Piratas de Edelweiss. A resistência de jovens que pôs açúcar no combustível dos tanques nazis

Os Piratas de Edelweiss foram um grupo de jovens da resistência alemã ao regime nazi durante a Segunda Guerra Mundial. Passaram despercebidos historicamente, mas foram uma peça importante na vitória dos Aliados.

Durante a História da humanidade serão vários heróis cujas histórias nunca serão cantadas por terem passado despercebidas aos olhos do público em geral. É este o caso dos Piratas de Edelweiss, um grupo de jovens que resistiu e lutou contra a Alemanha nazi, mas cujos livros de História se parecem esquecer.

Estes jovens eram a antítese da Juventude Hitleriana, manifestando-se contra todos os ideais que os nazis defendiam. Os Piratas de Edelweiss eram um grupo de resistência anti-nazi composto por jovens com idades compreendidas entre os 14 e os 17 anos. Nenhum deles pertencia à instituição de jovens do regime nazi — o que na altura era punível por lei.

Talvez uma das razões para que não se fale muito destes jovens é porque a maior parte das suas atividades eram mantidas em segredo. No entanto, algumas histórias ecoam sobre como esta pequena organização ajudou a derrotar o regime nazi.

Um antigo membro dos Piratas de Edelweiss disse que, a certa altura, chegaram a colocar açúcar no combustível dos veículos nazis, vandalizaram as fábricas de munições e escreviam graffiti com mensagens anti-fascistas pelas paredes das cidades alemãs. Podem parecer meras brincadeiras de miúdos, mas durante o regime de Hitler corriam um sério risco ao fazê-lo.

Quando os aviões dos Aliados lançaram propaganda anti-nazi, os “piratas” reuniram os panfletos e guardaram-nos, antes que a polícia os recolhesse, explica o ATI.

Um filme alemão de 2004 retrata as aventuras dos Piratas de Edelweiss, que até se envolviam em lutas com a Juventude Hitleriana, como é visto no trailer. Estes jovens também tinham um lado samaritano, protegendo desertores e prisioneiros fugitivos dos campos de concentração e de trabalho.

Muitos acabaram por ser apanhados e condenados. Enquanto alguns eram castigados com a cabeça rapada, outros chegaram mesmo a ser enforcados.

Relatos reais

“Conheces a Juventude Hitleriana? Eles armazenam os seus equipamentos em tal lugar. Vamos fazê-los desaparecer”, recorda, Walter Mayer, num encontro com alguns Piratas de Edelweiss, em Düsseldorf.

Apesar de Mayer se ter juntado à Juventude Hitleriana, ele lutou contra o regime ao esconder amigos judeus na cave de sua casa e aliando-se aos Piratas de Edelweiss.

Certo dia, foi apanhado a roubar sapatos e foi preso pela polícia nazi. Mayer esteve perto de ser condenado a uma pena de morte, mas devido os feitos atléticos do jovem, foi sentenciado a uma pena de entre um a quatro anos. Mayer teve mais sorte que muitos outros dos seus colegas, que foram enforcados em praça pública pela Gestapo.

Gertrud Koch é outro exemplo de alguém que lutou contra o movimento nazi na Alemanha, nomeadamente em Colónia, onde foi co-fundadora de uma das divisões dos Piratas de Edelweiss. Ela e a sua família esconderam durante dois anos um músico judeu no jardim da sua casa.

Também ela esteve presa durante nove meses por distribuir panfletos anti-nazi pelas ruas da cidade ocidental da Alemanha. O seu pai, comunista, foi morto no campo de concentração de Esterwegen.

Em 2005, alguns membros dos Piratas de Edelweiss reuniram-se em Colónia após terem sido oficialmente reconhecidos como combatentes da resistência. Foram precisos 60 anos para que isto acontecesse.

“Nós éramos das classes trabalhadoras. Essa é a principal razão pela qual só agora fomos reconhecidos”, disse Koch. “Depois da guerra, não havia juízes na Alemanha, então os antigos juízes nazis foram usados e defenderam a criminalização do que fizemos e de quem éramos”, explicou.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Renováveis baixaram fatura da luz em 2,4 mil milhões na última década

A produção de eletricidade a partir de fontes renováveis permitiu ao sistema elétrico português acumular uma poupança de 2,4 mil milhões de euros ao longo dos últimos 10 anos. Esta é a principal conclusão de um …

Constitucional chumba barrigas de aluguer pela segunda vez

O Tribunal Constitucional chumbou, esta quarta-feira, pela segunda vez, o diploma do Parlamento sobre gestação de substituição, depois de um chumbo no ano passado. O BE apresentou uma proposta em que se previa "que a gestante …

Furacão Humberto ganha força a caminho das Bermudas

O furacão Humberto aumentou de intensidade nas últimas horas e atingiu a categoria 3 a caminho das Bermudas, informou o Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC) nesta quarta-feira. O terceiro furacão da temporada no Atlântico, …

Brasil é o país lusófono com mais refugiados. Já Portugal tem as maiores remessas dos emigrantes

Um relatório das Nações Unidas (ONU) revelou que o Brasil é o país lusófono que acolhe mais refugiados, Portugal é o que recebe mais remessas dos emigrantes e Moçambique teve o maior aumento de estrangeiros …

Ryanair deixa de voar entre Porto e Lisboa em outubro (mas fica com base mais reduzida em Faro)

A transportadora aérea irlandesa Ryanair vai deixar de voar entre Porto e Lisboa a partir de 25 de outubro devido a “razões comerciais”. A confirmação foi dada pela empresa ao Jornal de Notícias. Em abril, a …

Frente-a-frente entre Costa e Rio teve menos 633 mil espectadores do que o debate entre Costa e Passos em 2015

O frente-a-frente entre António Costa e Rui Rio, os líderes dos dois maiores partidos, teve menos audiência do que o confronto de há quatro anos, entre António Costa e Pedro Passos Coelho. Cerca de de …

EDP condenada a multa de 48 milhões por abuso de posição dominante na produção de energia

A Autoridade da Concorrência (AdC) condenou a EDP por abuso de posição dominante. A coima de 48 milhões de euros foi aplicada à EDP Produção por manipular a oferta de serviços de sistema que regula …

Há sete anos que a média de secundário dos colocados no Ensino Superior não era tão alta

Há sete anos que a média de secundário dos colocados no ensino superior não era tão alta. Relativamente aos alunos de cursos científico-humanísticos, a média dos colocados tem vindo a aumentar desde 2015, tendo atingido …

Futebolistas internacionais russos Kokorin e Mamayev saíram da prisão

Pavel Mamayev e Alexander Kokorin foram detidos depois de atacarem dois homens, um responsável do governo, num estacionamento de um hotel, e um outro num café. Deixam a prisão por "bom comportamento". Os futebolistas internacionais russos …

Praga de baratas fecha refeitório do hospital Amadora-Sintra

Uma praga de baratas está a afetar o Hospital Amadora-Sintra, provocando sérios transtornos às centenas de trabalhadores desta unidade de saúde. O caso foi denunciado ao Correio da Manhã por funcionários e confirmado pelo hospital. A …