Polónia vai construir muro na fronteira e Bielorrússia será “bombardeada” com mais sanções

1

Wotjwk Radwanski / AFP

Crise migratória na fronteira entre a Polónia e a Bielorrússia

Enquanto a União Europeia anuncia mais sanções para a Bielorrússia, a Polónia avisa que vai começar a construir um muro na fronteira em dezembro.

A Polónia anunciou esta segunda-feira que vai começar a construir um muro na fronteira com a Bielorrússia em dezembro. A construção do muro deverá ficar concluída no primeiro semestre de 2022, avança o ministro do Interior da Polónia, Mariusz Kaminski, citado pela AFP.

“O empreendimento que temos de fazer é absolutamente estratégico e é um investimento prioritário para a segurança da nação e dos cidadãos”, disse Kaminski.

“As obras serão realizadas simultaneamente por várias empresas em quatro segmentos, 24 horas por dia em três turnos”, esclareceu o ministro através da sua conta no Twitter.

O muro vai custar cerca de 355 milhões de euros e vai estender-se por 180 quilómetros — sensivelmente metade da extensão da fronteira entre os dois países.

Por sua vez, os países da União Europeia devem adotar novas sanções contra Bielorrússia “nos próximos dias”, avisou o chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell. O novo pacote de sanções incluirá “um número significativo” de cidadãos e de empresas bielorrussas por “facilitarem a passagem ilegal de fronteiras para a UE”.

O ministro dos Negócios Estrangeiros alemão, Heiko Maas, disse ainda que uma hipótese a ser estudada é que companhias áreas envolvidas no transporte de migrantes possam ser banidas de aterrar na UE se não terminarem com os voos que levam migrantes para Minsk.

Milhares de imigrantes cruzaram ou tentaram cruzar a fronteira entre Polónia e Bielorrússia a partir deste verão. A Polónia respondeu ao fluxo de migrantes enviando milhares de soldados para a fronteira, onde implementou um estado de emergência bastante criticado.

  ZAP //

1 Comment

  1. Pelo menos começaram a chamar as coisas pelo nome. Imigrantes, não refugiados. A terminologia adapta-se às conveniências. Quando viram que começou a correr mal a inundação massiva de um pequeno número de países, incluindo a Alemanha, alteraram o cenário, ecoado por todos os cantos em sintonia. Qualquer dia, quando interessar, serão novamente refugiados, e as sanções do Big Brother UE voltam aos xenófobos que não acatarem as ordens de acolhimento.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.