Pior hóspede do mundo destruiu o quarto, pediu desculpa e o hotel aceitou-o de volta

Um bando de gaivotas, um quarto virado do avesso e um curto circuito fizeram com que Nick Burchill fosse banido de um hotel de cinco estrelas. 18 anos depois pediu desculpa e o hotel aceitou-o de volta.

Nick Burchill destruiu o quarto do hotel de cinco estrelas Fairmont Empress em Victoria, na Colômbia Britânica, no Canadá, provocou um curto-circuito e quase arruinou um evento para turistas, em 2001. Esta sucessão de eventos infelizes valeu-lhe o título de pior hóspede do mundo, tendo a unidade hoteleira torná-lo persona non grata.

Agora, quase 18 anos depois, Burshill escreveu uma carta na qual pede perdão, e o Empress decidiu aceitá-lo de volta. Na carta, o hóspede recorda alguns dos acontecimentos infelizes que mancharam a sua estadia e que culminaram na decisão radical, por parte do hotel, de o banir para sempre das instalações.

Segundo o Diário de Notícias, tudo aconteceu em 2001 quando Burshill tinha acabado de conseguir um emprego, ao mesmo tempo que fazia parte do contingente de Reserva da Marinha do Canadá. O quarto no Empress Hotel tinha sido reservado uma vez que o homem, da Nova Escócia, ia estar presente no primeiro evento formal da empresa.

A sua missão passava também por levar o famoso “Brother’s Pepperoni”, de Halifax – uma iguaria muito conhecida no país – aos colegas da Marinha. O pepperoni chegou ao hotel numa mala, que havia sido extraviada. Mesmo sabendo que o salame ainda estaria bom, Nick Burshill quis colocá-lo num local fresco.

Como não tinha frigorífico no quarto, decidiu colocar o salame junto à janela. Espalhou as fatias no parapeito e saiu para dar uma volta. Quando regressou, não encontrou o salame. Em vez disso, deparou-se com um bando de gaivotas. “Não tive tempo para as contar mas deveriam ser 40.”

“Caso estejam a perguntar-se, o pepperoni faz coisas desagradáveis ao sistema digestivo das gaivotas. Como podem imaginar, o quarto estava coberto por porcaria de gaivota”, descreve o hóspede na carta, publicada no seu Facebook.

O canadiano acabou por conseguir que as gaivotas saíssem do quarto (ainda que a muito custo), mas a mais teimosa delas todas decidiu voltar a entrar em busca de mais salame. Nick Burshill acabou por lhe atirar com um sapato, e quer o sapato, quer a gaivota, voaram pela janela.

Para seu espanto, uma outra gaivota decidiu permanecer dentro do quarto. Burshill embrulhou-a numa toalha e, sem piedade, atirou-a pela janela.

No entanto, o que o canadiano não sabia era que decorria no hotel de cinco estrelas um chá refinado, que acabaria por ser arruinado devido à situação insólita com que Nick se deparou. O sapato e a gaivota embrulhada aterraram em cima de um grupo de turistas que estava a chegar para o chá.

Mas o pesadelo não terminou aqui. Já atrasado para o jantar, Burshill começou a preparar-se para sair quando se apercebeu de que tinha apenas um sapato – o outro tinha voado pela janela e aterrado na cabeça de um turista.

Nick desceu os quatro andares em busca do sapato, pegou no par completamente molhado e tentou secá-lo com o secador da casa de banho, explica o DN. “O sapato estava a secar bem, quando o telefone tocou.”

Quando saiu da casa de banho para atender a chamada, o secador acabou por cair no lavatório cheio de água, causando um curto-circuito e cortando parte da energia ao hotel. Foi aqui que percebeu que teria de pedir ajuda à receção para “arrumar a confusão”.

“Ainda me lembro da cara da senhora quando abri a porta. Eu não sabia o que lhe dizer, por isso apenas pedi desculpa e saí para jantar. Quando regressei, as minhas coisas tinham sido mudadas para um quarto muito mais pequeno”, contou o canadiano.

Dias mais tarde, a empresa de Nick Burshill recebeu uma carta do hotel, na qual informava que Burshill tinha sido banido, uma decisão que respeitou durante 18 anos. Passados tantos anos, Nick Burshill decidiu que já tinha “cumprido” o seu castigo e no final de março publicou no seu Facebook um pedido de perdão ao hotel de cinco estrelas.

O hotel tomou conhecimento do post. “Ryan, o gerente, disse-me verbalmente que eu sou novamente um hóspede bem-vindo“, anunciou Burshill.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

22 mil pessoas vão assistir (no estádio) ao Super Bowl

Um terço das pessoas presentes será composto por profissionais de saúde. Quatro equipas ainda na luta pelo título do campeonato principal de futebol americano. O dia 7 de fevereiro vai contar com uma "visão rara" nos …

Investigadores "voltam atrás no tempo" para calcular idade e local de explosão de supernova

Os astrónomos estão a "voltar atrás no tempo" num remanescente de supernova. Usando o Telescópio Espacial Hubble da NASA, refizeram o percurso dos estilhaços velozes da explosão a fim de calcular uma estimativa mais precisa …

Cientista dos EUA acredita que o monstro do Lago Ness pode ser uma antiga tartaruga marinha

Um importante cientista dos Estados Unidos acredita que desvendou o mistério do Monstro de Lago Ness e pensa que a criatura é uma espécie ancestral de tartaruga marinha. Henry Bauer, professor aposentado de Química e Estudos …

Biden quer banir uma palavra das leis de imigração dos Estados Unidos

Se o projeto de lei proposto por Joe Biden, recém-eleito Presidente dos Estados Unidos, for aprovado, a palavra alien ("estrangeiro") vai desaparecer das leis de imigração norte-americanas, sendo substituída pelo termo noncitizen ("não cidadão"). A …

“As pessoas são mortas na mesquita, na rua e no trabalho". Em Cabul, reina o medo

Os assassínios seletivos de jornalistas, políticos e defensores dos direitos humanos são cada vez mais frequentes no país, com Cabul e várias províncias a registarem um aumento da violência nos últimos meses. O medo está …

"Fiquem em casa". Enfermeiros deixam "grito de alerta desesperado" aos portugueses

A Ordem dos Enfermeiros lançou esta sexta-feira uma campanha de sensibilização a apelar aos portugueses para ficarem em casa, afirmando que é “um grito de alerta desesperado face à situação de catástrofe que se vive …

Senado francês aprovou lei que protege os sons e cheiros do campo

O Senado francês aprovou a lei, esta quinta-feira, que protege o "património sensorial" das áreas rurais do país, depois de várias queixas sobre os ruídos e cheiros típicos do campo. De acordo com o canal televisivo …

Identificado em Portugal o primeiro caso da variante da África do Sul

O primeiro caso de covid-19 associado à variante genética da África do Sul foi identificado esta sexta-feira em Portugal pelo Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge (INSA), adiantou à agência Lusa a instituição. O caso identificado …

Está a nascer o primeiro comboio português a hidrogénio (e vai substituir o Vouguinha)

Já arrancou o projecto para o desenvolvimento do primeiro comboio português a hidrogénio. A iniciativa visa transformar as automotoras a gasóleo que circulam na Linha do Vouga - o comboio chamado Vouguinha - por células …

Guardiola diz que Bernardo Silva "sempre foi importante" para City

O treinador Pep Guardiola disse esta sexta-feira que o português Bernardo Silva “está de volta” ao melhor nível e que “sempre foi importante" para o Manchester City, depois de ter "sentido" dificuldades na temporada passada. “Ele …