais eficaz no tratamento da gripe, ao induzir mutações genéticas nos vírus que causam a infeção impedindo a sua replicação e a sua atividade, foi …

PSD vai indicar Fernando Negrão para vice-presidente da Assembleia da República

O PSD vai indicar o líder parlamentar cessante Fernando Negrão para vice-presidente da Assembleia da República, disse hoje à Lusa fonte oficial da bancada social-democrata. A mesma fonte indicou que o PSD irá ainda propor como …

Funcionário da Casa Branca que publicou artigo anónimo sobre Trump vai lançar livro "explosivo"

O alto funcionário da Casa Branca que em setembro do ano passado escreveu de forma anónima um artigo de opinião no The New York Times vai lançar um livro no próximo mês. De acordo com o …

Grupos secretos do Facebook prometem falsas curas para cancro e autismo

Uma investigação do Business Insider expôs casos de contas e grupos secretos no Facebook que passam publicitam "medicamentos" e "tratamentos" alternativos que custam milhares de dólares mas que, na verdade, não passam de fraudes. Segundo noticiou …

Ministério repudia agressões nas escolas e fala em casos "residuais"

O Ministério da Educação garante que as situações de violência grave nas escolas são “residuais” e que existe uma tendência de diminuição de casos, repudiando todas as agressões que considera "inaceitáveis seja quem for o …

Surto de anthrax pode ter matado mais de 100 elefantes no Botswana

Um surto de anthrax pode estar na origem da morte de mais de 100 elefantes no Botswana ao longo dos dois últimos meses. Fontes do Governo do Botswana adiantaram, citadas pela Reuters, que "as investigações preliminares …