PJ fez buscas na Câmara do Porto no âmbito do caso Selminho

Fernando Veludo / Lusa

A Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou, esta quinta-feira, a realização de buscas na Câmara do Porto, no âmbito de um processo que corre termos no DIAP do Porto, tendo, segundo fonte da autarquia, recolhido “comunicações eletrónicas e documentos” urbanísticos.

“Confirma-se a realização de buscas na Câmara Municipal do Porto no âmbito de um processo que corre termos no DIAP [Departamento de Investigação e Ação Penal] do Porto”, lê-se na resposta enviada à Lusa pela PGR.

Também a Câmara do Porto confirmou, esta noite, à Lusa, que a Polícia Judiciária (PJ) fez uma “série de diligências”, tendo recolhido “comunicações eletrónicas e documentos”, sobretudo urbanísticos, relacionados com processos antigos.

“A Câmara do Porto confirma que a PJ fez hoje, com total colaboração do município, uma série de diligências que consistiram na recolha de comunicações eletrónicas e documentos, sobretudo urbanísticos, relacionados com processos antigos e já conhecidos publicamente”, afirma, em resposta à Lusa.

A autarquia não esclarece, no entanto, quais os processos em causa, sublinhando apenas que “durante as diligências na Câmara do Porto não foi nem inquirido, nem constituído arguido qualquer responsável político ou funcionário em funções”.

Segundo o Público, em causa estão documentos referentes ao caso Selminho, processo que envolve terrenos na escarpa da Arrábida e que começou a ser notícia por um eventual conflito de interesses entre o Presidente da Câmara, Rui Moreira, e o sócio de uma imobiliária que, em tribunal, exigia que o município reconhecesse o direito da Selminho a construir naquela propriedade.

Em 2017, o Ministério Público (MP) mandou arquivar a queixa da CDU contra o autarca, considerando que não cometera qualquer ilícito criminal, mas censurou-o, como recorda o jornal, por ter participado, em 2014, numa audiência prévia relativa às pretensões da imobiliária de que também era sócio, ainda que através do advogado a quem passara uma procuração para o efeito.

Entretanto, um funcionário do município constatou que o terreno se sobrepunha, em parte significativa, a uma propriedade do município e, por isso, no início deste ano, o Tribunal Judicial do Porto considerou nula a escritura de venda do prédio, feita por um casal, à imobiliária da família do autarca. As duas partes recorreram para a Relação do Porto e os recursos aguardam agora decisão.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Itália tem até terça-feira para formar novo Governo

O Presidente de Itália disse esta quinta-feira, após consultas com os partidos, que há uma maioria parlamentar disposta a formar um novo Governo, pelo que vai permitir estas negociações e convocará novamente os partidos na …

Câmara de Cascais paga multa de 200 mil euros por construção ilegal na praia

A Câmara Municipal de Cascais foi condenada a pagar 200 mil euros pela construção ilegal de um acesso em betão à praia do Abano. A construção que data a 17 de junho de 2009 foi conduzida …

Ocean Viking vai desembarcar em Malta. Reservas de mantimentos estão a chegar ao fim

As reservas de mantimentos para os 356 ocupantes do navio Ocean Viking só são suficientes para quatro dias, alertou esta sexta-feira a organização Médicos Sem Fronteiras frisando que o navio está há 19 dias no …

"Não se cumpre a lei". Veterinários acusam autoridades de não recolherem animais abandonados

O bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários, Jorge Cid, acusou ontem as autoridades de não estarem a cumprir a lei que obriga a recolher os animais abandonados. Em setembro de 2018, passou a ser aplicada no …

"A Leonor é transexual. Ela existe. É a minha filha." Pais ao lado do Governo e contra a direita

A polémica em torno da Lei de Identidade de Género continua, com as críticas da Direita e com uma petição contra a legislação que já vai em mais de 27 mil assinaturas. Associações de pais …

Médicos de fertilidade usaram o seu próprio esperma em centenas de pacientes

Uma longa reportagem do The New York Times dá conta de vários casos de mulheres que recorreram a médicos especialistas em fertilidade à procura de esperma anónimo e acabaram por receber o esperma do próprio …

Nenhum rohingya se apresentou para sair do Bangladesh e regressar a Myanmar

O Comissário para os Refugiados, Assistência e Repatriamento do Bangladesh, Abul Kalam, disse na quinta-feira que nenhum rohingya se apresentou para regressar a Myanmar (antiga Birmânia) numa segunda tentativa de repatriamento da etnia muçulmana. Numa conferência …

No ano letivo passado, houve nove denúncias de praxes abusivas

A linha de denúncias de praxes abusivas e violentas recebeu no passado ano letivo nove queixas relativas a agressões entre alunos que aconteceram, na sua maioria, em instituições de Ensino Superior do norte do país. A …

Motorista de autocarro apanhado a ver filme enquanto conduz 30 passageiros para Lisboa

As imagens de um motorista de autocarro que foi gravado a ver um filme, enquanto estará a conduzir o veículo com 30 passageiros, de Coimbra até Lisboa, estão a gerar burburinho e preocupações de segurança …

Alexei Navalny libertado da prisão

O principal opositor do Kremlin foi libertado da prisão, esta sexta-feira, depois de cumprir uma pena de 30 dias por apelos à participação num grande movimento de protestos que tem agitado Moscovo. Alexei Navalny saiu da …