Primeiro-ministro do Luxemburgo hospitalizado para observação, uma semana após ter testado positivo

european_parliament / Flickr

Xavier Bettel, primeiro-ministro do Luxemburgo

O primeiro-ministro do Luxemburgo foi hospitalizado, este domingo, para observação por 24 horas “por precaução” e para fazer análises complementares, uma semana depois de ter testado positivo à covid-19, segundo um comunicado do Governo.

Xavier Bettel, de 48 anos, iniciou no passado dia 27 de junho um período de 10 dias de isolamento, menos de 48 horas depois de uma cimeira europeia em Bruxelas, onde esteve com outros dirigentes da União Europeia (UE).

Nenhum outro participante foi considerado caso de contacto, tendo sido mantidas as normas de distanciamento, indicou então o Governo luxemburguês. Na altura, o primeiro-ministro português, António Costa, fez um teste e o resultado foi negativo.

O chefe do Governo português acabaria por ficar em isolamento dias depois, apesar de já ter as duas doses da vacina, mas porque um membro do seu gabinete testou positivo à covid-19.

Bettel apresentava na altura sintomas ligeiros (febre e dores de cabeça). O primeiro-ministro luxemburguês recebeu uma primeira dose da vacina da AstraZeneca no dia 6 de maio. A segunda dose estava agendada para a passada quinta-feira, adianta o jornal online Observador.

Os casos de covid-19 têm vindo a aumentar no Luxemburgo nos últimos 10 dias. No último balanço, com dados até sábado, 136 pessoas testaram positivo, um número que não era registado no país, com 630 mil habitantes, desde meados de maio.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE