Polícia Federal brasileira desmantela rede de fraude milionária ao fisco

PhotoXpress

-

A Polícia Federal brasileira realiza esta quinta-feira uma operação para desarticular um grupo suspeito de fraude de até 19 mil milhões de reais (5,47 mil milhões de euros) na Receita Federal, através de manipulações de processos.

O grupo atuava no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (CARF) e, segundo a Polícia Federal, alterava o resultado de trâmites e julgamentos, o que resultava em milhões de reais economizados pelas empresas acusadas de irregularidades, que não foram pagos à União.

Até ao momento, as investigações identificaram prejuízos de quase seis mil milhões de reais (1,7 mil milhões de euros), mas suspeita-se que a fraude possa ter chegado aos 19 mil milhões de reais (5,47 mil milhões de euros).

A investigação do crime, que começou em 2013, identificou que o grupo atuava no CARF para defender interesses de empresas, com estratégias para corromper e influenciar conselheiros com o objetivo de diminuir os valores das coimas ou de as anular.

Funcionários públicos passavam informações obtidas no conselho para escritórios que assessoravam as empresas em Brasília, São Paulo, Ceará e outros estados, segundo a polícia. Empresas intermediárias eram utilizadas para branquear o capital, que voltava aos empresários autuados, como se fosse património regular.

A operação, feita em conjunto com o Ministério Público federal, a Corregedoria do Ministério da Fazenda e a Receita Federal, conta com a participação de 180 polícias e 55 fiscais do fisco, que cumprem 41 mandados de busca e apreensão.

Os suspeitos poderão responder pelos crimes de corrupção passiva e ativa, associação criminosa, branqueamento de capitais e tráfico de influências.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

23 ex-gestores do BPN recebem carros topo de gama do Estado

A Parvalorem atribuiu a um grupo de altos quadros da empresa, ex-responsáveis do antigo BPN, 23 "viaturas familiares" topo de gama e várias regalias associadas como o pagamento do combustível até 300 euros por mês. O …

Preços praticados pela Airbnb não cumprem lei europeia

A plataforma Airbnb tem até ao final do mês de agosto para explicar os preços que pratica, dado que violam a legislação da União Europeia. A plataforma online de reserva de alojamento tem agora até ao …

Sarcófago negro encontrado no Egito pode pertencer a Alexandre, o Grande

O maior sarcófago já descoberto na cidade de Alexandria, no Egito, vai ser aberto nos próximos dias, depois de permanecer totalmente intacto mais de dois milénios. Os especialistas têm esperanças que o artefacto negro encontrado …

Vagas no Superior com aumento residual em ano de cortes em Lisboa e Porto

O concurso nacional de acesso ao Ensino Superior volta a registar um aumento de vagas, pelo terceiro ano consecutivo, ainda que residual e em ano de corte de vagas em Lisboa e Porto, por determinação …

A primavera chegou a Marte. E com ela, as misteriosas "aranhas marcianas"

A NASA publicou fotografias de um fenómeno peculiar avistado na superfície de Marte, que se assemelha com "aranhas". As imagens foram capturas na semana passada pela câmara HiRISE, instalada a bordo da nave espacial Mars …

As pessoas estão a ficar doentes após comerem salada do McDonald's

Mais de 100 pessoas apresentaram sintomas de contaminação pelo protozoário Cyclospora cayetanensis depois de comerem a salada do McDonald's, nos Estados Unidos. Mesmo que seja com a melhor das intenções, pedir uma salada no McDonald's pode …

Descobertas 12 novas luas em torno de Júpiter

Cientistas nos Estados Unidos descobriram mais 12 luas em torno do planeta Júpiter, conjeturando que as suas órbitas opostas resultam de colisões entre outros corpos celestes maiores. Com a descoberta das luas, que foram vistas pela …

Há 3.500 anos, os egípcios já faziam cosméticos

Cientistas sintetizaram tintas e cosméticos com cerca de 3.500 anos, uma descoberta feita graças ao facto de a equipa ter desenvolvido uma nova técnica de datação de compostos carbonatados inorgânicos. Uma equipa de cientistas internacional sintetizou …

Encontrados restos de pão de há 14.400 anos na Jordânia

Um grupo de investigadores encontrou vestígios de pão, feito por caçadores-recoletores que viveram há 14.400 anos, quatro milhares de anos antes do surgimento da agricultura. Esta é a mais antiga prova da existência de pão …

Governo indiano ordena inspeção a todos os centros da congregação da Madre Teresa

O Governo da Índia ordenou uma inspeção a todos os centros para crianças geridos pela congregação católica da Madre Teresa no país, após a detenção de uma das suas freiras por alegadamente vender bebés. A ministra …