Portas foi talvez o melhor ministro da Defesa (diz João Soares)

O deputado socialista João Soares defendeu esta sexta-feira que o ex-líder do CDS-PP Paulo Portas foi “um excelente ministro da Defesa, se não o melhor”, elogiando a solução para a OGMA e a compra de submarinos.

“Foi excelente ministro da defesa, o doutor Paulo Portas, se não mesmo, o melhor“, defendeu João Soares, ‘na escola de quadros’ da Juventude Popular, que começou esta sexta-feira em Peniche.

João Soares defendeu igualmente, no contexto da ameaça do terrorismo internacional, que a “Rússia tem de ser aliada”, e considerou que “a Crimeia foi sempre russa” e que “a Geórgia é que começou a guerra”.

Estas ideias foram defendidas numa ‘aula’ sobre “Um novo conceito Estratégico de Defesa Nacional e Europeu”, que partilhou com o almirante Macieira Fragoso.

A compra dos submarinos foi algo de que me orgulho“, declarou, sublinhando que só não é compreensível para “quem não conheça as Forças Armadas, a Marinha, a afirmação no plano internacional que representa” esse tipo de equipamento ao serviço dos militares portugueses.

João Soares considerou que “não pode haver mesquinhez em termos orçamentais”, embora admitindo “asneiras em tempo de vacas gordas“, como um “número exagerado de viaturas ‘pandur’ que acabaram por não chegar”.

Manuel de Almeida / Lusa

O ex-ministro da Cultura João Soares

O deputado do PS na comissão de Defesa Nacional expressou ainda admiração, em sentido elogioso, pela “solução encontrada para a OGMA, com presença do Estado, que já tiveram como consequência a vinda para Portugal de uma fábrica da Embraer, em Évora”.

As antigas Oficinas Gerais de Material Aeronáutico deram lugar à OGMA, Indústria Aeronáutica de Portugal S.A., que, em 2003 foi privatizada, mantendo o Estado 35% do capital, sendo os restantes 65% detidos pela empresa Embraer.

Soares defendeu que a primeira ameaça à segurança internacional é o terrorismo internacional e, nesse contexto, é “favorável a que a NATO convide a Rússia” e que aquela aliança militar assumisse mais responsabilidades no combate a essa ameaça.

O socialista frisou que “a Federação Russa teve mais vítimas do terrorismo internacional do que o Ocidente todo junto”. “A Rússia tem de ser aliada. A única coisa em que a Rússia dá cartas hoje em termos mundiais é nas questões da cibersegurança e da ciberintervenção, como se viu nas eleições americanas e quase se viu nas francesas”.

Relativamente a conflitos recentes envolvendo a Rússia, João Soares começou por defender que “a Crimeia é uma história mal contada”.

A Crimeia sempre foi russa e sempre teve uma importância estratégica fundamental para a Rússia”, afirmou, acrescentando que “não morreu um único ucraniano, nem sequer de ataque cardíaco” durante a anexação daquele território ucraniano pela Rússia.

Quanto à Geórgia, salientou que “quem começou a guerra [com a Rússia] foi a Geórgia”.

João Soares sublinhou que “a Federação Russa não é a internacional socialista”, e defendeu a aproximação à Rússia, mesmo considerando que “o senhor Putin tem uma biografia pessoal que não é uma história para se contar às crianças para dormirem facilmente”.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

      • És capaz de ter razão, oh Tó Pito. O melhor é não pensar muito, resguardar o cu, e continuar a tua vidinha como bom português emigrante em França.

RESPONDER

Sporting 2-1 Santa Clara | Super-Coates volta a ser herói

Arrancado a ferros… à campeão? O Sporting esteve a poucos segundos de registar o terceiro empate em casa, perante um Santa Clara que não foi em nada inferior aos “leões” e até conseguiu ser superior em …

Os gatos demonstram ser menos leais do que os cães (mas pode haver uma razão)

Ainda existe um estereótipo sobre a diferença entre cães e gatos. Normalmente as pessoas associam os cães a animais amorosos e leais, enquanto os gatos são tidos como distantes e indiferentes. Um novo estudo pode …

O mistério do "lago dos esqueletos" na Índia intriga cientistas há décadas

O Roopkund, localizado na parte indiana dos Himalaias, é um lago glacial com centenas de ossos humanos. E ninguém sabe como foram lá parar. Em 1942, um guarda florestal revelou ao mundo a existência deste lago …

A fronteira mais importante da China é imaginária: a Linha Hu

A Linha Hu, também conhecida como linha Heihe-Tengchong, é uma linha imaginária que divida a China em duas partes com áreas quase iguais. Estende-se da cidade de Heihe até Tengchong. Desenhada pela primeira vez em 1935, …

Algumas pessoas moram em aeroportos durante meses (ou até mesmo anos)

Aeroportos não servem de casa apenas para os sem-abrigo. Há pessoas que, involuntariamente ou não, ficam lá durante meses e, em alguns casos, até mesmo anos. Em janeiro, as autoridades de Chicago prenderam um homem de …

Senado da Carolina do Sul aprova fuzilamento como método de execução

Com esta decisão, a Carolina do Sul poderá converter-se no quarto estado do país a incorporar este método de execução de pena de morte, depois do Utah, Oklahoma e Mississípi. De acordo com a agência noticiosa …

"Oxigénio tornou-se ouro". Criminosos lucram com a sua escassez no México

A pandemia de covid-19 deixou a Cidade do México a atravessar uma grande escassez de oxigénio médico. Criminosos estão a aproveitar para lucrar com a situação. A capital mexicana registou um pico de infeções e hospitalizações …

Meteorito do tamanho de um damasco caiu em França (e os astrónomos precisam de ajuda para encontrá-lo)

Os entusiastas do Espaço estão a ser instados a procurar um meteorito do tamanho de um damasco que caiu no fim de semana passado no sudoeste de França.  O meteorito, com peso estimado em 150 gramas, …

Professora pediu a alunos para fingir que eram escravos e escreverem carta para África

Uma professora de uma escola secundária no Mississippi, nos Estados Unidos, está a ser alvo de críticas devido a uma fotografia de um trabalho de casa divulgada nas redes sociais. Foi pedido aos alunos do 8.º …

Obra de Churchill que pertencia a Angelina Jolie vendida por valor recorde

O quadro pintado pelo antigo primeiro-ministro britânico foi vendido por 8,3 milhões de libras. A pintura foi um presente de Winston Churchill para o presidente dos Estados Unidos, Franklin D. Roosevelt, e agora foi leiloada …