Pó de talco: mulher com cancro vai receber 70 milhões da Johnson & Johnson

A Johnson & Johnson foi condenada a pagar uma indemnização de 70 milhões de dólares, cerca de 64 milhões de euros, a uma mulher de 62 anos que sofre de cancro do ovário e que alega que a culpa é do pó de talco da marca.

Este é já o terceiro caso consecutivo que a Johnson & Johnson perde em tribunal por causa do pó de talco da marca.

Em Fevereiro deste ano, a família de outra mulher ganhou uma indemnização de 72 milhões de dólares depois de esta ter falecido com cancro do ovário.

Em Maio, outra sentença condenou a empresa a pagar 55 milhões de dólares (50 milhões de euros) num caso similar.

Agora, é Deborah Giannecchini, uma mulher de 62 anos da Califórnia, nos EUA, que sofre de cancro do ovário e que em tribunal, ganhou o direito a uma indemnização de 64 milhões de euros, acusando o pó de talco da Johnson & Johnson de lhe ter provocado a doença.

Deborah Giannecchini foi diagnosticada com cancro do ovário em 2012 e após já ter feito cirurgias, quimioterapia e radioterapia, os médicos dão-lhe poucas hipóteses de sobrevivência, conforme alegou o seu advogado, Allen Smith, em tribunal.

Perante os jurados, Allen Smith alegou que a Johnson & Johnson tinha conhecimento de “30 anos de estudos a mostrarem um risco aumentado de cancro do ovário por causa do uso do talco”, segundo citação da agência Bloomberg.

“Eles sabiam e sabiam que o público não tinha conhecimento do risco”, argumentou ainda o advogado, acusando a empresa de, em vez de lançar alertas aos consumidores, “desenvolver uma estratégia de defesa para prevenir a regulação governamental destes produtos”.

A Sky News nota que a Johnson & Johnson, por seu turno, se defendeu em tribunal com várias pesquisas que não encontraram qualquer ligação entre o uso de pó de talco e o cancro dos ovários.

Todavia, há estudos que “indicam que as mulheres que usam regularmente talco na zona genital enfrentam até 40% mais de riscos de desenvolver cancro do ovário“, refere a Sky News.

Esta estação também nota que a Agência Internacional para a Investigação do Cancro da Organização Mundial de Saúde (OMS) classificou o talco como substância “possivelmente cancerígena”, colocando-a porém na mesma categoria do café.

As dúvidas em torno do produto levam vários médicos a desaconselharem o uso de pó de talco.

A Johnson & Johnson já anunciou, num comunicado, que vai recorrer da decisão do tribunal, alegando que a empresa se guia “pela ciência que apoia a segurança do Pó de Talco” da marca.

Mas, além do caso Giannecchini, a marca deve preparar-se para enfrentar outros 2 mil processos semelhantes que estão à espera de julgamento nos tribunais norte-americanos, conforme frisa a Sky News, notando que há advogados a reverem “milhares de outros potenciais casos”.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Responder a Ju Cancelar resposta

"DeepNude". Inteligência Artificial "tirou a roupa" a mulheres nas redes sociais

A empresa de informação Sensity alertou que mais de 100 mil imagens foram carregadas para um canal de Telegram onde um bot "tirou a roupa" de mulheres. A empresa de segurança Sensity revelou recentemente que existe …

Poluição atmosférica "custa" a cada citadino europeu 1.276 euros por ano

A poluição atmosférica "custa" 1.276 euros por ano a cada cidadão europeu residente em cidades, de acordo com um estudo da Aliança Europeia de Saúde Pública (EPHA) divulgado esta quarta-feira. O estudo chegou ao valor médio …

"Emergência arqueológica". O degelo dos Alpes está a "libertar" artefactos escondidos há milhares de anos

As alterações climáticas podem estar a ajudar os arqueólogos a encontrar artefactos escondidos nos glaciares do Alpes há milhares de anos. O derretimento dos glaciares dos Alpes está a "liberta" objetos que permaneceram congelados no tempo …

Thermite RS3 é o primeiro robô de combate a incêndios dos EUA (e está pronto a entrar ao serviço)

O Corpo de Bombeiros de Los Angeles, nos Estados Unidos, deu as boas-vindas ao mais recente membro da equipa: um bombeiro robótico. O Thermite RS3 é um rover de controlo remoto capaz de bombear milhares de …

Inventor dinamarquês que matou jornalista no seu submarino escapou da prisão (mas já foi apanhado)

O inventor dinamarquês Peter Madsen, condenado a prisão perpétua por torturar e assassinar a jornalista sueca Kim Wall, fugiu da prisão esta terça-feira.  As autoridades dinamarquesas capturaram-no minutos depois. Peter Madsen, o dinamarquês condenado a prisão …

Molécula descoberta por menina de 14 anos pode levar a uma cura para a covid-19

A jovem norte-americana de 14 anos, Anika Chebrolu, descobriu uma molécula que pode levar a uma potencial cura para a covid-19. Enquanto cientistas dos quatro cantos do mundo trabalham no desenvolvimento de uma vacina para a …

Cerca de 1.300 reclusos fogem de prisão no Congo após ataque do Estado Islâmico

Cerca de 1.300 reclusos escaparam de uma prisão na República Democrática do Congo na manhã de terça-feira, após um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico, informou a Organização das Nações Unidas (ONU). Embora as autoridades locais tenham …

Amesterdão vai usar flores para impedir que os ciclistas estacionem bicicletas nas pontes

A cidade conhecida pelo uso de bicicletas, vai agora tomar uma medida em relação ao estacionamento destas nas pontes. Tudo para proteger as vistas para os seus famosos canais. Amesterdão orgulha-se de ser uma das cidades …

Morreu voluntário envolvido no ensaio da vacina de Oxford. Tinha 28 anos e era médico recém-formado

As autoridades de saúde brasileiras divulgaram esta quarta-feira a morte de um voluntário dos testes da vacina contra a covid-19, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e pela Universidade de Oxford. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), …

Milo, o "comunicador de ação" que permite conversar em grupo durante atividades ao ar livre

Chegou o Milo, o novo aparelho que vai revolucionar as aventuras em grupo. Este pequeno dispositivo permite-lhe conversar com o seu grupo à distancia sem precisar de levar o smartphone para o meio da montanha, …