“Ignorados pelo Governo”: Polícias manifestaram-se num protesto pouco ruidoso

José Sena Goulão / Lusa

Mais de um milhar de polícias manifestaram-se esta quarta-feira, em Lisboa, num protesto pouco ruidoso, mas com a promessa de voltarem às ruas caso o Governo continue por resolver as principais reivindicações.

Organizada por 11 sindicatos da PSP, a manifestação decorreu entre a Direção Nacional da PSP, na Penha de França, e o Ministério da Administração Interna (MAI), na Praça do Comércio, tendo sido ao longo do desfile poucas as palavras de ordem, apesar de terem prometido no início um protesto ruidoso.

Numa manifestação que durou cerca de uma hora e meia, os polícias chegaram à Praça do Comércio por volta das 20h00, onde cantaram o hino nacional, mostraram o crachá de polícia e viraram as costas ao MAI em sinal de protesto, cujas instalações estavam protegidas por um dispositivo policial e com um gradeamento reforçado com blocos de cimento.

Os polícias apresentaram-se no protesto à civil e não fardados, como inicialmente tinham anunciado, depois de o Tribunal Administrativo de Lisboa ter decidido que o uso da farda em manifestações era ilegal.

Segundo a organização, são várias as reivindicações, mas as principais passam pela recuperação dos 12 anos em que as carreiras estiveram congeladas, entre 2005 e 2017, um regime de aposentação e pré-aposentação adequado à profissão policial e o subsídio de risco. Os sindicatos da PSP queixam-se também da falta de diálogo do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e sentem-se “ignorados pelo Governo”.

O presidente da Federação Nacional dos Sindicatos da Polícia (Fenpol), Pedro Magrinho, disse à Lusa que o ministro “não recebe os sindicatos da PSP desde o verão do ano passado”. “O ministro tem a tutela de várias áreas, mas é apenas o ministro da proteção civil”, afirmou, pedindo a demissão de Eduardo Cabrita.

Também o presidente do Sindicato Nacional de Polícia (Sinapol), Armando Ferreira, declarou que os polícias são “completamente esquecidos” por este executivo. Por isso, avançou que vão ser realizadas mais protestos caso o Governo não responda às reivindicações. “Os protestos não param hoje, mas começam hoje.”

Uma delegação dos sindicatos que organizaram a manifestação vai entregar, esta quinta-feira, um caderno reivindicativo no Ministério da Administração Interna.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Uma anã branca "ressuscitou" para devorar a sua companheira mais fraca

Os astrónomos detetaram uma explosão de uma "estrela vampira" em dados colhidos acidentalmente pelo telescópio espacial Kepler. Este fenómeno é um dos eventos mais raros de novas - explosões nuclear cataclísmica numa estrela. As novas ocorrem …

Sporting CP 1-0 Marítimo | Borja dispara rumo ao pódio

O Sporting sofreu, mas levou a “água ao seu moinho”. Na recepção ao um Marítimo consistente, mas pouco perigoso, o “leão” venceu por 1-0, numa partida com poucas ocasiões de golo, mas com domínio claro …

Reino Unido vai tornar públicos registos de avistamentos de OVNIs

A Força Aérea britânica vai disponibilizar todos os documentos sobre os avistamentos de OVNIs online. Até então, os registos eram mantido sob segredo. A Força Aérea Real do Reino Unido decidiu tornar públicos os registos de …

Sobreviventes a um cancro na infância têm maior probabilidade de vir a ter outro

Sobreviventes a um cancro têm uma maior probabilidade cinco vezes maior de vir a ter outro em comparação com a população em geral. O risco vai diminuindo ao longo do tempo desde o primeiro diagnóstico. Pessoas …

Lineker: "Se pusessem a minha equipa de 1990 a jogar contra uma moderna, seríamos assassinados"

"Se pusessem a minha equipa de 1990 a jogar contra uma moderna, seríamos assassinados", disse Gary Lineker, antigo internacional inglês, que agora é comentador da BBC. Em entrevista ao The Guardian, o antigo avançado da seleção …

Bater com um cutelo e espezinhar. A massagem que promete livrar de todas as dores

Santiago Terrases oferece uma massagem única, na qual calca as pessoas com os pés e bate-lhes com um cutelo. O norte-americano garante que consegue tirar todas as dores. No estado de Nevada, nos Estados Unidos, está …

"Choveram" propostas de empréstimo por Marega

O emblema portista recebeu vários proposta de empréstimo por Moussa Marega, mas acabou por as rejeitar. O FC Porto apenas abre mão do jogador caso seja paga a cláusula de rescisão. A imprensa francesa avança esta …

Crise de saúde mental nos jovens. Há um sexo mais em risco do que o outro

O uso regular de redes sociais pode afetar a saúde mental dos jovens. No entanto, os seus efeitos podem-se manifestar mais drasticamente em raparigas do que em rapazes. Desde 2010, as taxas de depressão, automutilação e …

PS quer limitar "vistos Gold" aos municípios do interior e às regiões autónomas

O PS entregou hoje uma proposta de alteração ao Orçamento em que limita a concessão dos "vistos Gold" a investimentos feitos por estrangeiros em municípios do interior ou nas regiões autónomas dos Açores e da …

Mais acidentes, afogamentos e suicídios num mundo mais quente

As temperaturas mais elevadas vão provocar mais acidentes rodoviários, afogamentos, agressões e suicídios, revelou uma nova investigação. Até ao momento, a grande parte das pesquisas em torno das alterações climáticas centrou-se nas mortes por doenças transmitidas …