Plácido Domingo desiste de atuar em espetáculo cultural dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020

Ralf Roletschek / Wikimedia

O cantor lírico espanhol Plácido Domingo

O comité organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 anunciou, esta sexta-feira, que o tenor Plácido Domingo, envolto numa polémica relacionada com denúncias de assédio sexual, não vai atuar num espetáculo cultural associado ao evento desportivo.

“Após uma análise cuidadosa, decidi não participar no espetáculo (…) devido à complexidade do projeto”, afirmou o tenor Plácido Domingo, numa mensagem reproduzida pelo comité organizador dos Jogos Olímpicos.

Plácido Domingo acrescentou tratar-se de uma “iniciativa cultural maravilhosa” por ser uma fusão “de duas tradições teatrais destinadas a unir duas culturas no mesmo cenário, em perfeita harmonia com o espírito olímpico”.

Continuo agradecido ao comité organizador dos Jogos Olímpicos e dos Paralímpicos de Tóquio e à equipa criativa de Kabuki pelo convite para participar neste maravilhoso evento”, disse Plácido Domingo.

Em agosto passado, o comité organizador de Tóquio 2020 tinha informado estar a acompanhar de perto a evolução das alegações de assédio sexual contra Plácido Domingo.

A organização dos Jogos Olímpicos de Tóquio tinha anunciado, em abril passado, que Plácido Domingo ia partilhar o palco com o ator Ebizo Ichikawa XI, uma das figuras mais relevantes do teatro japonês Kabuki, num espetáculo de inauguração do programa cultural dos Jogos, apelidado de Tokyo 2020 NIPPON Festival.

Após a denúncia contra o tenor, o vice-diretor geral do Tokyo 2020, Masaaki Komiya, disse, em 28 de agosto, que o comité organizador estava a “fazer todo o possível para reunir informações” sobre as acusações.

No mês de agosto, a agência de notícias Associated Press publicou uma longa investigação, com quase 50 pessoas entrevistadas a confirmarem comportamentos impróprios por parte de Plácido Domingo.

Desde a publicação da investigação, a Orquestra de Filadélfia e a Ópera de São Francisco anunciaram o cancelamento das atuações programadas do tenor, enquanto o Festival de Salzburgo, na Áustria, decidiu manter os concertos previstos, tendo a presidente do evento, Helga Rabl-Stadler, sublinhado o “tratamento apreciativo [de Domingo] para com todos os funcionários do festival”.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Que desastre para os apreciadores do belo canto, não poderem ouvir mais ou ver mais espectáculos deste grande tenor, só porque algumas mal amadas,, anos depois dos tais “assédios” se lembrarem que, se calhar, podiam ganhar algum dinheiro com estas afirmações… Não há mulheres assediadas, há mulheres que se deixam assediar. É uma pena que não tenham feito logo uma queixa… se fosse verdade, seguramente assim fariam. Lamento muito que estas coisas aconteçam e deem cabo de uma carreira gloriosa. Infelizmente não vai acabar aqui. Já estragaram muitas vidas e vão continuar, desde que lhes cheire a indemnizações, nem que sejam para lhes dar o momento de fama ao darem as mesmas a instituições…

RESPONDER

Helicóptero do INEM avariou durante missão. Vítima que ia socorrer acabou por morrer

Um helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), localizado em Loulé, teve uma avaria a meio de uma missão de socorro, sendo obrigado a abortar a viagem que visava ajudar uma mulher de 22 …

Águas do Porto alerta para cobranças fraudulentas porta a porta

A empresa municipal Águas do Porto alertou, esta segunda-feira, para uma fraude que está a ser cometida em seu nome com falsos funcionários que tentam fazer cobranças à porta. De acordo com a Águas do Porto, …

Um terço dos universitários de Lisboa já sofreu violência sexual física

Um terço dos estudantes universitários da área metropolitana de Lisboa já foi vítima de violência sexual física pelo menos uma vez, mas são muitos poucos os que denunciam as agressões, raramente o fazendo à …

OE2020: Esquerda vai negociar "até ao último minuto". PSD não comenta eventual traição madeirense

O Governo apresentou, nesta terça-feira, na Assembleia da República, as linhas gerais da proposta de Orçamento do Estado para 2020 (OE2020) aos partidos com representação parlamentar. Dos encontros, não saiu fumo branco, com o Bloco …

Turismo fez subir o custo de vida dos portugueses. Salários continuam estagnados

O crescimento do turismo em Portugal fez crescer o custo de vida dos portugueses, especialmente nos que vivem nas grandes cidades, apesar de estes continuarem com os salários estagnados, escreve o Jornal de Notícias. Entre 2013 …

Contrato público. Amazon apresenta queixa em tribunal contra Trump

A Amazon revela que os "insistentes ataques públicos e de bastidores" de Donald Trump contra Jeff Bezos causaram "pressão" que levou à perda de contrato público com o Departamento de Defesa.  A Amazon apresentou uma queixa …

Empurrões, insultos e (talvez) um murro: Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro perderam as estribeiras no túnel do Jamor

Os treinadores de FC Porto e Belenenses, Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro, desentenderam-se no túnel de acesso ao relvado do Estádio Nacional, ao intervalo do jogo em que as duas equipas empataram a uma bola. …

Acordo entre Rússia e Ucrânia para cessar-fogo até ao final do ano

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o seu homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky, chegaram na segunda-feira à noite a um acordo de cessar-fogo que deverá ter efeito até ao final do ano de 2019. "As partes …

Nova Zelândia abre investigação. Erupção do Whakaari já fez pelo menos 13 mortos

Pelo menos cinco pessoas morreram e oito continuam desaparecidas, na sequência da erupção do vulcão Whakaari, na Nova Zelândia. As autoridades afirmam que há poucas chances de terem sobrevivido. "Diria com forte convicção de que ninguém …

Falhas no acesso a remédios não são exclusivo do SNS. No resto da Europa também há, diz ministra

A ministra da Saúde afirmou que as falhas no acesso a medicamentos não são "um exclusivo nacional", estando em discussão entre os Estados-membros uma "estratégia global para o acesso ao medicamento". A ministra da Saúde afirmou …