/

Polícia investiga explosão no Instituto Nacional de Criminologia em Bruxelas

Uma explosão de origem indeterminada aconteceu esta madrugada no Instituto Nacional de Criminologia de Bruxelas, com danos significativos, mas sem registo de feridos, informaram os bombeiros.

As causas da explosão não foram ainda apuradas, mas o porta-voz dos bombeiros belgas Pierre Meys disse que “provavelmente não foi acidental”.

“A explosão foi muito forte. As janelas do laboratório foram projetadas a dezenas de metros de distância”, disse.

O Ministério Público de Bruxelas já anunciou que vai investigar as causas da explosão.

A explosão ocorreu cerca das 02h30 e, segundo diversos meios de comunicação, foi originada num carro bomba que ultrapassou o cercado do instituto.

A porta-voz do procurador belga, Ine Van Wymersch, anunciou esta manhã em conferência de imprensa que ainda não há confirmação de que se trate de uma bomba, cita a BBC.

No entanto, a representante referiu que o incêndio pode ter sido provocado para destruir “documentos importantes” que estavam no interior do edifício.

Depois do incidente, cinco pessoas foram detidas perto das imediações dos laboratórios do instituto, avançou Van Wymersch.

Cerca de 30 bombeiros foram mobilizados pelas 03h00 para combater o incêndio.

O instituto de criminologia de Bruxelas é uma instituição científica que pertence à justiça federal belga. Uma das suas tarefas é analisar e identificar vestígios suspeitos.

ZAP / Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE