Primeira ministra islandesa interrompida por um terramoto quando dava uma entrevista em direto

Magnus Fröderberg / Wikimedia

Katrín Jakobsdóttir, primeira-ministra da Islândia

Um terramoto de magnitude 5.6 interrompeu uma entrevista em direto da primeira ministra islandesa ao The Washington Post. Mas Katrin Jakobsdottir reagiu à situação de forma tranquila: “Isto é a Islândia”.

Katrin Jakobsdottir estava a dar uma entrevista em direto ao The Washington Post sobre o impacto da pandemia do novo coronavírus na economia irlandesa, quando a sua casa começou a tremer.

A primeira ministra pareceu assustada durante uns breves segundos para, de seguida, reagir calmamente à situação: “Oh meu Deus, isto é um terramoto.”

“Desculpe, houve um terramoto agora mesmo. Uau”, acrescentou Jakobsdottir, justificando a interrupção da sua resposta.

“Bem, isto é a Islândia”, disse antes de acabar de responder à questão colocada pelo jornalista, enquanto o candeeiro do seu escritório balançava ligeiramente no teto.

Minutos depois, David Ignatius, jornalista da publicação americana, perguntou à primeira ministra se estaria tudo bem. “Sim, estou perfeitamente bem, a casa ainda se mantém forte, não se preocupe”, respondeu.

O Washington Post partilhou um vídeo na rede social Twitter, onde mostra a situação caricata e escreveu: “A primeira ministra da Islândia Katrín Jakobsdóttir estava a discutir os efeitos do coronavírus na indústria do turismo e como é que o país está a agir relativamente à testagem, quando foi interrompida por um terramoto.”

As autoridades islandesas confirmaram que o terramoto de magnitude 5,6 ocorreu a dez quilómetros de Hafnarfjordur, uma cidade costeira perto da capital Reykjavík.

De acordo com a CNN, o tremor de terra provocou alguns danos na capital, mas não existem feridos. Os terremotos são comuns na Islândia, que tem uma paisagem extensa pontilhada por dezenas de vulcões, e as autoridades avisaram que poderá repetir-se.

Mas Jakobsdottir não é a primeira líder mundial a ser interrompida por um terremoto este ano. Em maio, a primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, estava também a discutir assuntos relacionados com a covid-19, quando um terremoto de magnitude 5,8 atingiu a capital Wellington.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Militantes apoiados pelo Al-Qaeda defendem uso de mel contra a covid-19

O Al-Shabaab, um grupo rebelde islâmico apoiado pela Al-Qaeda, apela ao boicote à vacina da AstraZeneca contra a covid-19. A alternativa é "cominho preto e mel". A vacina da AstraZeneca não está apenas a levantar preocupações …

Em menos de um ano, a polícia foi chamada a intervir pelo menos nove vezes na mansão dos Sussex

A vida nos Estados Unidos não tem sido fácil para os duques de Sussex. No último ano, a polícia da Califórnia foi chamada pelo menos nove menos à mansão onde o casal habita desde que …

Rivalidade entre China e Índia é obstáculo à maior aproximação entre os BRICS, diz especialista

Apesar de os BRICS representarem "o tipo de relações entre países que queremos no século XXI", a rivalidade entre a Índia e a China ainda é um obstáculo a uma maior integração, dizem os especialistas. Na …

Variante sul-africana pode resistir à Pfizer. China pondera misturar vacinas

A variante do coronavírus descoberta na África do Sul pode "romper" a vacina contra a covid-19 da Pfizer/BioNTech até certo ponto, concluiu um estudo em Israel, embora a sua prevalência no país seja baixa e …

Rússia garante que não haverá guerra com Ucrânia. EUA desconfiam e prometem consequências

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, descartou este domingo a possibilidade de uma guerra com a Ucrânia, depois de Kiev ter manifestado preocupação com o reforço de tropas russas nas suas fronteiras. “Ninguém está a embarcar …

Inspetores do SEF rejeitam extinção sem aval do Parlamento (e dizem estar em causa o Espaço Schengen)

O sindicato dos inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) rejeitou este domingo a extinção daquele organismo sem a aprovação formal da Assembleia da República e considerou que está em causa a permanência de …

Testes rápidos registaram maior número de sempre. APED defende venda nos super e hipermercados

O recurso a testes rápidos de antigénio à covid-19 está a aumentar em Portugal, tendo atingido o maior número a 7 de abril, com mais de 34 mil realizados nesse dia, segundo dados do Instituto …

Francisco Rodrigues dos Santos admite que tem sido "difícil" juntar o CDS (mas "não por falta de iniciativa")

Francisco Rodrigues dos Santos, presidente do CDS-PP, afirmou, numa entrevista ao Jornal de Notícias e TSF que tem sido "difícil" conquistar a coesão do partido. Em entrevista ao Jornal de Notícias e à TSF, o líder …

Isabel dos Santos usou equipa de espiões para provar "conspiração" e "vingança" de João Lourenço

A empresária Isabel dos Santos contratou uma firma de antigos agentes secretos israelitas para provar que foi vítima de um ataque orquestrado pelo governo de João Lourenço. Isabel dos Santos criou uma equipa de espiões para …

"Perdemos o avô da nação". Morte do príncipe Filipe deixou "um grande vazio" na vida de Isabel II

A morte do príncipe Filipe, duque de Edimburgo, na sexta-feira, aos 99 anos, deixou a Rainha Isabel II, sua esposa, com "um grande vazio na sua vida", disse este domingo aos jornalistas o seu filho …